Resenha: Assassin's Creed: Renascença - Oliver Bowden

quarta-feira, 30 de maio de 2012


Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501091338
Ano: 2011
Páginas: 378
Tradutor: Ana Carolina Mesquita

Sinopse:
Traído pelas famílias que governam as cidades-estado italianas, um jovem embarca em uma jornada épica em busca de vingança. Para erradicar a corrupção e restaurar a honra de sua família, ele irá aprender a Arte dos Assassinos. Ao longo do caminho, Ezio terá de contar com a sabedoria de grandes mentores, como Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, sabendo que sua sobrevivência depende inteiramente de sua perícia e habilidade. Para os seus aliados, ele será uma força para trazer a mudança lutando pela liberdade e pela justiça. Para os seus inimigos, ele será uma ameaça que procura destruir os tiranos que oprimem o povo da Itália. Assim começa uma épica história de poder, vingança e conspiração.

Resenha


Ezio Auditore é um tipico adolescente de dezessete anos, inconsequente, e um tanto quanto arruaceiro.Seu pai é um importante banqueiro na cidade de florença, possui uma vida estável e feliz, mas o que Ezio e sua familia não imaginam é que essa aparente estabilidade esta a ponto de acabar.

A família Auditore possui grande influencia e poder na cidade, e isso logo gera uma conspiração ,planejada pelos seus arqui-inimigos , os Pazzi.
Certo dia, Ezio percebe que sua casa foi invadida, seu pai e seus irmãos capturados e sua mãe e irmã, espancadas e violentadas. Ao sair em busca de resposta e de seus entes queridos, acaba descobrindo que foram condenados a forca, e é obrigado a assistir a morte deles em plena praça publica da cidade, mas seu pai, nos últimos instantes de vida revelou a localização de estranhos objetos, que Ezio não tem a mínima ideia do significado, e muito menos do que eles irão faze parte do seu futuro.

Ezio agora é o homem da família, e assume a responsabilidade de cuidar e proteger sua mãe e irmã, então levado pelo instinto e temendo pelo destino de ambas, resolve tira-las da cidade, mas seu coração agora está tomado pelo ódio e o desejo de vingança, e nada e nem ninguém conseguirá aplacar esse desejo.



A agora pequena família Auditore encontra abrigo na cidade Monteriggioni, comandada com mãos de ferro por Mario Auditore, tio de Ezio, que possui respostas para quase todas as perguntas que assombram Ezio desde os assassinatos. Logo, ele acaba descobrindo que seu pai não era apenas um simples banqueiro, mas sim, um Assassino, que assim como seu tio, integram uma ordem lendária e secreta, que lutam por liberdade e justiça, principalmente contra os Templários, um outra ordem secreta de guerreiros, mas com o objetivo contrario, são focada em conseguir o poder absoluto.


Ezio também descobre que o assassinato de sua família foi uma conspiração armada pelos Templários, para conseguir o controle da cidade de Florença. Então, tomado pelo desejo de vingança, Ezio Auditore se junta a Ordem dos Assassinos, e sobre o comando de seu tio, passa a treinar e aperfeiçoar suas técnicas e habilidades de luta para assumir o legado de sua família e vingar a morte de seu pai e irmãos.


A historia é ambientada na Itália Renascentista por volta do século VXI, sobre a visão de Ezio Auditore. A historia é bem desenvolvida, apresenta vários fatos e personagens históricos, como Leonardo da Vinci, o famoso pintor que é o co-protagonista do livro.

O ponto negativo, é o fato de que seus personagens, por serem italianos, usam varias palavras no idioma, mas que não possui tradução no rodapé, o que obriga o leitor a tentar adivinha o significado ao a largar o livro e ir consultar tradutor online. Mas ao terminar a leitura temos uma surpresa, o livro possui um glossário nas ultimas paginas, com tradução de todas as palavras em italiano e latim usadas durante a narrativa, então aqui fica a dica: NADA de Google tradutor, use o glossário. Kkkk

Narrado em terceira pessoa, Assassin's Creed, nos apresenta uma aventura empolgante e sem enrolação, que nos deixa sem folego a maior parte do tempo, com capítulos curtos e objetivos, a historia se desenvolve em um ritmo incrível.

Publicado pela editora GALERA RECORD, Assassin's creed - Renascença, já possui continuação em "Irmandade"(logo também com resenha aqui no GMN.), que continuara a historia de Ezio Auditore, o Assassino, em sua missão de vingança.

Assassin's Creed também é um jogo de videogame, o que gera uma grande polêmica entre as que gostam do livro e os que gostam do jogo. Eu, particularmente amei o livro, e provavelmente jogarei o jogo, ainda mais depois de saber, que o game praticamente ilustra todos os lugares descritos nos livros.

O livro (e o jogo) é classificado como uma leitura "masculina", pois descreve assassinatos e combates sangrentos detalhadamente, mas ao fundo temos um romance lindo, e o personagem principal, não é apenas levado pelo instinto de matar, ele possui qualidades como, amizade, lealdade e determinação. Ezio Auditore é um personagem incrível, pois o leitor não se apaixona por ele pelas características físicas, pois o autor pouco fala sobre isso, o que te faz gostar e torcer por ele, é por sua personalidade forte e marcante.

Sobre o autor:
Anton Gill começou a escrever profissionalmente em 1984 e nesse tempo publicou 35 livros. Gill nasceu em Ilford, Londres, filho de pai alemão e mãe inglesa, cresceu em Londres, foi educado na "Chigwell School" e no "Clare College", trabalhou no teatro, especialmente no "Royal Court Theatre" em Londres, no Conselho de Artes e na emissora de TV BBC antes de se tronar escritor. Ele escreveu uma variedade de artigos históricos, incluindo três biografias. Seu trabalho inclui obras de ficção e não ficção, mas seu escopo principal é a história europeia contemporânea. Ele usa dois pseudônimos: Oliver Bowden e Ray Evans. Ele é casado com a atriz Marji Campi e divide seu tempo entre Londres e Paris.


9 comentários

  1. Essa é a primeira resenha que eu leio desse livro e gostei muito.
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro e nem de jogar o jogo.
    Vou esperar lançar todos os livros para começar a ler.

    Bjins.

    ResponderExcluir
  2. Não li nem o joguei o jogo,mas só por essa capa fico curiosa...
    Infelizmente não gosto muito de livros em POV masculino'
    Abro exceções ^^

    ResponderExcluir
  3. Esta é a primeira resenha que leio.
    Nunca joguei o jogo ou tinha lido nada sobre esse livro. Mas meu primo sempre me falou muito bem sobre ele.
    Não é meu estilo preferido mas quem sabe eu não acabe gostando. Vale tentar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho o livro mas ainda não li, já vi meu irmão jogando diversas vezes o jogo e sempre achei mto legal!

    Conheço os detalhes da história pq meu namorado me conto ele todinha na época que o jogo saiu, e achei mto bem bolada toda a trama, por conta disso que quis ler os livros!

    Boa resenha!!Adoro as citações que vc faz =]

    Miquilis:
    Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo que a narrativa é sem enrolação e objetiva, porém "menos é mais" não caiu bem nessse livro. Eu amei a história, mas odiei o livro ):

    se voce o jogar o jogo, prepare-se pra uma surpresa muuuuuito WTFFF. HAHAHAHAHAHAHAHAHA sério.

    ResponderExcluir
  6. desde que começei a jogar o jogo que por sinal é um dos melhores que eu joguei,fiquei esperando pra ler a história completa e esse livro pelo que parece é otimo ,espero poder ler logo (:

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li, mas faz muito tempo que tenho vontade de ler, deve muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia o jogo e achava a história interessante, quando fiquei sabendo do livro fiquei curiosa a respeito... e agora lendo a resenha tive a certeza que preciso ler rsrsr :)

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, ficou muito boa mesmo. Ainda não li esse livro ou joguei o jogo (?), mas parece ser um ótimo livro. Meu amigo está lendo e falou que está gostando muito. Tenho alguns livros aqui para ler mas com certeza quando tiver a oportunidade vou lê-lo sim. Depois que eu ler o livro vou dar uma chance para o jogo :D

    Abraços.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!