RESENHA A CRUZ DE MORRIGAN - NORA ROBERTS

sábado, 2 de abril de 2011


SINOPSE

 
ISBN: 8528614689
Páginas: 364
Coleção: Trilogia do Círculo
Gênero: Romance Estrangeiro
Nos últimos dias de verão, com relâmpagos azuis riscando o céu enegrecido, o feiticeiro parou no alto de um rochedo e encarou o mar revolto...
Extravasando seu sofrimento à tempestade, Hoyt Mac Cionaoith esbraveja contra a força do mal que o separou do irmão gêmeo.
Essa força se chama Lilith, uma vampira  demoníaca. Nascida há milhares de anos, ela atrai um número incontável de homens, devastando-lhes a lama com seu beijo maligno. Poderá Lilith ser detida antes que finalmente consiga dominar o mundo?
Hoyt não é páreo para a ninfa do mal. Mas seus poderes vêm da deusa Morrigan, e através dela terá sua grande chance de vingança. Sob o comando de Morrigan, ele deverá reunir cincos outros para formar um círculo de força poderoso o bastante para derrotar Lilith.
Um círculo de seis: ele próprio, a bruxa, a guerreira, a erudita, aquele de múltiplas formas e aquele que ele perdeu. E será com esse círculo, centenas de anos no futuro, que perceberá como seu espírito assim como seu coração se tornaram...
Trilogia do Círculo
2º O Baile dos Deuses: O Círculo dos Seis se prepara para a batalha final contra o exército escuro da vampira Lilith. Na Irlanda, um círculo de pedra serve como um portal e deve levá-los para um lugar e tempo antigos.
É no Geall que todos encontraram seus destinos: O Feiticeiro, A Bruxa, O Erudito, Aquele Shifter e Aquele que Foi Perdido. E quando sua coragem é testada, seus corações estarão unidos como nunca antes...
Lançamento previsto no Brasil para esse mês Abril/2011
3º O Vale do Silêncio: O amor é uma força poderosa, sobretudo quando procede do único vampiro que se atreve a salvar o mundo. Moira, a jovem rainha guerreira de Geall, elevou a espada de seu povo. Agora deve preparar seus súditos para a maior batalha que jamais viram. A soberana tem uma conta pessoal que saldar: os vampiros mataram sua mãe e ela quer vingar-se. Não obstante, há um vampiro ao que lhe confiaria sua alma… Centenas de anos atrás, Cian Mac Cionaoith foi convertido em vampiro por Lilith, mas agora, forma parte do círculo e matará sem vacilar aos outros de sua mesma espécie. Cian ganhou o respeito de seus companheiros, entretanto, ele quer algo mais de Moira, embora seu desejo por ela lhe faça vulnerável. Previsão de lançamento para maio/junho de 2011



RESENHA

Devo começar a resenha dizendo que nunca tinha lido nenhum livro de Nora Roberts, meu primeiro foi A Cruz de Morrigan, e simplesmente adorei a forma como a autora escreve, talvez não leia os outros gêneros da autora, mas com certeza Cruz de Morrigan foi uma agradável surpresa, é um livro despretensioso que une romance e fantasia, com personagens variados, nesse primeiro livro temos feiticeiro, bruxa, vampiro dentre outros, e pelo que vi teremos outros tipos de seres na seqüência dessa trilogia.

O livro começa com uma pessoa que não se identifica que conta uma história para um grupo de crianças, com certeza essa pessoa é um dos personagens, pode até estar meio lerda, mas não consegui identificar, tenho suspeitas, mas mesmo assim sem certezas.

Então é uma espécie de... Era uma vez um feiticeiro chamado Hoyt foi à caça de um demônio, como é identificado já na sinopse sendo Lilith, que converteu seu irmão gêmeo, Cian, em vampiro, ou seja, Hoyt, o feiticeiro, é o personagem central do livro. Mas essa cena do inicio do livro pareceu apenas uma espécie de apresentação do poder de Lilith, do próprio Hoyt e de Cian, já que no decorrer do livro será importante para entender digamos sentimentos dos personagens.



Após a esse início Hoyt é procurado por Morrigan, a deusa da batalha, na qual se origina os seus poderes de feiticeiro, com uma tarefa muito simples, salvar os mundos de Lilith, pois ela está reunindo um exército de demônios para conquistar os mundos... Peraí! Como assim os mundos? Explicando... No caso alguns personagens com poderes especiais podem viajar no tempo, por exemplo, você pode um dia está comendo um pão preto e duro na Irlanda do século 12, ou um belo dia está comendo um Mac em plena Nova York do século 21.

Morrigan depois de lhe informar sobre a sua missão o avisa que deverá reunir um grupo para formar o círculo de seis, sendo que alguns irão encontrá-lo e outros ele terá que procurar... Agora fazendo os cálculos, se Lilith está reunindo um exército de demônios (vampiros) e ele irá enfrentá-la com mais cinco pessoas?  Não dá nem para imaginar uma vitória, não é? Porém essas pessoas têm dons especiais, uma bruxa, uma erudita, uma guerreira, um ser que se transforma em vários, uma pessoa que ele perdeu (Cian).


A primeira pessoa a procurar é Cian (seu irmão gêmeo que é vampiro) ele vive em Nova York, por isso Hoyt terá que passar pelo portal que fica em um local chamado Baile dos Deuses, o que não irá ser fácil, já que Cian já viveu mil anos, apesar de que para Hoyt foi tipo a semana passada que ele perdeu Cian. Essa é uma parte hilária do livro, imagina um cara do século 12 enfrentar o século 21???? Irão rir muito da visão de Hoyt sobre a modernidade.


Iremos conhecer Cian, com certeza irão gostar muito dele, apesar de ser frio (pelo menos ele tenta ser... vocês irão entender após ler o livro), sarcástico, debochado, provocante, todos os seus diálogos têm sempre um toque de humor irônico, e convive com King (estilo segurança de boate), que é praticamente um filho para ele, hã??? Ué?!?! Cian não é frio? Como pode ter um humano como filho? É... Essa é uma das facetas de Cian, por isso tenho certeza que irão gostar bastante dele, voltando à história... Depois de certa resistência de Cian ele decide acompanhar Hoyt nessa jornada; em Nova York Glenna Ward, a bruxa, irá à procura de Hoyt, já que a deusa Morrigan (aquela das missões impossíveis kkkk) envia uma mensagem através de um sonho para ela encontrá-lo. Desculpa, eu sei que está sendo um pouco superficial, mas nas minhas resenhas não tem spoilers e se contar muito, essa resenha irá virar um livro que vou ter que dividir em capítulos kkkk, pois são muito detalhes e quem já leu alguma vez Nora Roberts, sabe que vários acontecimentos são bom ser lidos e não explicados.

Eles saem de Nova York e irão para Irlanda em um determinado lugar, e logo em seguida aparecem mais dois personagens, Moira (a erudita) e Larkin (das múltiplas formas), então Moira é uma futura rainha da terra de Geal, já que a mãe faleceu morta por vampiros, enquanto Larkin é seu primo, e em relação às múltiplas formas é bem interessante... Mas não vou explicar, já que adorei a surpresa quando eu li, e vou deixar para quem sabe... Vocês sentirem o mesmo.


Então já temos seis, já que King que faz estilo segurança de boate pode ser o guerreiro não é? Errado aparece no decorrer do livro o verdadeiro guerreiro, ou melhor, a guerreira, outra personagem interessante, faz estilo Cian, debochada, irônica, sarcástica e podemos dizer prepotente, a Blair e ela nada mais é que uma caçadora de vampiros (desculpa Nora Roberts, mas ela faz o estilo Buffy mesmo, concordo com a Glenna).

Mas está faltando comentar alguma coisa... Sendo Nora Roberts... Cadê o romance?  E realmente a autora sabe escrever um casal cativante, nesse livro, é Hoyt Mac Cionaoith e Glenna Ward, adorei o modo que Nora conduz o romance, apesar desde o início mostra uma grande atração um pelo outro, mas a autora faz o romance fluir calmamente no transcorrer do livro, outro fato que chamou atenção, foi à narrativa das cenas sexuais do casal, sem excessos de detalhes, até de certa forma poética (antes que Dona Scheila venha ser engraçadinha, não estou falando que ele declama uma poesia cada vez que a beija, estou falando que não é descritiva, como se fosse um Galvão Bueno narrando uma partida de futebol, entenderam? E também não duram cincos páginas), são cenas intensas, porém essencialmente românticas.
Obviamente não iria esquecer a nossa “doce” Lilith, realmente tudo que uma vampira deve ser, sem sentimentos (mas já os teve), escrúpulos, verdadeiramente má, interessante que Lilith tem um filho, não explicou como ocorreu, apesar de ter entendido que a criança foi mordida por ela, mas tem uma história de traição do amante, realmente eu acho que não foi bem explicado, o nome dele é Davey, parecido com a mãe, ou seja, adorável e doce, rsrsrs
  

Em relação aos confrontos entre o circulo de seis e os vampiros, foram poucos, já que o grupo está aprendendo a lutar, apesar de todos lutarem um pouco, mas para enfrentar os vampiros devem ser mais rápidos e agressivos, pois os vampiros que Nora criou que gostei também, é que ela não estilizou o vampiro, eles continuam fugindo de estaca, luz do sol, são extremamente rápidos, ou seja, vampiro puro, a única diferença, é que os vampiros mais velhos podem se transformarem em animais. Acho que o melhor confronto mesmo será o do final do livro, porém tenho certeza que os dois próximos livros terão reais batalhas.
O primeiro volume da Trilogia do Círculo se baseou na história de casal Hoyt e Glenna, e na apresentação dos personagens, posso estar enganada, mas foi o primeiro livro que Nora escreveu sobrenatural, e posso dizer que está aprovadíssima, a narrativa que ela criou nos cativa, nos prende, e você só irá largar quando ler a última página, ela conseguiu colocar todos os elementos em um só livro,  todos  os personagens sem exceção são cativantes, apesar do foco nesse primeiro ser Hoyt e Glenna, mas você não consegue deixar de ser instigada a querer conhecer profundamente Cian, Larkin, Moira, Blair (que possui uma ligação com Cian e Hoyt), e até porque não a história de Lilith, e são muitos os personagens que poderiam levar o livro a perder o ritmo, mas ela consegue com uma maestria nos presentear com uma leitura intensa, romântica, bem humorada e ao mesmo tempo assustadora e horripilante.

Recomendo a todos, e quem nunca tinha lido Nora Roberts como era eu caso, após esse livro vocês irão se apaixonar pela autora, tanto que já garanti os dois primeiros da série Mortal (Nudez Mortal e Glória Mortal) em breve resenha no blog.



ONDE COMPRAR: CLIQUE AQUI
BOOK TRAILER






MARCADOR
DE LIVRO

 

9 comentários

  1. Parabéns pela Resenha amiga! Adorei todas as citações e fiquei louca para desembrulhar o meu e já cair na leitura...mas vou primeiro terminar o meu Louco aos Poucos...hehehehe...achei interessantíssima a trama, Nora pelo visto fundiu vários elementos de Wicca, assim como culturas, Morrigan é a Deusa da batalha na cultura Celta (os Druidas/Wiccas originais)e tudo isso sempre me facinou profundamente.

    Gostei muito dos personagens, que pelo visto estão muito bem definidos e embasados, também ainda não li nenhum livro da Nora e este pelo visto também vai ser o meu primeiro. Gostei muito da imagem da Eliza Dushku (Dollhouse) como Blair, na verdade eu sempre achei ela com mais jeito de Buffy do que a Sara Michele...como sempre você arrasou nas ilustrações!

    NAMASTÊ!

    ResponderExcluir
  2. Não li... só dei uma olhada nas montagens... nem li as citações ainda... porque estou terminando a leitura do meu... e não posso ser influenciada por uma resenha muito superior as que faço normalmente... assim que postar a minha resenha... corro aqui e comento.
    Adoro suas resenhas e o Guardiã!

    ResponderExcluir
  3. Oii!!
    Caramba!! Resenha mais que mara!! rs'
    Pra variar as montagens estão show!!!!
    Não conhecia olivro, nem nunca li nada da Nora Roberts, mas me interessei. O livro é cheio de elementos que eu gosto e se vc recomenda é pq é bom mesmo!! rs'
    Bjoos

    ResponderExcluir
  4. Uauuu \o/
    adorei a sua sinopse
    deu até vontade de ler o livro...
    vou correr para comprar o meu

    @entrelinhas02
    http://entrelinhas02.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Faz tempo que ouço boas criticas sobre os livros de Nora Roberts ... mais ainda não tive coragem nem força de vontade para comprar um livro dela ... tenho medo de não gostar ... ou até mesmo de gostar tanto que minha lista vai crescer mais e mais ... hihihi

    ResponderExcluir
  6. Louca pra ler esse livro, adoro a Nora e todos os livros dela me encantam xD

    Marina - livrospelacasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O que dizer dessa resenha? Perfeita!!!! Tenho o livro aqui, mas ainda, para variar, não li... Acho que não é muito o tipo de vampiros que estou acostumada, que gosto... Porém algo me diz que vou adorar o livro. Vou ler depois que chegar o do Book Iour da Harlequin!

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada da Nora, mas já encomendei o meu A Cruz de Morrigan na livraria. Estou ansiosa pra começar a leitura.
    Bj
    @Mariskal

    ResponderExcluir
  9. Ai paty! Não posso mais ler suas resenhas... Você me deixa ansiosa para ler qualquer livro...Nunca li nada da Nora tbm, mas tenho a impressão que vou gostar e A Cruz de Morrigan tá me chamando...rsrsrs...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!