RESENHA SÉRIE A MEDIADORA - A TERRA DE SOMBRAS/O ARCANO NOVE - MEG CABOT

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Podem achar absurdo, mas nunca tinha lido nada da Meg Cabot, para dizer que não tinha lido nada, eu li os romances históricos no qual ela assina como Patricia Cabot (“A Rosa do Inverno” e “Aprendendo a Seduzir” recomendo são excelentes, e as capas nacionais muito mais bonitas que as originais),
Voltando a Meg Cabot acho que o tipo de leitura dela não me atraia muito, porém comentaram da série Mediadora, uma série de 6 livros, que a protagonista consegue ver e falar com fantasmas, nesse ano coloquei na minha listinha esses livros, então acabei de ler os dois primeiros que são A Terra das Sombras e O Arcano Nove, e tenho a intenção  nos próximos posts a continuação da série sempre resenhando dois livros (claro se a submarino for boazinha e entregar os livros).



SINOPSE A TERRA DAS SOMBRAS

Ano: 2004
Série: A Mediadora
Páginas: 288
ISBN: 978-85-01-06871-2
Editora: Galera Record

Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos eles então é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente nova-iorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe: ela conversa com mortos. Suzannah é uma mediadora, em termos místicos, uma pessoa cuja missão é ajudar almas penadas a descansar em paz. Um dom nada bem-vindo e que a deixa em apuros com mãe e professores. Como convencê-los da inocência nas travessuras provocadas por assombrações?

Com muito humor, neste primeiro volume da série A mediadora, Meg Cabot nos apresenta a vida desta mediadora que tem certa ojeriza a prédios antigos: quanto mais velho um edifício, maiores as probabilidades de alguém ter morrido dentro dele. Filha de um pai-fantasma nada ausente e uma nova família, que inclui um pai adotivo e três irmãos postiços, a história começa com a mudança de Suzannah para uma casa mal-assombrada na ensolarada Califórnia. Só que Jesse não é um espírito qualquer, é um fantasma bonitão que nada faz para assustá-la, muito pelo contrário.



Nesse livro conhecemos nossa personagem Susan,  e o seu pequeno problema, falar com mortos, e ainda por cima resolver os seus problemas terrenos.
Segundo o livro, as pessoas que morrem e ficam com problemas pendentes na terra se tornam fantasmas e ficam vagando até resolve-los,  e a função do mediador é ajudar essas almas a resolverem seus problemas e descansarem em paz.
Mas a nossa protagonista só tem 16 anos, então vocês imaginem como é... passando por problemas normais de adolescente e ainda alguns adicionais, e além de tudo isso resolver problemas de fantasminhas as vezes não tanto camaradas... acho que já deu pra imaginar ????
Pois é nossa protagonista é a Buffy Caça-Fantasmas, porque dependendo da situação se não tem diálogo, ela resolve num método bastante ortodoxo... às vezes um soco bem dado, ou outras ferramentas, ou quando utiliza de um método típico muito conhecido no Brasil kkkkk, mas óbvio que não irei falar... terão que ler o livro, só uma dica o padre que é o diretor da escola onde a Susan vai estudar... ah... esqueci de contar ela muda para outra cidade, vai de Nova York para um cidadezinha na Califórnia, voltado ao padre... digamos que o método faz o padre ficar de olhos arregalados kkkkkkkkk pobre homem...
O padre vai ser uma espécie de Gilles da Buffy (no caso de Buffy era seu mentor) são divertidíssimos os diálogos dos dois... voltando a Susan obvio que nessa história já que a comparação a Buffy é inevitável surge um Angel (namorado não-oficial da Buffy) que no caso surge no fantasma Jesse, que segundo Susan tem uma barriga de tanquinho de tirar o fôlego, ou seja um potencial alvo para Scheila Gollum (para quem não sabe Scheila é proprietária do blog e qualquer personagem de livro que tenha tanquinho se torna precioso dela) kkkkkk
Nesse livro especificamente, ela encontra com um fantasma de uma adolescente (estudante do colégio que Susan está freqüentando), que não está contente de ficar uma morta sozinha, e tenta de todo o custo levar algumas pessoas com ela, essencialmente UMA, mas sabe como é eu li o livro, e se vocês ainda não... então vão ler para saber dos detalhes, pois eu não conto.
Os personagem são divertidíssimos, você consegue ler um livro por dia, pois a leitura flui e quando você percebe já terminou o livro, mas o que mais chamou atenção que todos os livros tem um final, tipo não tem continuação, o caso do fantasma “MORREU”  (estou falando o caso, o fantasma tá morto kkkkk) simplesmente a próxima irá começar com outro caso, a única coisa que fica pendente é o Jesse...  e a sua vida amorosa que cada dia de enrola mais... tanto que no Arcano Nove ela até arranja um gatinho... então abaixo a resenha de Arcano Nove

SINOPSE O ARCANO NOVE

Ano: 2005
Série: A Mediadora
Páginas: 272
ISBN: 978-85-0106-869-9
Editora: Galera Record 

Em O arcano nove, segundo volume de A mediadora, Suzannah continua literalmente apaixonada por um sujeito de outro mundo. O fantasma do bonitão Jesse, que vive aparecendo em seu quarto, mexe com o coração da adolescente. Mas Tad Beaumont, o garoto mais descolado e rico da cidade, também entra no páreo. E com uma vantagem inegável: ele está vivo. O rapaz convida Suzannah para uma festa, onde ela pode ganhar seu primeiro beijo.

Enquanto lida com os ciúmes de Jesse e as investidas de Tad, Suzannah precisa resolver o assassinato de uma mulher que aparece aos gritos em seu quarto. Noite após noite a mesma coisa se repete. Com a imaginação fértil da idade, Suzannah logo cria várias hipóteses para o "assassinato", mas sua principal preocupação é descobrir quem é aquela mulher. Afinal, apesar de sentir compaixão pela desconhecida, a menina gostaria de poder dormir. Além de tudo isso, Suzannah precisa fazer o que os adolescentes fazem: estudar, badalar, e se ajustar a uma nova família, que inclui um pai adotivo e três irmãos postiços. O relacionamento com Tad vai tomando forma ao mesmo tempo em que Suzannah se envolve na busca do misterioso passado do pai do garoto. Só mesmo a mediadora para transformar a chance de um namoro feliz em risco de vida.


A nossa personagem continua sua vida, família nova, já que a mudança foi porque a mãe dela casou novamente, e ela arranjou alguns irmãozinhos emprestados, um deles é uma figura, que ela apelida de Mestre (já que tem 12 anos é um nerdizinho, que parece um Wikipédia ambulante, e praticamente sócio do Google), os outros... são chamados carinhosamente por Susan de Dunga e Soneca, já dei informação demais.
Nesse livro o coitado do padre continua ajudando Susan, coitado porque no livro anterior, quase virou fantasminha, e agora Susan confia no padre Dom, então todos os novos fantasmas ela conta pra ele, para uma orientação, porém Susan é tão confiante e acha que irá resolver os casos sozinha, como ela costuma dizer “está tudo sob controle”, no livro anterior o Jesse teve que intervir, digamos que tudo sempre foge do controle.
Falando em Jesse, vou falar um pouco dele, já que só o defini pelo tanquinho... ele é um fantasma de 150 anos que vive no quarto, é galera quarto de Susan... e a coitada sofre... Primeiro porque o cara é lindo e depois porque ele tá morto então... mas se vocês acham que ele é totalmente morto, é não... a coitada fica sem fôlego, kkkk imagina vivo!!!! Nem quero pensar...kkkkkkkkkkk
Os fantasmas desse livro são duas mulheres, e a Susan faz uma confusão, pois uma aparece sempre desesperada querendo que ela resolva o problema, e a outra quase não fala, porém ela mistura tudo, que a leva se meter com um poderoso dono de empresa que na sua investigação descobre que ele pode ser responsável por alguns assassinatos, mas já que sou discreta e não conto detalhe... então irão saber somente lendo o livro.
Ahhh em relação ao gatinho, na verdade por coincidência é Spike (nome de um vampiro famoso da Buffy), não posso dizer que ele não seja mais fofo que Tad (é outro gatinho) e filho do poderoso dono da empresa. Ficaram curiosos?!?!?!? Então olhem os links ONDE COMPRAR. Que maldade... Beijos MeninaMá.com

ONDE COMPRAR


A Terra das Sombras
O Arcano Nove 

9 comentários

  1. A Mediadora é PERFEITO! Amo esses livros e sinceramente, o Jesse podia habitar o meu quarto *torcendo pro Guto não ler isso*

    Os primeiros livros são um "aperitivo" das confusões que vem pela frente... Sofri muito nesses livros. Chorei horrores /TT *manteiga derretida mode on*

    Mas é lindo! Uma das minhas séries preferidas!!

    bjs =*

    ResponderExcluir
  2. Gostei das resenhas!
    Sempre tive vontade de ler essa série, acho que estou perdendo muito por não ler .-.

    Bom está na minha lista de compras *-*

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

    ResponderExcluir
  3. achei tri legal a sua resenha.
    tambem nunca li um livro dela mas quero mt ler
    a mediadora ja faz tempo!!
    bjss
    gabikr.blogspot.com
    p.s:cheque seu e-mail e me respoda logo.tudo bem?

    ResponderExcluir
  4. Amo essa série, pois ela foi a 1° que li pós-crepúsculo e tenho que admitir que ela abre um horizonte totalmente diferente para os livros que passei a ler. Ele é super divertido, Suzanna é uma fofa, super alegre e bastante impulsiva. Você tem total razão quanto ao tempo de leitura, é daqueles que você lê e quando termina pensa, mas já???
    Amo o jeito que com que ela fala com o padre, que apesar de tudo, respeita e admira, mas o fato do amor dela "assombrar" o quarto dela... totalmente perfeito!!!

    ResponderExcluir
  5. A série de "A Mediadora" é absolutamente sem contra indicações, não tem como não amar =]

    Maaas, sem maiores spoilers, adianto que a partir do quarto livro temos um "novo elemento do mal" (haha, não posso falar mais que isso) que fará com que os livros seguintes tenham "pendências" além de Jesse quanto a estória de um para o outro ;)

    :**,
    Léka

    ResponderExcluir
  6. Comprei estes 2 livros no Vira-Vira da Saraiva...mas ainda não consegui arrumar tempo pra ler!! Sniffff!!

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nada dessa coleção, mas assim como você, já coloquei na minha listinha! hehehhe
    Eles parecem ótimos! Preciso ler logo!

    Beijinhos
    Camila Candomil
    Seleção Literária
    http://www.selecaoliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Comentário,mais que atrasado, mas de qualquer forma eu AMEI a resenha,mto bom msm, agoro quero ler a série de qualquer jeito!! rs'

    Bjoos

    ResponderExcluir
  9. Se a Suze vosse você chamando ela de Susan teria um chilique, haha ela detesta isso.

    Eu aguardo ansiosamente por uma adaptaçao dessa série, mas desde que seja bem feito. Shadowhunters ja foi uma decepçao.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!