Resenha: Sábado à Noite - Babi Dewet

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010



Sinopse: O livro fala sobre Amanda, uma adolescente como muitas outras, que é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… quem serão esses mascarados de Sábado à Noite?

Review da Guardiã: Já havia ouvido falar muito de Sábado à Noite, e em diversos momentos já andei esbarrando no blog da Babi Dewet lendo seus posts e resenhas...mas foi na Feira do Livro de Porto Alegre que tive o prazer de conhecê-la e adquirir SAN autografado...e o que eu tenho a dizer sobre o livro??? Eu Adorei!!! SAN pra mim foi um livro leve e gostoso...a narrativa cheia da familiaridades com nossa adolescencia e o ambiente escolar criado pela Babi me fez sentir como se estivesse assistindo meus filmes preferidos da sessão da tarde ( A Garota de Rosa Chocking, Admiradora Secreta, e tantos outros que me marcaram muito)...as referências ao filme Euro Trip e a playlist do livro me conquistaram de primeira (adoro todas as músicas apresentadas pela Banda Scooty ou que Amanda e suas amigas Poderosas gostam) e ai podemos vem muito da Babi nestas escolhas.
O enredo é simples e complicado ao mesmo tempo para a cabeça adolescente...a menina gosta do cara que gosta dela, mas ela não fica com ele porque tem medo de ferir os sentimentos de uma amiga que ela acha que também gosta dele...e me digam...quem nunca passou por isso na escola??? Eu já!! Os marotos são a turma de amigos bagunceiros e gente boa que sempre topamos por aí e Amanda e suas amigas são a realeza da escola...mas com o diferencial de não serem perversas.
O romantismo dos bailes resgatam nossa época de ouro quando as festinhas de "garagem" no Sábado à Noite eram nossos eventos sociais preferidos, e pássavamos a semana toda esperando pelo próximo sábado. (Hoje em dia não há mais disso...tenho até medo de deixar minha filha ir nessas festinhas de hoje em dia, visto que tudo vira baile funck (Jesus toma conta!!)).

SAN foi tão legal que ando que somos levados por ele com muita facilidade (minha filha o leu em 1 dia) e quando percebemos que acabou...ficamos muito apreensivos esperando por sua continuação. (Babi, vê se não demora viu!! hehehehe).

Confira a Playlist de Sábado à Noite no Blog da Babi. Clique Aqui!

9 comentários

  1. Como havia comentado em outros blogs, esse livro parece ser interessante! Os escritores nacionais cada vez mais nos surpreendendo O/

    bj

    blogbibliomania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler esse livro... a sua resenha me deu mais vontade! ;-)

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua resenha e agora fiquei com mais vontade de ler esse livro. Parece ser bem legal e dou todo apoio aos novos escritores brasileiros, afinal também sou uma! =P

    Beijos
    http://viciadospelaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Tem selinho para você la no blog.
    http://sempre-lendo.blogspot.com/
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. kkkkk Nossa adolescencia Garota de Rosa Shocking e Admiradora Secreta é ÉPICO kkkk

    Sempre tive uma curiosidade de ler o livro, vai ficar na listinha de 2011

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha scheila e fiquei mais curiosa qto ao livro.
    Me deu saudade, aliás vivo com saudade dessa época e Admiradora Secreta era tudo de bom...rsrsrs...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  7. A capa deste livro é linda, o que a escritora fez com ele é admirável, mas o livro é ruim.

    A história tem falhas e os diálogos são MUITO explicados fazendo a gente cansar.

    Por exemplo: "José começou a chorar. Mariazinha riu. Joãozinho jogou uma bolinha para cima."
    Tem muito detalhe numa cena só.

    Outra coisa, o mundo está caindo, alguém está tendo A conversa e sempre um personagem está rindo, na hora menos imprópria.

    Outra, por mais que seja cidade pequena, é um absurdo os pais nunca estarem em casa. Nunca tem ninguém na casa deles.

    Depois vem os Marotos. Todo mundo diz que Os Marotos são os perdedores e coisas do tipo. ONDE? Eles são tudo, menos perdedores, são os mais adorados na verdade. Não sei da onde tiraram que ninguém gosta deles e etc.

    O livro tem MUITO de fanfic ainda.

    Para terminar, a Amanda é uma chata que podia ter resolvido tudo com uma conversa. (Ok, é a história do livro, mas é surreal demais!)

    Ah, EM QUE PLANETA O MENINO CHAMA A MENINA DE "FOFA"? Putz!

    Enfim, essa é minha opinião. Espero que a escritora consiga tirar alguma coisa boa dela. E como eu disse, o que ela fez com o livro é admirável, por qualquer pessoa.
    Dei minha opinião porque não aguento mais ver gente falando só bem deste livro e ninguém dá uma opinião contrária, parece que só os amigos da escritora comentam o livro.

    ResponderExcluir
  8. Dani, respeito a sua opinião. Claro que o livro tem falhas, afinal é o primeiro trabalho de uma autora muito nova. Mas temos que reconhecer sua coragem em meter a cara e realizar seu sonho (pois seu livro foi lançado de maneira completamente independete).
    Por mais que tenha coisas que possam ser melhoradas, a história foi gostosa de ler...como eu já menscionei antes...me senti vendo um filme preferido de sessão da tarde... aqueles que te deixam com saudade de seus tempos de adolescentes...tudo poderia ser resolvido pela Amanda com uma conversa? Sim, é claro que sim!!
    Mas quem na adolescência consegue enxergar o obvio??? te garanto que não a maioria...e é justamente do que o livro trata.

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro.
    Sabe que lendo essa resenha que eu me dei conta que SAN significa Sábado A Noite (dã...).
    Sou tão desligada às vezes.......

    Bye

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!