RESENHA: O PREÇO DA IMORTALIDADE - FELIPE SANTOS

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011



SINOPSE


ISBN:
 978-85-7679-363-2
Páginas:  544
Formato:  21 x 14 cm
Peso:  0,621 Kg
Acabamento:  Brochura 
Editora: Novo Século

Um jovem camponês de apenas dezesseis anos descobre que escapou da morte ao se transformar na temida criatura condenada a sugar eternamente o sangue dos homens. Seu lar não existe mais, toda a sua família foi morta por um vampiro e todos os acontecimentos do dia da revolta estão apagados da mente do jovem. Arrastado para um novo mundo onde os fracos sucumbem e a justiça não existe, William descobrirá que intrigas, inveja e orgulho ditam as leis dos imortais. Mas agora o secular jogo de poder entre os vampiros está prestes a mudar. Dividido entre o desejo de vingança contra o desconhecido assassino de sua família e o medo de perder o que resta de sua humanidade, o camponês terá que trilhar uma linha perigosa entre o bem e o mal. Seu lado mais negro está cada vez mais perto de assumir o controle e a chave do mistério está nas suas memórias perdidas. O tempo está correndo contra ele e, mais cedo ou mais tarde, o jovem descobrirá que na vida ou na morte a imortalidade tem seu preço.




 A resenha de hoje para mim é a mais difícil, mas porque difícil? Simplesmente porque é de um livro FANTÁSTICO que eu tive o prazer de ler no ano passado, e isso que não é uma leitura recente, mas os personagens, a história e o livro estão guardados bem claros na minha memória.
Acho que a frase que define melhor o sentimento do livro para mim é de Paul Sweeney:
“Você sabe quando leu um bom livro
quando vira a última página e
 sente-se quase como se tivesse perdido um amigo.”
Foi o que aconteceu comigo no final dessa obra escrita por Felipe Santos, vocês irão encontrar tudo sobre um mundo sobrenatural passado em uma época medieval, o autor conseguiu reunir vampiros, lobisomens, zumbis, fadas, magia brilhantemente em um livro de 544 páginas com uma história muito bem estruturada.
O enredo do livro se baseia no personagem de William, que durante uma revolta camponesa ele é transformado em vampiro e é abandonado por seu progenitor, perdido sem saber realmente o que aconteceu com ele, encontra outro vampiro Arctos  (cínico, sem escrúpulos, divertido e para ele pessoas são alimentos, ou seja, um vampiro nato).
Porém William possui essa dualidade, pois ele pensa como humano, as ao mesmo tempo o seu demônio vampiresco, e além de ter conseguido digamos um professor Arctos a altura kkkkkk porém....
Posso dizer que o livro é cheio de “porém” porque a história muda de direção todo o tempo, principalmente para William que não tem um minuto de paz, quando pensava que ele irá encontrar um caminho, acontece algo que mudava todo o rumo do coitado do William, somando a isso, ele é jogado sem sabe em uma disputa territorial entre os vampiros,  teve momentos que eu parava de ler porque ficava receio o que esperar na próxima página.
Além dos problemas pessoais enfrentados por William,  os vampiros estão com receio que uma força utilizando de magia (caso queria saber que força é essa leiam o livro kkkkk) poderá dizimar os vampiros, então William junta-se a um exército formado por vampiros e guerreiros humanos (mas como assim ??? humanos e vampiros?) para entrar na floresta comandada por essa força. E ai..... hummm.... será que digo... deixa eu pensar...
Pensei... nessa floresta existe vários tipos de seres sobrenaturais, como....  hummm vou deixar vocês lerem no livro... bom o que eu realmente iria falar é sobre a batalha os  humanos e vampiros contra..... hummm...  tá bem vou dizer... contra um exército de Zumbis (a floresta é mágica eles não morrem tão facilmente... e...  mas os humanos e vampiros... muito complicado isso) a descrição dos zumbis foi nojenta ( mas eu Adorei!!!!!),  mas voltando a batalha o autor conta ela toda no livro, há esqueci  de falar que antes mesmo da batalha com os coitados dos vampiros e humanos  sofrem  um pouco com uns negócios...
Então os personagens do livro são inesquecíveis, cito o exemplo de Arctos que praticamente aparece com mais destaque nas páginas iniciais, e mesmo assim você não consegue esquecê-lo durante todo livro, pois são cativantes, todos os personagens de Felipe tem sentimentos, particularidades e ele conseguem descrevê-los tão incrivelmente, que você durante a leitura nem precisa voltar páginas para saber como eles são, já que ficam gravados na memória.
Em relação ao personagem William no final do livro se transforma, define em uma atitude com um certo personagem, depois de toda a história entre eles,  e a carta deixada por esse alguém... sinceramente me emocionei, e no final do livro te leva a perguntar qual é "O Preço da Imortalidade".
Queria me desculpar com autor, porque talvez não tenha feito uma resenha a altura do livro, mas gostaria que vocês se pudessem adquirir o livro, pois vale a pena cada minuto de leitura, e posso garantir quem gosta de uma história envolvente, comovente e muito bem escrito, tem que ler “O Preço da Imortalidade”

SOBRE O AUTOR
Felipe Santos nasceu em 1983 no Amazonas e criado desde criança no Rio de Janeiro, sempre foi fascinado pelos mistérios ocultos nas lendas e mitos e seu poder de nos fascinar. Na adolescência sofreu a influência de grandes clássicos da literatura, como Drácula, Frankenstein, Alice no País das Maravilhas, Dorian Gray, dentre outros.
O Preço da Imortalidade foi escrito aos 21 anos e é o seu primeiro romance publicado.
Blog Oficial da Saga William Brenauder  clique aqui
Adicione o livro no Skoob clique aqui

ONDE COMPRAR

7 comentários

  1. Amiga...Adorei a Resenha e você pra variar conseguiu me deixar muito curiosa a respeito deste livro....eu já havia ouvido falar muito nele...mas nunca tinha lido uma resenha tão apaixonada...hehehehehe

    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa amei a resenha, e me interessei muito por esse livro, me lembrou um pouco "Entrevista com vampiro" então deve ser ótimo *-*

    Parabéns pelo blog :)

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz de ver uma resenha desse livro aqui! Já o tinha lido e, realmente, é muito bom. Conheci o Felipe e estou feliz de vê-lo crescendo ;D

    ResponderExcluir
  4. É a minha proxima leitura! Depois dessa sua resenha, não vejo a hora de lê-lo.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha! Assim que eu terminar de ler O Véu, começarei a ler O Preço da Imortalidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro!
    Mas amei a resenha, quero muito ler ^^
    beijocas enormes
    Livros e blablabla

    ResponderExcluir
  7. Finalmente pegueioO Preço da Imortalidade pra ler. Vc já tinha me falado dele pelo twitter, mas sua resenha me instigou ainda mais a lê-lo.
    adorei.
    Bjos Paty!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!