RESENHA: O REI E O CAMALEÃO - C. N. DAVID

terça-feira, 7 de dezembro de 2010



SINOPSE
O livro compõe-se de duas histórias destinadas ao público jovem e adulto. “O Monge Rei” passa-se em um reino fictício no que se poderia comparar à nossa idade média, época de reis, castelos e lutas de espada. Já “O Camaleão” é uma ficção espacial que conta a história de um agente secreto que tem a peculiar característica de ser um transmorfo. Ambas nos remetem àqueles sábados em que a geração que passou sua infância nos anos oitenta assistia a seriados enlatados e colecionava revistas em quadrinhos.

DE VOLTA AO PASSADO
A sinopse fala que remete ao passado, quando li o livro, o que realmente veio à mente do passado foi aquela Coleção Vagalume da editora Ática, quem nunca leu é porque não era nascido kkkk. Ok momento flashback passou vamos à resenha.

RESENHA
O livro foi emprestado pela Sheila (Chefa em tempo integral, e Gollum nas horas vagas kkkk), quando recebi o livro a minha primeira boa impressão foi o layout do livro, a capa tem uma pintura feita pelo ilustrador Léo Pereira e no decorrer da história também possui pinturas ilustrando algumas passagens, a outra parte interessante é que vem um marcador que pode ser destacado junto à orelha do livro.
São histórias curtas, o livro tem 180 páginas, mas é uma ótima leitura, eu digo isso, pois atualmente não sou fã dos dois tipos de gênero que contem o livro, um que passa na época medieval, com castelos e espadas, e a outra ficção científica, mas o autor conseguiu me conquistar com as tramas desenvolvidas.
A primeira história é o “Monge Rei”, sobre um rei “Petrus” que retorna para reclamar o trono, usurpado por um tirano Solano, porém como sou má não irei falar onde o rei estava porque ele perdeu o trono e se ele conseguirá recuperar o trono.
A outra história é o Camaleão, é um gênero de ficção científica, sobre um agente secreto Meg Knox que é um transformo, ou seja, ele transforma no que quiser, e tem uma missão pacificadora em um planeta que está sobre o domínio de um presidente hostil.
O desenvolvimento das tramas é interessante, já que em poucas páginas o autor consegue nos passar os fatos, as personalidades de cada personagem, que em muitos livros poderiam chegar a 500 páginas. Kkkk
As histórias me prenderam completamente, um excelente trabalho do autor Christian David, a única reclamação é que as histórias são curtinhas, gostaria que fossem mais aprofundadas para ter mais tempo de leitura, já que a narrativa tem um ritmo rápido e leve.
Recomendo adquirir a obra, isso vindo de uma pessoa que não gostava dos temas, fazendo voltar ao passado e procurar novamente minha coleção Vagalume kkkkkkkk.
OBS.: Sheila o teu livro é MEU kkkkkk,  brincadeira amiga, irei adquirir um exemplar para mim.

SOBRE O AUTOR:
Formado em Ciências Biológicas com ênfase em Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Através do financiamento do Fumproarte da Prefeitura de Porto Alegre editou o livro “O Rei e o Camaleão” no ano de 2006 após ser selecionado através de Concurso Público. Nesse mesmo ano, juntamente com outros escritores, professores e amantes da literatura, foi fundador da Confraria Reinações: Confraria da Leitura de Textos Infantis e Juvenis. Atualmente administra o blog da referida confraria. Em 2008 lançou o livro “Mão Dupla” (escolhido pela Fundação Nacional de Literatura Infantil e Juvenil para integrar o catálogo da Feira de Bolonha), também com temática jovem, pela Artes e Ofícios Editora.
Tem participado de mesas-redondas abordando a literatura infanto-juvenil e de encontros com alunos em escolas do Rio Grande do Sul.
Livros Publicados:
O Rei e o Camaleão, Fumproarte, Porto Alegre, 2006
Mão Dupla, Artes e Ofícios, Porto Alegre, 2008

Participação em Antologias:
O Melhor da Festa, Jornal Vaia, Porto Alegre, 2009
Draculea: O Livro Secreto dos Vampiros - Vol. 1, All Print, São Paulo, 2009
Invasão, Giz Editorial, São Paulo, 2009
Histórias de Trabalho, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2009
Metamorfose: a fúria dos lobisomens, All Print, São Paulo, 2009.
Moedas para o barqueiro: contos fantásticos sobre a morte, Andross, São Paulo, 2010.
Histórias Fantásticas Vol. 1, Cidadela Editorial/Estronho, São Paulo, 2010.
Mais Informações: Site do autor 

SOBRE O ARTISTA PLÁSTICO
Léo (Nardo) Pereira é também natural de Porto Alegre e iniciou-se na atividade da pintura em 1998 e, desde lá, mantém-se nesta prática. É estudante do curso de graduação em Artes Plásticas, do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Já realizou diversas mostras individuais e coletivas. Como ilustrador fez a ilustrações do livro "Amarela Sem Páginas de Um Livro". O trabalho constitui-se de uma série de 100 desenhos no formato A4 na técnica pastel oleoso, baseado nos poemas da escritora Silvia Mara.

ONDE COMPRAR:
AUTOR ESTÁ ANUNCIANDO NO TWITTER UMA PROMOÇÃO DO LIVRO SIGA-O @cndavid13

2 comentários

  1. A resenha ficou MARAVILHOSA!! E fiquei muito curiosa para ler o livro!! heheheeheh

    ResponderExcluir
  2. Gratíssimo pela resenha! Acho que captaste bem minhas intenções com o livro. Abração.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!