RESENHA POBRE NÃO TEM SORTE - LEILA REGO

sexta-feira, 24 de junho de 2011


http://www.glitterfy.com/




SINOPSE
Editora: All Print
Número de Páginas: 208
ISBN: 9788577187348
Ano: 2009
Comprar: Lojinha da Leila
Gênero Literário: Literatura Nacional

Toda garota do interior sonha em se casar com o cara de seus sonhos, ter uma casinha, filhos e ser feliz até que a morte os separe, certo?
E se esse cara for lindo, rico, super fashion e divertido?
E se tal "casinha dos sonhos" for um mega apartamento no melhor bairro da cidade?
Uau! Mariana encontrou o cara perfeito e vai se casar com ele!
E nada de casinha! Isso é coisa de gente que pensa pequeno. Mariana vai ter o apartamento dos sonhos que já vem incluso no pacote: case com um homem rico e vá morar em grande estilo.
E quanto a filhos e ser feliz até que a morte os separe... Bem, ela ainda não pensou nesses detalhes. Afinal as prioridades vão para as coisas bem mais interessantes como, por exemplo, o vestido de noiva perfeito, o que o colunista vai dizer sobre o seu casamento no tablóide de domingo, o que as amigas e inimigas irão comentar, quem entrará na lista de convidados para sua despedida de solteira, etc.
Mas isso só sura até um dia em que Mariana... Bom, leiam o livro e descubram.


BOOK TRAILER























RESENHA

Antes de coeçar a resenha do livro Pobre não tem sorte da autora Leila Rego, mas tenho que confessar... Quando o li pela primeira vez o livro eu não gostei... Simplesmente antipatizei com o livro pelo gênero chicklit que demonstrava ser livro, já que eu particularmente não gosto muito desse gênero, então foi complicado primeiramente fazer a resenha, então enrolei... enrolei... Até que decidi fazer essa semana, então tive que ler novamente... e para minha surpresa eu AMEI o livro, estou até com crise de DPL para ler Pobre não tem Sorte 2, mas como assim gostei??? Pois é... Mariana ensinou que podemos mudar, só tem que ver a de outro ângulo.

A questão da mudança é que enxerguei a Mariana não só um personagem de um livro, e sim como um ser humano... hã? É Mariana é um pouco de todas nós... Quem em uma etapa da vida ou até na atual, não parece um outdoor, bolsa da marca daquilo, calça de marca disso, blusa de marca daquele????
Quem nunca passou por uma fase de valorizar as coisas erradas e menosprezar as certas, isso vale para bens materiais quanto para pessoas? Ou reclama da vida que tem, sendo que tem tudo de mais importante? Entre outras coisas, ou seja, todo mundo foi uma Mariana, ou tem uma filha Mariana, ou está passando pela fase Mariana.


Mariana do livro é mostrada inicialmente, como uma menina fútil, mimada, egoísta e completamente desmiolada (em minha opinião é a única característica divertida e não um defeito), já que o livro começa podemos dizer pelo meio, já que essa é a linha entre a mudança de Mariana, e o retorno de Mariana para seus valores.











http://www.glitterfy.com/




No decorrer do livro você irá entender um pouco porque Mariana se perdeu tanto em si mesmo, posso te adiantar, e quem já não passou por isso, imagina uma menina de uma família classe média modesta, que namorar um garoto, no caso Edu, de classe alta e que mostra para ela um mundo que só consome do bom e do melhor?



Entenderam? E na época ela era adolescente, as mudanças de Mariana ocorreram num período de 7 anos, esse é o tempo do namoro dela e do Edu, a menina pirou, já com 24 anos (é a idade dela no livro), ela é outra pessoa... A Mariana que Edu se apaixonou sumiu... antes Mariana era carinhosa, humilde, divertida (isso ela não mudou), criativa para se tornar tudo isso já citado.
Então o livro não trata somente de uma menina pirada, consumista por roupas de marcas, nos mostra um ser humano com defeitos e que um dia possui qualidades, e a busca de se reencontrar e o quanto é difícil reconhecer seus próprios defeitos.



Ué então é um livro sério??? Que nada... é divertidíssimo, a nossa Maria, é doidinha, tem umas tiradas excelentes, que fazem você passar vergonha se ler no ônibus kkkk, pois você vai rir sozinha, além da leitora ter um cursinho de marcas famosas, que confesso que não conhecia, e todo o vocabulário marianês, com nomes e siglas... Vocês sabem qual é a definição de P.O.V.O ??? Não? Eu sei... Mas terão que ler o livro para saber...



O Edu, no primeiro momento achei covarde, ele não estava gostando das mudanças de Mari, e mesmo assim nunca foi aberto e deixou a situação rolar, e digamos eliminou a situação na pior atitude possível, mas ao mesmo tempo foi bom e ruim, pois deu uma acordada em Mariana.







Glitter Words
[Glitterfy.com - *Glitter Words*]



Mas quem realmente deu aquela sacudida foi a amiga Clara, é aquele tipo de amiga, que cada uma de nós precisamos, aquela que fala na cara mesmo você não querendo escutar, ela não coloca florzinhas e perfumes nas frases, é direta e objetiva, e com certeza foi a pessoa responsável pela mudança, um pouco né? de Mariana, como falei a autora escreveu uma personagem bastante real, ou seja, ninguém muda da noite para o dia e nem em 208 páginas kkkkkk.




Um ponto alto do livro foi o diálogo aberto de Mariana e Edu, eles praticamente nos mostraram que mesmo não havendo amor (isso eles acham que não existe mais) pode-se ter uma conversa franca e tranqüila, e que isso pode ajudar em suas relações futuras.

Uma cena engraçada é da empregada funkeira da Mari, kkkkk Cidão do pancadão é ótima.


Para finalizar, eu continuo não gostando de chicklit, mas sempre lerei qualquer livro que Leila Rego lançar, porque ela faz você ficar com raiva, rir, chorar e se identificar com os personagens e situações descritas no livro.


Ahhh... já ia esquecendo Pobre não tem Sorte 2, conta a história de Mariana em São Paulo, ela é de Presidente Prudente (interior) e agora vai para capital, ou seja, São Paulo será pequena para Mariana. Rsrsrs...



POBRE NÃO TEM SORTE 2


Título Original: Pobre não tem sorte 2 – Alguma coisa acontece no meu coração
Editora: All Print
Número de Páginas: 341
ISBN: 9788577187331
Ano: 2010
Comprar: Lojinha da Leila
Gênero Literário: Literatura Nacional

SINOPSE:
Mariana Louveira precisou cair do salto (parcelado em várias vezes no cartão) para aprender que a vida pode não ser lá tão glamorosa como sempre quis, e que sentimentos valem muito mais do que uns óculos Prada. Tarde demais! Mari é abandonada pelo noivo Edu horas antes do casamento. Sem casório, Mari só encontra uma solução: ir para São Paulo em busca de seus sonhos, ao lado da amiga Clara. Agora, a nossa protagonista, munida de um Bilhete Único, precisa arregaçar as mangas de um de seus terninhos chiques e batalhar por uma oportunidade. Em uma história pra lá de gostosa e divertida, Leila Rego narra todas as aventuras de Mariana em Sampa, desde as entrevistas de emprego, até as baladas mais malucas e cheias de confusão. E, no vir das mudanças, será que ela finalmente vai esquecer Edu e dar a volta por cima? As dificuldades da vida valem mesmo como aprendizado? “Pobre Não Tem Sorte 2” é uma lição de amadurecimento e força de vontade, mas prepare-se para dar muitas, muitas gargalhadas, afinal, estamos falando de Mariana Louveira! 





SOBRE A AUTORA


Leila Maria Vicente Dias Rego nasceu em junho de 1974, em Cafelândia, Paraná. Aos quatro anos mudou-se com a família para Alta Floresta, Mato Grosso, onde não havia sequer energia elétrica.  Sem televisão, “no meio do nada”, sua infância foi regada de histórias, livros e brincadeiras com os dois irmãos mais velhos.
Os primeiros anos de estudo foram numa escola rural da região, na qual a inesquecível professora Gorette dava aula, numa mesma sala, para alunos de séries diferentes. O desejo de viajar e conhecer outras culturas foi determinante para que, anos mais tarde, optasse pela faculdade de Turismo – cursada em Foz do Iguaçu, Paraná. Entretanto, sua mudança para São Paulo, em 2000, abriu oportunidades em empresas privadas, onde trabalhou por diversos anos na área de Recursos Humanos.
Para se desligar um pouco do dia a dia estressante que vivia na capital paulista, começou a escrever histórias infantis despretensiosas para lê-las para seu filho mais velho antes de dormir. Apesar de nunca ter sonhado em escrever um livro, tomou gosto pela literatura e, simplesmente, deixou a inspiração tomar conta. Leitora voraz, suas autoras preferidas são Marian Keyes e Shopie Kinsella – ambas ícones do estilo chick-lit.
Em 2009, publicou seu livro de estreia, Pobre Não Tem Sorte”, direcionado ao público que, como ela, adora uma boa história chick lit. Em 2010, lançou “Pobre Não Tem Sorte 2 – Alguma Coisa Acontece No Meu Coração“.
Atualmente mora em Vinhedo, interior de São Paulo, com seu marido e dois filhos.

Página da autora: clique aqui


Em breve promoção...

8 comentários

  1. O livro parece ser muito divertid e já havia chamado a minha atenção, agora que vi o nome da protagonista fiquei ainda com mais vontade de ler.

    Otima review! =D

    Beijokas

    Mari - @oblogdamari

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Patrícia! Estou ansiosa para ler Pobre Não Tem Sorte 1 e 2. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ai q fofo! Amei amiga!! Mta purpurina!! rs'
    Lindo msm, vc tem o talento!!

    Beijoooooo

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua resenha, eu já li o PNTS 1 e me diverti muito com a Mari, to louca pra ler o 2, mas vai demorar um pouquinho, a verba anda curta, rsrs! Parabens pela resenha, adorei, bjo!

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente inda não li nenhum dos 2 livros. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. O livro parece bem cômico, mas sei lá o único mais ou menos nesse estilo que eu curto é a série da Queen Betsy e pq é de vampiros!
    beijos
    Susana

    ResponderExcluir
  7. Adorei!!! Muito boa a resenha...e mesmo não gostando de chiclit este livro parece que te conquistou mesmo hã?? E qualquer semelhança entre alguém que eu conheço e a amiga Clara..será que é realmente mera coincidência?? hehehe

    Parabéns pela resenha amiga!!

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei muito doo livro e concordo com tudo que você falou...Agora estou louca por PNTS 2.
    Resenha FANTÁSTICA amiga!!!
    Bjos!!!
    Andréia
    Sentimento nos Livros

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!