Lua das Fadas e o Furacão Literário chamado Eddie Van Feu

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Lua das Fadas
Eddie Van Feu
 Editora : Escala
ISBN: 7897763454484
Ano: 2011
Páginas: 270
 
Sinopse: Depois que a melhor amiga Analice desaparece misteriosamente, Bianca recebe estranhas pistas de que ela possa estar no Mundo das Fadas. Buscando ajuda do anjo encarregado do reino dos elementais do Ar, Rafael, Bianca acaba conseguindo como guia o anjo Zacariel, que não parece muito confortável nesta missão. Antes de tudo eles precisam conseguir o Elixir de Tir Nan Og com a Rainha Paralda, sem o qual Bianca virará pó quando (e se) voltar para seu próprio mundo. Em seu caminho, eles encontram fadas, ninfas, sereias, sátiros, elfos e cidades de humanos desaparecidos, sempre tentando evitar a temida Corte Unseelil, o terror do Reino das Fadas.Mesmo discutindo quase o tempo todo, Bianca e Zacariel precisam unir suas forças para sobreviver e encontrar Analice, enquanto tentam compreender seus próprios sentimentos e descobrir quem afinal está guiando quem e para onde.


Resenha: Tudo começa, quando Bianca uma menina tímida, de poucos amigos e com uma fascinação por livros decide que sua vida precisa de mais ação. Cansada da mesmice de sua vida, Bianca anseia por emoção e aventura, exatamente como as dos livros que ela tanto gosta, e é tentando satisfazer esse anseio por novidades, que acaba convencendo sua melhor amiga Analice a se aventurar nos mistérios de um tabuleiro Ouija. O que as duas meninas não poderiam imaginar é que o tabuleiro, que até então é considerado por ambas apenas uma brincadeira, é realmente uma passagem para um mundo novo e fantástico. Levadas pela emoção do momento, não percebem o risco que correm e é durante essa malfadada brincadeira que algo muito estranho acontece. 
Analice simplesmente desaparece depois que uma forte ventania invade o quarto de Bianca.

Tendo de conviver com a culpa e com a angustia de não saber o que realmente aconteceu à amiga,Bianca passa a fazer sua própria investigação, juntando pistas que foram imediatamente descartadas pela policia, por serem consideradas descabidas e sem sentido. A garota chega a conclusão de que Analice não fugiu, como todos vem dizendo.Todas as pistas indicam que ela foi raptada e não por alguém desse mundo, mas sim, por seres encantados que até aquele momento só tinham estado nas paginas de seus livros. 
Mas como convencer a policia de que sua amiga está no "Mundo da Fadas"? 

Em um momento de completo desespero, Bianca pede aos céus que lhe mandem pistas do paradeiro de sua amiga, e é logo após , que acaba recebendo pelo correio um estranho livro, aparentemente sem remetente, mas que pode ser a solução de uma parte de seus problemas.

Com a ajuda do misterioso livro sem remetente, Bianca acaba descobrindo um ritual que convocará Rafael, que segundo o livro, é o anjo responsável pelo reino dos elementais do ar, só que quem acaba indo em seu socorro é o anjo Zacariel, um dos muito anjos que auxiliam Rafael em seus  afazeres angelicais. Apartir desse momento, Zac se torna seu guia em uma jornada ao outro mundo, para resgatar a sua única amiga, mas manifestando-se somente como uma voz em sua cabeça, deixando-a parcialmente sozinha em um lugar desconhecido.

"— Você é sempre tão dramático, Zac?
— Só em missões suicidas. (…)"



 A jornada tem início, e  junto com ela, os problemas começam.
Bianca é curiosa, e logo se mete em grandes problemas, obrigando Zac a assumir sua forma corpórea para vigiá-la de perto e evitar que ela se distraia com todas as novidades desse encantador e desconhecido lugar, mas o que Zac não poderia imaginar é  que ele mesmo acabaria por ser a maior distração de Bianca. 
Com seus encantadores olhos azuis, o anjo desperta o interesse da menina quase instantaneamente, a deixando em um perigoso dilema e em um conflito de emoções.

(...)"Ah! Desculpe, eu deveria ter deixado que cortassem sua cabeça!-respondeu ela, que esperava um pouco mais de gratidão e não uma bronca.- Tá vazia mesmo, não ia fazer diferença!"(...)
Então,Bianca e Zac partem juntos em direção ao castelo da Rainha Paralda, em busca de algo que pode decidir o sucesso da missão e também o destino de Bianca.


"(...)Também imaginou por que a divindade daria veneno a criaturas como aquelas.O estrago que causavam já não eram grande o bastante?Mas lembrou que, em seu mundo, pessoas com grande capacidade de fazer estragos também pareciam ter facilidades desnecessárias, como recursos, dinheiro e poder.São os caminhos divinos que ela provavelmente nunca entenderia.(...)"
Lua da Fadas foi o melhor livro que eu já li nos últimos anos, é uma leitura fluente e  divertida, com personagens incríveis e muito bem desenvolvidos, que nos transmitem lições de amor, amizade, lealdade e principalmente superação.
Eddie Van Feu teceu uma teia de acontecimentos, que te prende ao livro do incio ao fim, que te faz vibrar com cada conquista de seus personagens e compartilhar de  seus momentos de angústia e aflição.

O livro em si, é maravilhoso, contendo ilustrações de seres que ao longo da história vão surgindo, o que permite que sua imaginação extravase e você realmente embarque nessa aventura incrível. Publicação da edita ESCALA, Lua das Fadas é um livro para se ter em casa sempre ao alcançasse das mãos.

O único ponto negativo é a grande quantidade de erros gramaticais (chegando a errar o nome da personagem principal) erros grosseiros que estão gritantes ao longo de quase todos os capitulos, mas isso não impede que a história seja encantadora e envolvente, apenas nos deixa chateados pelo desleixo para com uma escritora maravilhosa. E realmente esta linda histórica é toda mérito da Eddie que escreveu Lua das Fadas em apenas uma noite (segundo ela contou à Guardiã durante sua visia aqui à Porto Alegre).

Para quem não conhecia a autora Eddie Van Feu, assim como eu, vale lembrar que ela é a autora da série WICCA, que quem ainda não leu pelo menos já ouviu falar, pois já vendeu mais de 1milhão de exemplares desde o lançamento. Eddie é carioca, e além de escritora, jornalista, roteirista, desenhista, ilustradora e editora é bruxa nas horas vagas. Normalmente escreve sobre assuntos exotéricos.


O Furacão Literário chamado 
Eddie Van Feu

Tive o prazer em conhecer a Eddie pessoalmente durante a Feira do Livro aqui em Porto Alegre em 2011, através da Carol Mylius que fez a capa maravilhosa e todas as ilustrações de Lua das Fadas.

De uma simpatia ímpar, Eddie cativou os leitores gaúchos, durante o lançamento de A Vassoura atrás da Porta a legião de fãs não deu trégua. Filas quilometricas aguardavam por um autógrafo de Eddie e Carol, assim como fotos, abraços e muito encanto. Além de distribuir amuletos, Eddie mais do que tudo irradiou muita energia positiva para todas as pessoas que foram vê-la.

Foi muito legal encontrar inclusive um ex-funcionário meu na fila, ele veio de Campo Bom exclusivamente para conhecer a Eddie e autografar seus livros com ela.


A atenção com os fãs e a magia da sua alegria foram como um furacão agitando as coisas pela feira, visto que este ano realmente sentimos falta de grandes autores como Eddie mobilizando a galera.

E ela fez de tudo por aqui, várias oficinas e workshops sobre magia e um encontro com os blogueiros para um jantar no Praia de Belas.

Em nosso encontro falamos muito sobre a cena literária no Brasil, sua trajetória...muito legal conversar com alguém tão especial como ela. Aproveitei para tietar muito, visto que todos os meus almanaques de Wicca foram escritos pela Eddie...foi maravilhoso conhecer todo o seu trabalho. Lua da Fadas foi apenas o início de sua incursão pela literatura de aventura para jovens leitores, ela também conta com Alcatéia Prateada e O Pacto (este em breve teremos resenha por aqui!).

 Os Gaúchos estão encantados por você Eddie e te esperamos mais vezes aqui no Sul!!


6 comentários

  1. eu ADOREI este livro, só que (ao menos a edição que tenho) é extremamente cheia de erros, falhas, trocas de nomes de personagens, erros de português... cheguei até a quase desistir da leitura.
    Espero que a Eddie encontre uma editora melhor, pois esta me decepcionou muito :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o livro é muito bom, mas as falhas de edição acabaram apagando um pouco o brilho da obra.
      Mas como a narrativa é MARAVILHOSA a leitura compensa mesmo com estas falhas.

      A Eddie simplesmente foi brilhante na construção da trama e das personagens.

      Excluir
  2. Não conhecia esse livro, mas a série wicca eu conheço de longas datas, rs.
    Parabéns pela resenha verdadeira.
    Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Nao pude conhecer a Eddie quando vei a POA mas ja li uns livros dela por indicação da Carol e amei, um dos meus favoritos é lua das fadas .

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!^ ^
    Infelizmente a editora Escala não faz revisão dos livros que publica, o que é um desrespeito com o autor e com o público, mas livros não são o que eles costumam publicar por isso esse descaso.
    O bom da editora é que o livro está disponível em qualquer lugar e é um livro barato em relação aos demais.
    A própria Eddie, no momento, está buscando resolver esses problemas de revisão de seus próximos livros com seus próprios meios, sem contar com a editora.
    Então acredito que os próximos livros serão bem melhores nessa questão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Acho difícil não ler esta resenha e não sair curiosa, toda a descrição da história já tinha despertado meu interesse, toda a aventura, romance, os mistérios e suspenses já tinham me conquistado, mas ler um elogio como o seu me deixou desesperada de curiosidade.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!