RESENHA UM GOSTO DE VIDA (1º LIVRO DA TRILOGIA AS IRMÃS KEYES) - SUSAN MALLERY

sábado, 27 de agosto de 2011



Título Original: Sweet Talk
Coleções: Romance
Tradução: Ana Rodrigues
Editora: Harlequin Books Brasil
Tema: As Irmãs Keyes
Edição: NY 041
Nº de Páginas: 320
Formato: 14 x 21 cm
ISBN: 978-85-398-0073-5

Sinopse
Existe algo mais doce do que o primeiro amor? Não pergunte para Claire Keyes. Aos 28 anos, ela é considerada um prodígio do piano. Porém, em seu currículo amoroso não há um relacionamento sério, tampouco um caso de verdade. Sua carreira de concertista deixou pouco espaço para amigos e parentes. E é por esse motivo que Claire não visita Nicole e Jesse, suas irmãs, nem a tradicional confeitaria da família há anos. Mas agora Nicole está doente e já faz tempo que Jesse desertou. Sem considerar o fato de Claire não saber botar água para ferver, ela está determinada a bancar a dona de casa. Criar laços com as duas irmãs está no topo de sua lista... junto com se apaixonar ou, pelo menos, ser seduzida pela primeira vez.
Apesar de ser um homem tão atraente quanto sério, pode ser que Wyatt se encaixe nos planos de Claire. Embora não pare de dizer que ambos vêm de mundos diferentes, ele fica mais aceso do que forno de padaria sempre que ela se aproxima.
Se continuar assim, talvez Claire dê a ele uma chance... e deixe um gostinho de quero mais.

Leia o primeiro capítulo (clique aqui)






RESENHA



Quando vi pela primeira vez o livro no site da Harlequin, me apaixonei pela capa, gostei da sinopse, e já que não tinha lido nenhum livro da autora resolvi esperar um pouco pelas resenhas, foi quando li a resenha da Ci do site Fotos e Livros fiquei com vontade adquirir, na minha viagem a POA fui na Cultura e comprei o livro, na volta para Pelotas, comecei a lê-lo no ônibus, e só parei porque anoiteceu e não tinha como continuar... O livro é realmente a narrativa é envolvente e cativante.

Um Gosto de Vida é o primeiro livro da trilogia As Irmãs Keyes, cada livro irá focar a vida de cada uma das três irmãs (confira os personagens na montagem acima), nesse primeiro livro a personagem principal é Claire Keyes, uma pianista talentosa que vive em Nova York e desde aproximadamente 6 anos de idade se dedica a carreira de concertista, e por esse motivo entre outros explicados no decorrer da narrativa foi afastada da família, ou melhor dizendo, afastaram-na da família.

Claire está passando por um momento delicado na sua vida profissional, por acaso do destino recebe um telefonema da irmã mas nova Jesse, pedindo para Claire ir a Seattle, pois Nicole (irmã gêmea de Claire) irá fazer uma cirurgia e precisa de ajuda para confeitaria no tempo que Nicole se recupera, e Claire decide ir, já que pode ser uma oportunidade para se aproximar da família no caso das irmãs.
Jesse encarou a irmã por um longo tempo.
- Sei que você não vai acreditar em mim. Nicole também não acreditou. A verdade é que não sei por que aconteceu. Porque tinha que acontecer. Talvez seja porque eu venho fazendo besteira com a minha vida o tempo todo. E essa foi só mais uma forma de tornar as coisas piores.
- Não é um motivo bom o bastante.
Jesse voltou a olhar longamente para Claire. Então abriu a porta do carro.
- Que engraçado. Foi exatamente isso que Nicole disse.

O mundo de Claire era cheio de limitações, horários, com isso ela não vivia, na visão de Nicole achava que a irmã vivia em festas, adorava a vida que levava, realmente Claire adora tocar piano, mas por outro lado ela não tinha vida social, amigos, sempre alguém fazia as coisas para ela, ou seja uma vida normal não existia para Claire, nunca fez nada além do piano, e realmente não era culpa dela, pois foi levado a esse mundo sem ao menos deixarem ela opinar, já que os pais morreram cedo, deixando ela aos cuidados da empresária e tutora, Lisa.
A entrega absoluta ao sofrimento durou cerca de dez minutos. Então, Claire se levantou e foi até o banheiro lavar o rosto.
- Você sabia que não seria fácil – disse ao seu reflexo no espelho. – Vai simplesmente desistir?

E Claire enfrenta vários obstáculos ao chegar em Seattle, primeiro não sabe fazer absolutamente nada, exemplo nem abrir o porta-malas de um carro, dirigir já foi uma tortura já que ela não dirigia em Nova York, além de enfrentar o melhor amigo de Nicole e ex-cunhado de Nicole, Wyatt Knight, que nem a conhecia e já descarregou todo o seu descontentamento por ela, devido às informações deturpadas de Nicole em relação a Claire.


E para piorar a irmã a trata como se Claire fosse uma criminosa, realmente a autora construiu a personagem de Nicole realmente irritante, o leitor se antipatiza com as atitudes de Nicole, apesar de estar passando por uma fase ruim na vida, além de estar se separando do marido e ter um desgosto com a irmã Jesse que ela criou desde pequena, Nicole é uma pessoa amarga, e o pior de tudo, sente-se mártir, ela me passou ser daquelas pessoas que fazem pelos outros, mas esperam que depois a coloquem num altar por isso e a reverencie.


Enquanto Nicole continua sendo estúpida, Claire começa a crescer como pessoa, se supera a cada dia, tanto com um simples frango assado, até superar certos obstáculos que estão impedindo continuar com sua carreira profissional. 

Nesse crescimento Claire começa ser vista de uma maneira diferente por Wyatt, apesar desde início ele sente uma atração por Claire, porém fica reprimindo por todos os contras que Nicole falou sobre Claire, mas com o tempo de convívio com a ajuda indireta de sua filha, Amy (que é deficiente auditiva, na qual Claire passa a cuidar, já que tem fazia isso era Nicole), irá começar uma relação entre os dois (Ok!!! Tem hot sim), mas diferente do que Nicole pensa, nem tudo é fácil para Claire, ela irá se envolver com Wyatt porém ele não quer nada sério, já que teve problemas com a mãe de Amy no passado o que deixou ele fechado para relacionamentos. 
Eu realmente me apaixonei pelo personagem da Claire, a autora fez uma personagem doce, inocente, e até mesmo insegura, numa personagem forte, decidida, mas acho que Claire sempre foi assim, mas por ter sido controlada por todos, e sem oportunidade de viver, e quando conseguiu a liberdade ela realmente conseguiu organizar e controlar sua vida.
(...) – Se fosse eu no lugar de Claire, não teria ido a Nova York para tomar conta dela. Teria deixado que ela se virasse sozinha.
Wyatt puxou o cabelo dela de leve.
- Espera que eu julgue você por isso?
- Talvez. Eu estou me julgando. Não fiz nada além de ser cruel com Claire, e ainda assim ela apareceu para me ajudar. Claire deixa que seu coração a guie.
- Eu sei.

A forma como Susan Mallery conduz cada personagem é interessante, Claire apesar de ser a personagem central, ela não conduz a narrativa, descobrimos da parte dela apenas seus sentimentos, cada personagem interage com o leitor, você acaba descobrindo o que cada personagem pensa através dos próprios, não existe num narrador e sim cada personagem serve de interlocutor com o leitor. 

A autora conduz a narrativa de um jeito tão natural, que transparece ao leitor que os personagens são reais, você torce o tempo todo por Claire, ou seja, você acaba interagindo no decorrer da leitura.

Sei que a autora realmente não lerá isso, mas gostaria de agradecer a Susan Mallery pelo “doce” livro que me fez deleitar a cada página tanto pelos personagens como também pela linda narrativa.

O segundo livro da Trilogia das Irmãs Keyes, já foi lançado pela Harlequin, intitulado Um Gosto de Amor, e a personagem é a Nicole Keyes (já que no final do primeiro livro ela melhora, então realmente fiquei com vontade de ler o próximo kkkk) em breve resenha, e acho que irá ser ótimo pelo que pude perceber Hawk irá conquistar Nicole de jeito.
Leia o primeiro capítulo
(clique na imagem abaixo )
 


MARCADOR DE LIVRO

Links
(autora, editora, onde comprar)










10 comentários

  1. Patty, essas capas enchem meus olhos desde as resenhas no blog da Ci! E agora estou decidida! Hj mesmo vou passar na Cultura, já que tenho de levar meu filho no Mc Dia Feliz, e vou comprar os dois volumes! Nada mais justo já que não vou para a Bienal!

    ResponderExcluir
  2. Affe o que falar dessa resenha? Nem sei por onde começar ... vc escreve super bem Paty ... e suas montagens nos envolvem mais ainda na resenha... junto a da Ci e a sua ... bom ... olha eu correndo para comprar o livro

    ResponderExcluir
  3. Impossível. As resenhas da Paty me deixam louca pelo livro. Já o tinha visto, mas não sentia a necessidade de comprá-lo urgente, mas agora..aff...Tenho que correr para a livraria.
    Valeu Paty...rsrsrsrs..
    Bjos!!!
    Andréia
    Sentimento nos Livros

    ResponderExcluir
  4. Caramba!! Quando vi o livro nem lhe dei a devida atenção!! Agora eu quero e quero muito!! Clare parece ser uma personagem daquelas que a gente sofre e ri junto, e esse trecho do uique-sutiã-cor-de-rosa, ainnnnnnnn!! S2
    Quero muito!!

    Beijooooooooos

    ResponderExcluir
  5. Desculpe-me a demora em comentar... mas meus finais de semana estão ficando super cheios e sem tempo para comentar...

    Realmente 'Um gosto de vida' é um livro delicioso... assim como a capa... me tornei fã de Susan Mallery, e quero logo 'Um gosto de amor', mas o tempo anda pouco e a pilha de livros não para de crescer...

    Não nos prive de suas resenhas, por favor!

    ResponderExcluir
  6. Menina...Adorei a resenha!
    O livro parece ser muito romantico e os quotes são ótimos.
    Morrendo de vontade ler!
    bjs

    ResponderExcluir
  7. A cada resenha lida a vontade de ter o livro em mãos e devorar é maior. As passagens citadas só aumentam o encanto que já é transmitido na sinopse e deixam um gostinho de quero mais.
    Bjkas!!

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  8. Adorei o primeiro livro, a estória é super envolvente, divertida e vc morre de rir com atrapalhadas da Claire, eu gostei da Nicole, apesar de achar que ela pegou pesado em alguns momentos, mas ela tinha , muitos motivos nçao só por conta do que houve com Claire mas tbm por conta do que Jesse fez.
    Quero muito ler o livro da Nicole! kkkk

    ResponderExcluir
  9. I wanted to thank you for this great read!! I definitely enjoying every little bit of it I have you bookmarked to check out new stuff you post It’s really great article. I would like to appreciate your work and would like to tell to my friends.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, Claire parece ser uma personagem encantadoramente adorável! Por tudo o que ela passa e essa falta de liberdade, ela tenta crescer mesmo com barreiras.
    Adorei toda a trama criada pela Susan Mallery e certamente irei ler essa trilogia, afinal me encanto a cada resenha que leio.
    Ainda nem conheço essa Nicole e já quero matá-la. Pode isso? HAHAHA
    Mesmo que ela melhore, ainda não confio nela! '-'
    Os trechos durante a resenha me deixam com uma imensa vontade de ler o livro logo!! Parabéns Paty. (:

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!