RESENHA JOGOS CRIMINAIS - CONTOS POLICIAIS - VÁRIOS AUTORES

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011


A resenha de hoje é do livro Jogos Criminais, são contos policiais de vários autores, antes de mais nada, gostaria de agradecer ao Edson Rossato da Editora Andross que enviou o livro para podermos fazer a resenha.


Já que são tantos contos, que resolvi separar alguns para comentar individualmente, os demais contos irei somente apresentá-los para vocês para ficar com mais vontade de adquirir o livro.
A Marca do Dragão – O. A. Secatto
Conta a história de Tatsuo, que era traído pela mulher, o conto começa com um problema de saúde da mãe de Tatsuo, o que o faz viajar para cidade vizinha, enquanto isso a mulher leva o amante para casa, mas Tatsuo não esperava era ser vingado por um Samurai kkkkkk.
É isso mesmo...  o autor consegue tramar tão bem a história, e na hora da explicação do que realmente aconteceu, que para o delegado é um caso sobrenatural, mas você descobre que é um caso bem real e de uma inteligencia espantosa.


Antes do Amanhecer – Mariana Pahim
Pierre é completamente apaixonado por Olivia, faz tudo por ela, mas às vezes chega a passar dos limites da razão.
Escolhi esse conto pois você nem imagina que o atormentado Pierre fez para demonstrar o amor para Olívia, e para ser mais surpreendente a decisão tomada pela Olívia para resolver a situação, digamos que é um Romeu e Julieta as avessas.

Anjo Perdido – Debby Lenon
Esse conto aborda um assunto bem delicado, estupro, de todos os contos achei o mais forte, até porque tem a cena do estupro, foi realmente uma agonia ler esse conto.
Mas na verdade lendo o conto você pode observar algumas mensagens, sendo uma delas é que muitas vezes o perigo não está na rua, e sim convivendo com você.
Um triste conto porém com grandes verdades.

O Noivado – Sandra Franzoso
Arnaldo um médico legista é apaixonado e muito ciumento por sua namorada Poliana, ela começa a chegar atrasada e como todo ciumento ele a segue e descobre ela num restaurante com um homem, transtornado toma uma decisão... que na minha opinião foi engraçada de tão trágica, se é que vocês entendem.
Separei esse conto porque realmente o final fiquei perplexa, cheguei a ler mais de uma vez para ter certeza do que eu tinha lido.

Lápide – Áquila Nogueira
Outro conto fantástico conta a história de um homem que viu um menino morrer, e essa morte modifica a vida desse homem.
Passei todo o conto imaginação uma situação, e no final do conto ele no revela o verdadeiro motivo dessa obsessão pela morte desse menino,  e talvez tudo que ele fez possa ter sido para beneficio próprio ou por consciência culpada, pois ele narra toda a história do...  Acharam que eu ia contar???
Lucius – Georgette Silen
A autora faz o tempo todo você desconfiar de uma pessoa, direciona todas as suspeitas para essa pessoa, e quando acontece algo você pensa “Bem que desconfiava...”, até parece... pois no final do conto, digo na última frase você com certeza irá perguntar “Como assim?? Então você irá ter que reler a página anterior com um pouco mais de atenção, já que a narrativa na hora crucial se torna bem rápida então você passa por cima dos detalhes, é impressionante como um detalhe não observado faz toda a diferença, e além do conto ter um erotismo incrível.

Condenado pela Consciência – Amauri Corrêa
Ele foi condenado por 8 anos de prisão, no inicio do conto o personagem nos mostra ser uma pessoa de boa indole sentenciado injustament, mas com todas as situações que são impostas à ele por ser um novato no presídio, ele percebe que terá que mudar de atitude para sobreviver.
O conto foi uma crítica segundo o meu ponto de vista do regime carcerário que em vez de reintegrar os presos na sociedade, eles os levam direto para a marginalidade já que você não tem perspectiva de vida nenhuma, já que na próprio presídio você tem que lutar para viver.
Rogai por Nós – Milton Júnior
O investigador Lorenzo D’Almaglio é chamado por causa de um assassinato em uma Igreja, junto ao corpo da vítima ele encontra uma inscrição com coordenadas da sala de arquivos secretos do Vaticano, esse artefato poderá revelar  fatos que podem destruir com a crença na instituição católica, no conto o segredo é revelado, porém tem pessoas que irão fazer de tudo para esse ser segredo continuar protegido.
Achei bastante estilo Dan Brown,  mas tem um diferencial que quem irá manter em segredo sou eu...


Jogos Criminais – Sérgio Pereira Couto
Marcos teve seu emprego perdido, está passando por crises financeiras, e é um grande conhecedor de informática, com essa habilidade e com uma aposta oferecida por um amigo, ele irá se vingar das pessoas que um dia lhe prejudicaram e que na opinião dele destruíram a sua vida.
É um conto interessante que nos faz pensar o que uma mente pode influenciar as pessoas, e de que como quando você sente-se justiceiro se torna um vicio que talvez não consiga mais parar e abandona totalmente os seus princípios.

Os contos que não comentei acima, não deixam de serem fantásticos, tipo o Royal Straight Flush (Luis Eduardo Matta), o analista de sistemas Mario Dantas ser suspeito de desvio de milhões de dólares, ou estilo Insuspeito para um caso Encerrado  (Mário Bentes), um detetive que soluciona casos difíceis enfrenta um caso de assassinatos que só ele mesmo poderia solucionar, outro conto Corte Subliminar de um crime (Anizio Canola), são pensamentos de um atordoado personagem entre a culpa e a dúvida de um assassinato, oum conto interessante é o Justine (Goldfield) o próprio autor é o protagonista e que muitas vezes os personagens criados podem se  tornar bem reais, outro conto interessante   Asas Estilhaçadas (Iza Calbo) nós conhecemos Carolina que é casada como Credicard, ops...desculpa, com um homem mais velho, e ela planeja uma maneira de ficar com a herança, ou O Coletor de Almas (Rafael Machado Costa), um assassino de aluguel, que se vê atormentado pela voz do ultimo assassinato, ou estilo do O Homicídio do Senhor X  (Ataíde Menezes),  trata-se de uma organização que executa pessoas, mas o modo como foi mostrado o conto ficou muito interessante, ou o sangrento Mensagens Mortais (Jocir Prandi) um crime praticado em uma festa, onde 3 pessoas são suspeitas, e no final você se surpreende quem é o assassino,  ou o intimidador Cotidiano (Anderson Lima) depois que li agradeci de nunca ter lido o livro Jogos Criminais em uma parada de ônibus kkkk...

Foi tão dificil separar o contos e comentá-los se vocês acham que acabou, peço desculpa aos autores, mas não posso deixar de citar, os contos Justiça 40°: O Prólogo (Brenno Dias), A Voz do Silencio (Brenno Dias), Joana e Maria (Debby Lennon)Sedução e Veneno (Iza Calbo), Invasão na Sacristia (Rosi Caobianco), Causo de Moleques ( Cecilia Torres Nogueira), O jogo da Condessa  (Willian Riciardi) a Condessa nada mais é que Eezsebet Báthory (quem nunca ouviu falar da Condessa Sangrenta?), O Homem do rosto redondo (Humberto Raposa), O Segredo da  Água  (Yvis Tomazini), Preguiça: Pecado Capital, Virtude Excomunhal  (Leonardo do Carmo)Mente Insana(Felipe Alandt Simm), conto clássico Mulher Fatal (Vicente Reckziegel), o enigmático O interrogatório do estranho menino ( Mário Bentes), um assassino brutal O que nunca se espera (Nanie Dias), Encontro Mortal (Marcos Lopes), Notórios (Raphael Redfield).

São contos maravilhosos e para quem gosta do gênero policial é um excelente sugestão, a capa é bem estruturada e antes de alguns contos os autores colocaram frases que simbolizam assuntos criminais.

Atenção: Quem gostaria de escrever um conto para participar do livro Contos Criminais, leia abaixo o que você deve fazer para participar.


Sinopse: Quando a mente humana é usada para o mal, planos mirabolantes podem surgir com propósitos escusos, como chantagem, estelionato, fraude, espionagem, roubo... assassinato! Nas tramas deste novo volume de JOGOS CRIMINAIS, vários ângulos foram explorados, e acabaram por tornar a palavra "crime" uma das mais detestáveis e fascinantes do vocabulário humano. E quando se junta a essas tramas uma certa dose de manipulação, nem sempre o culpado acaba por pagar o que deveria. Aqui o mal assume várias identidades. Entretanto, continua arraigado nos corações humanos.
Prazo de recebimento de textos: Até 30 de abril de 2011
Data de lançamento do livro:
julho de 2011Organização: Sérgio Pereira Couto
CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS






17 comentários

  1. Amei!!! Eu quero esse livro, até por que tem um conto da Nanie e quero ler...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! E fiquei muito feliz de ter meu conto escolhido pra resenha entre tantos outros contos geniais =D E que venha o segundo volume! ahahaha

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado pela menção, fiquei bem feliz =)

    Parabéns a todos os autores.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Ótima resenha!
    Deu até vontade de ler agora...=P

    ResponderExcluir
  5. AMEI A RESENHA!! E ESTOU HISTÉRICA PARA LER ESTE LIVRO!! HEHEHEHEHE

    Fiquei super curiosa com todos os contos...e o da Georgette me fez querer ler ainda mais...pois estou louca para me testar e ver se vou conseguir sacar logo o culpado ou realmente só na finaleira é que vou descobrir!

    ResponderExcluir
  6. Acho muito interessante os projetos relativos a antologias pois permitem reunir autores novos e outros já conhecidos e nos proporcionar uma leitura agradavel e diversificada.

    Esta em questão parece ter todo um toque de suspense e intriga permenando-a; mesmo não sendo fã do gênero fiquei curiossimos para ler Lucius, depois de ter trocado umas palavras com a Pati, e tbm por já conhecer o trabalho da Georgette.

    Em resumo adorei a resenha, foram muitos contos bons que nos instigam a lê-los e esperar ansiosos pela segunda antologia!

    Parabéns maninha! \o;

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que resenha bacana.
    Obrigada por falar sobre meu texto, ele causou em você realmente o que eu pretendia.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tudo bem?
    Quer concorrer a um exemplar do livro O Anjo Maldito?
    É muito fácil, veja:
    http://susyramone.blogspot.com/2010/12/promocao-o-anjo-maldito.html

    Bloody Kisses!

    ResponderExcluir
  9. Oi Pati!

    Tava devendo coments aqui... mas hj li todo o post e agora posso comentar hehehe

    Não sou fã de contos. Gosto de história maiores e com um desenvolvimento mais expressivo, porém estou me surpreendendo com a quantidade de contos bons que estão sendo lançados. *diga-se de passagem, influência do Gu*

    Me interesse por "Lucius" (culpa tua, amiga!) e por "O Noivado".

    Adorei a resenha ;)

    Beijos =**



    Guria que Lê

    ResponderExcluir
  10. Como assim? Amei amei amei. Adoro histórias policiais. Virou prioridade de leitura
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Adorei essa resenha e fiquei muito feliz pela menção ao meu conto. Vou seguir seu blog.
    Beijos.

    Sandra F.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Olá, voltei rss. Sua resenha é muito bem explicativa. Sabe, o conto que mais gostei entre todos foi o "Rogai por Nós", curti todos e fiquei feliz em fazer parte da antologia junto com trabalhos de qualidade apresentados, mas esse conto em específico me chamou à atenção, se fosse mais prolongado daria um belo filme e o cenário seria fantástico: a Itália!
    Eu também já não leio mais em ponto de ônibus rsss, essa é outra estória incrível.
    Obrigada por visitar meu blog. Se quiser conhecer o outro: http://ladonegrodamente.blogspot.com e se tiver algum outro site, me manda o link pra eu visitar.
    Bom fim de semana!!

    ResponderExcluir
  14. A Resenha ficou otima Paty, parabéns

    Conheço o trabalho da Andross e sei o quando eles zelam para fornecer somente o melhor da nossa literatura. Revelando grandes nomes nacionais e iniciantes.

    De fato Jogos Criminais é um livro capaz de nos fazer pensar em muitos pontos, Quero descobrir que segredo é esse (Rogai Por Nós), além de estar curioso para ler a história de Lucius

    Parabéns novamente a você e ao Blog
    Grande abraço

    Rafael Sales
    www.projeto-penumbra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pela menção aos meus dois contos. E parabéns pela resenha. Abraços. Iza.

    ResponderExcluir
  16. Ótima resenha, já havia lido alguns contos dos meus colegas e fiquei muito contente de estar em uma antologia com tanta gente talentosa.
    Obrigado pela menção do meu conto. Abraço. Raphael Redfield

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Agradeço a menção feita ao Lápide, um conto que até hoje me causa dúvidas interessantes sobre o que de fato acontece ali. E talvez seja essa a graça de escrever mesmo, ver que as histórias podem fugir do preestabelecido e se configurarem de formas próprias, dependendo de quem lê, quando lê, aonde lê (eu continuo lendo em ponto de ônibus) e tantos fatores.
    Abraços aos autores que abrilhantam a antologia e aos leitores que lendo reescrevem nossos textos dia após dia.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!