[RESENHA] Dumplin' - Julie Murphy - Editora Valentina

terça-feira, 21 de agosto de 2018


Resultado de imagem para dumplin
 Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.
Willowdean, ou simplesmente Will para os íntimos, é uma adolescente americana, moradora da pequena Clover City, filha de uma ex-miss e como ela mesma diz: fã da Dolly Parton e gorda de plantão. Sua melhor amiga, Ellen, é seu oposto físico: alta e magra (não que isso seja problema para elas, afinal, corpo não define caráter e muito menos amizades).



Para ajudar financeiramente em casa, Will começa a trabalhar como caixa em um fastfood. Lá ela conhece Bo, um jovem misterioso e lindo, com muito interesse nela – e claro, ela por ele.

Sempre muito bem resolvida com o seu corpo fora do padrão, Will se aceita e se ama da forma como ela é, com suas curvas a mais, gordurinhas extras, celulites e culotes. Porém as coisas mudam quando ela se apaixona por Bo. As inseguranças começam a surgir e a sua autoestima começa a balançar quando sua paixão se torna correspondida. A opinião dos outros começa a ganhar força sobre sua cabeça, e a tão confiante e segura Will começa a vacilar.

Buscando uma autoafirmação, e querendo provar a todos que padrão de beleza não existe, a protagonista decide se inscrever – a contragosto da mãe – no concurso Miss Jovem Texas (sim, aquele que sua mãe venceu na adolescência, e que atualmente trabalha como diretora).

Resultado de imagem para dumplin

[RESENHA] A Jogada Perfeita - Jaci Burton - @editoraangel

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

A Jogada Perfeita
Série Play by Play #1
Autora: Jaci Burton
Editora: Angel
I.S.B.N.: 978-85-92596-48-4
Páginas: 344
Compre: Editora Angel

Sinopse: O jogador profissional de futebol americano, Mick Riley, é uma estrela, tanto no campo quanto no quarto. Mas uma determinada e sexy mãe solteira pode ser a única a desestabilizá-lo… Durante anos ele aproveitou plenamente de tudo o que a vida de um atleta profissional pode oferecer: fama, fortuna e uma mulher diferente a cada cidade. Mas quando conhece e transa com a bela e confiante organizadora de eventos, Tara Lincoln, ele quer muito mais do que o típico caso de uma noite. Pena que Tara não está interessada em conhecer melhor o playboy mais famoso do futebol americano. Como mãe solteira de um adolescente, a última coisa que Tara precisa é de um bon vivant como Mick Riley; mesmo que a única noite – ardente e apaixonante – deles tenha sido inesquecível. A vida dela já é complicada demais sem estar sob os holofotes como “a garota da vez” do quarterback. Ela apostou no jogo do amor uma vez, e perdeu feio, e não pretende repetir o feito, especialmente com um destruidor de corações como Mick. Mas quando Mick coloca na cabeça que vai vencer, nada o detém. E ele já tem a jogada perfeita em mente.



UAU!! SIMPLESMENTE UAU!!
Jaci Burton simplesmente conseguiu me conquistar com sua escrita arrebatadora desde a primeira página!

Se tem uma coisa que eu AMO ler são os romances esportivos. Adoro jogadores e todo o circo de dramas com mulheres e mídia que rondam suas carreiras, assim como adoro homens grandes e com egos, mas principalmente corações maiores ainda, então com certeza Jaci acertou na medida e nos apresenta um romance simplesmente espetacular em todos os sentidos.

Mick é aquele tipo de cara que é bom. Sabe que é bom. E não tem problema nenhum em viver e desfrutar disso, visto que o mesmo trabalha duro e mantém a cabeça no jogo para isso.

[RESENHA] A Garota dos Pesadelos - Ana Vestida de Sangue #2 - Kendare Blake - Verus Editora

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

A Garota dos Pesadelos
Ana Vestida de Sangue #2
Autora: Kendare Blake
Editora: Verus
I.S.B.N.: 8576866773
Páginas: 266
Compre: AMAZON - SARAIVA


Kendare Blake nos encanta e surpreende com a sequência de Anna vestida de sangue 
Já se passaram meses desde que o fantasma Anna Korlov abriu uma porta para o inferno no porão e desapareceu, mas o caçador de fantasmas Cas Lowood não consegue seguir em frente. Os amigos de Cas o fazem lembrar que Anna se sacrificou para que ele pudesse viver — e não ficar perambulando por aí feito um zumbi, perseguindo Anna. Ele sabe que seus amigos têm razão, mas aos olhos de Cas nenhuma garota viva que ele conhece se compara à garota morta pela qual ele se apaixonou.
Agora ele vê Anna por todos os lados: às vezes quando ele está dormindo, às vezes em pesadelos reais. Mas algo está muito errado — não são apenas devaneios. Anna parece atormentada, despedaçada de um jeito diferente e ainda mais horripilante a cada aparição.
Cas não sabe o que aconteceu com Anna quando ela desapareceu, mas sabe que a garota não merece o que quer que esteja acontecendo agora. Anna salvou Cas em mais de uma oportunidade; agora chegou a vez dele de retribuir o favor.


E depois de tanto tempo do encerramento de Ana Vestida de Sangue, reencontramos Cas e seus amigos Carmel e Thomas. Depois do desfecho trágico para com Ana e porque não dizer para com eles mesmos, nunca mais nenhum deles será o mesmo.

Mas, Cas é o mais afetado.
Completamente inconformado com o destino de Ana, ele não consegue ter paz. Cas quer saber o que aconteceu com ela. Mas, mais do que tudo... Cas quer saber como encontrá-la, como salvá-la. Como desfazer o que foi feito.

Depois de encontrarmos uma narrativa brilhante e assustadora de Kendare Blake durante o livro uma. A Garota dos Pesadelos é uma grande reviravolta nessa duologia.

[CINEMA] MENTES SOMBRIAS - A nova distopia que chega com tudo nos cinemas esta semana

quinta-feira, 16 de agosto de 2018


Estreia: 16/08/2018
Distribuidora: Fox Film
Gênero: Drama
Direção: Jennifer Yuh
Vozes de: Harris Dickinson, Amandla Stenberg, Gwendoline Christie
Sinopse: Em um mundo apocalíptico, onde uma pandemia mata a maioria das crianças e adolescentes da América, alguns sobreviventes desenvolvem poderes sobrenaturais. Eles então são tirados pelo governo de suas famílias e enviados para campos de custódia. Ruby (Amandla Stenberg), uma das sobreviventes, consegue escapar com outras crianças e sua vida muda para sempre.


Chega aos cinemas esta semana o novo filme Mentes Sombrias, baseado no best seller de Alexandra Bracken. E nós já tivemos a oportunidade de conferir, mais uma vez à convite do pessoal da EspaçoZ Marketing.

Mentes Sombria me lembrou um pouco de tudo o que eu já vi em outros filmes baseados em livros YAs.
Com uma proposta que mistura X-MEN, com várias outras distopias adolescentes como Jogos Vorazes e a série Gone, a construção do filme também nos remete muito ao A Quinta Onda baseado nos livros de Rick Yancey.

[NETFLIX] Confira o que achamos da adaptação de "Para Todos os Garotos que já Amei" de Jenny Han - Por Karina Carvalho (@ka.carvalhog)

quarta-feira, 15 de agosto de 2018



Data de lançamento: 17 de agosto de 2018 na Netflix (1h39m)
Direção:  Susan Johnson
Elenco: Lana Condor (Lara Jean Covey), John Corbett (Dr. Dan Covey), Noah Centineo(Peter Kavinsky), Janel parrish ( Margot Covey) e  Israel Broussard (Josh Sanderson).

Sinopse:  Lara Jean adora escrever cartas de amor secretas para seus paqueras. Só não contava  que um dia elas seriam misteriosamente enviadas !

MARAVILHOSOOOO!!


A convite da Netflix e da Editora Intrínseca durante a Bienal do livro de São Paulo fomos convidados a assistir o filme da adaptação literária de mesmo título. Como leitora ávida e fã da trilogia de livros já adianto que eu Amei a adaptação.

Sempre que eu assisto uma adaptação tenho em mente que as mídias são diferentes e consequentemente os públicos a serem atingidos exigem algumas adaptações, porém durante a sessão não pude deixar de notar que conforme  o roteiro ia se desenrolando haviam comentários e torcidas para determinadas cenas , o que me fez acreditar que nem todos que estavam na sala conheciam o livro , mas  por que estou comentando isso? Porque a sensação das pessoas ao assistirem for a mesma que eu tive durante a minha primeira leitura e isso é um imenso ponto a favor da adaptação.

O Plot se trata de uma garota com descendência Coreana,que perdeu a mãe bem cedo, que é a irmã do meio e que escreve para seus Crushes a fim de superá-los, Lara Jean tem 5 cartas escritas em momentos diferentes da vida, desde o garoto com quem deu seu primeiro beijinho na infância, passando pelo garoto do baile, até seu melhor amigo/ vizinho e namorado da irmã mais velha; essas cartas são misteriosamente enviadas e agora além de lidar com essa confusão Lara Jean precisa se adaptar a partida da irmã que está indo fazer faculdade em outro país, um ano letivo novo que se inicia.

Como muitos originais Netflix de sucesso que foi lançado na plataforma recentemente , “Para todos os garotos que já amei” tem tudo para agradar, com um cenário muito bem produzido que reflete exatamente a atmosfera que a autora do livro Jenny Han encantou os leitores a trilha sonora encaixa perfeitamente nas sequências de cena sem quebrar o ritmo ou a transição das cenas.

A história na tela é entregue de maneira leve, descontraída sem fugir de assuntos importantes que são abordados no livro como Bullying; a costura cômica fica por conta de Kitty (Anna Cathcart) irmã mais nova da protagonista.

O roteiro compreende o primeiro livro, fechando a história de uma maneira satisfatória que sem dúvida dá margens para a possibilidades de continuação, para os fãs que curtem easter-eggs a dica é tentar achar a autora do livro durante alguma cena.

AMEI CADA MINUTO DESTE FILME!!!


Confira o trailer e prepare-se para esta sexta-feira!!










Nossa colunista Karina Carvalho é Biomédica por formação e Bookaholic por paixão!

[COVER REVEAL] DEFIANCE OF THE HEART by Monica James



DEFIANCE OF THE HEART (SINS OF THE HEART BOOK 2)
Monica James

Release Date: October 17th 2018

For never was there a story of more woe than that of Holland Brooks and her Romeo...
For as long as I can remember, London Sinclair was the boy who was forbidden. It didn’t matter that he made my heart skip a beat. Our surnames fated us to be sworn enemies. But when the truth was finally revealed, my life changed forever.
Lies have shaped our past,leaving London and me to pick up the pieces. But through the chaos, one thing is certain—I love London, and he loves me, and we won’t allow anyone to tear us apart again.

However, life has a funny way of proving us wrong.
As we attempt to make amends for the past ten years, we soon discover that the ghosts of our past will do anything to drive us apart. We are once again surrounded by deceit and betrayal, testing us in ways we never imagined.
When I’m faced with a proposition to end this heartache once and for all, I blindly agree. That decision changes everything, and I soon learn that those who act in haste create their own destruction.
Does love really triumph all? Or will London and I succumb to what was always written in the stars?

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


Pre-order Links:
Nook:https://bit.ly/2MdZ8bb
Kobo:https://tinyurl.com/y85dcp84
iBooks:https://apple.co/2vsniFg


Confira a sinopse em tradução livre:

[COVER REVEAL] THE LEFT SIDE OF PERFECT & THE RIGHT SIDE OF FOREVER by MEGHAN QUINN



The Left Side Of Perfect – Release Day – August 30
For better or for worse,'til death do us part . . .
The better captured me; she's who stole my heart. 
And made me realize I couldn’t live without this woman.
The worse of her took my breath away--kicked me when I was down and twisted me into a million knots.
 When I first met her, I thought she was someone I would never see again. 
The second time I ran into her, it was a random coincidence.
The third? 
I didn’t know it at the time, but she was the girl I was going to marry.
 But life isn’t always perfect. You have to take the better and the worse--even if it means giving her up, having her slip between your fingers, and letting her walk away. 
 I’m getting married. 
This is forever, 'til death do us part.


Sinopse em tradução livre:

Para melhor ou para pior, até a morte nos separar. . .
O melhor me capturou; Ela é quem roubou meu coração.
E me fez perceber que não poderia viver sem essa mulher.
E pior, ela me tirou o fôlego - me chutou quando eu caí e me torceu em um milhão de nós.
Quando a conheci, achei que ela era alguém que nunca mais veria.
A segunda vez que eu corri para ela, foi uma coincidência aleatória.
O terceira?
Eu não sabia disso na época, mas ela era a garota com quem eu ia me casar.
Mas a vida nem sempre é perfeita. Você tem que tomar o melhor e o pior - mesmo que isso signifique desistir dela, tê-la escorregando entre os dedos e deixá-la ir embora.
Irei me casar.
Isso é para sempre, até a morte nos separar.




The Right Side Of Forever – Release Day August 31
In sickness and in health, to love and to cherish . . .
It sounds so simple, to love someone unconditionally.
To give them your heart.
So why is she slowly eating away at my soul with every unanswered phone call, every unread text, and every door left unopened?
She said yes, and yet, in order for her to be with me . . . I need to let her go.