RESENHA PREMIADA: DO SEU LADO - FERNANDA SAADS

sexta-feira, 27 de julho de 2012


ISBN: 9788563219008
Selo: NOVO CONCEITO / JOVEM
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 320
Formato/Acabamento: 16x23x2,3
Peso: 0.44 kg
Preço Sugerido: R$ 29.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: ROMANCE



SINOPSE: Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um fora, Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno.

O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu. 

Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. 

Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca! Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. 

Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor.



RESENHA

O gênero chick-lit não faz muito meu estilo, confesso que quando pedi para Scheila o livro para resenha, esperava que fosse desse gênero, mas mesmo a contragosto eu comecei a lê-lo, e tive uma grande surpresa, o terminei em um dia, não porque ele tenha poucas páginas, mas sim que a narrativa flui de uma maneira agradável e instigante, e apesar do final possa a ser óbvio, mas a autora consegue estimular a curiosidade do leitor para descobrir como ela irá finalizar a situação criada na narrativa.


A personagem central do livro é Sarah, uma arquiteta que trabalha numa empresa da área, e teve uma grande decepção amorosa com seu ex-namorado Bruno, ambientada na cidade de São Paulo, Sarah mora sozinha e tem como melhor amigo Igor, também arquiteto que trabalha na mesma empresa dela.

Porém a história gira em torno dessa decepção amorosa, Sarah deixa bem claro que o sonho dela é se vingar do ex-namorado,  porém nós mulheres, sabemos que vingança aonde existe da sentimentos mal resolvidos principalmente da parte dela é algo que não dará certo.


Por conveniência do destino ou não, Sarah acaba reencontrando Bruno, e ainda por cima indiretamente tem que trabalhar com ele, após o encontro ele afirma que está arrependido, que Sarah foi a única mulher que ele amou, e mais algumas demonstrações apaixonadas.


Sarah resolve dar uma chance, ou melhor, simular essa chance para se vingar, porém ela se esquece da vingança após o primeiro beijo praticamente, e ela acaba se entregando de corpo e alma. E foram felizes para sempre? Não...

Mas o atraente Bruno demonstra atitudes suspeitas, marca jantares e não aparece, liga pedindo desculpa, e diz que vai fazer ela a mulher mais feliz do mundo, ou fica sem ligar, e ela querendo demonstrar uma mulher madura não exige atenção, e vai levando a relação, mas algum tempo ela começa a perceber que a relação com o  Bruno que ela considerava o homem ideal, talvez não fosse tão ideal... e paralela essas indecisões está Igor.


Igor é o melhor amigo de Sarah, se conhecem desde a faculdade, e logo no início a autora deixou bem claro que Igor gosta de Sarah muito mais que um amigo, porém Sarah com a fixação na “vingança”, não enxerga os sentimentos de Igor, e com a volta da relação com o Bruno, na qual Igor detestava já que teve que aguentar todo o sofrimento da “amiga”, e também ele estava começando a demonstrar suas intenções em relação a ela, ele acaba se afastando de Sarah, esfriando a amizade e nesse meio tempo Igor acaba arranjando uma namorada.


Sabe aquele ditado “Somente quando se perde se dá valor”, foi esse afastamento de Igor, que Sarah começa a enxergar melhor seus sentimentos, e percebe que Igor não é somente amigo, é praticamente tudo que ela idealizou em um namorado e numa relação, porém ele está feliz com a namorada, e ela cada vez mais apavorada e como irá reconquistar não só amizade de Igor como também o amor dele por ela.


Não sou uma pessoa que leia esse gênero como citei no inicio da resenha, se li, foram pelos uns cinco, contando com esse em toda a minha vida de leituras, mas Do Seu lado ele cativa nos detalhes, no contexto geral tem várias histórias parecidas, ou com finais óbvio, mas esse a autora consegue conduzir a narrativa de uma forma peculiar, ela mostra uma personagem que vai se descobrindo aos poucos, apesar de ter situações que lembre um chick-lit, uma personagem imatura, que faz tudo errado, a vida dela é desestruturada, mas com o desenrolar da leitura, ela vai amadurecendo aos olhos do leitor.



A mudança não foi abrupta, em apenas 320 páginas a autora conseguiu fazer a personagem crescer e se conhecer, outra ferramenta que a autora usou para esse amadurecimento, foram tanto as sessões com a terapeuta de Sarah, quanto as mensagem na qual ela mandava para terapeuta através do celular, esses meios foram essenciais para leitura fluir e a personagem não ficar horas divagando e com isso deixando lenta a leitura.

Além do toque de humor, outra coisa que me chamou a atenção foi a realidade dos personagens, nenhuma atitude fantasiosa, desde a namorada do Igor, todos os fatos foram mostrados com motivos, tudo motivado por acontecimentos mostrados ao leitor.


E depois de um momento tenso emocionalmente para o enredo, ela intercalava com um momento divertido principalmente com a personagem Fátima, uma socialite emergente que Sarah estava fazendo um projeto para melhoria da casa, que tinha um ótimo relacionamento com o marido e usava alguns meios para apimentar a relação, o leitor dá boas gargalhadas com Fátima.
"- É que tenho um compromisso... – seu rosto toma uma expressão misteriosa. – Um coisa que preciso fazer durante nossos encontros porque meu marido não pode saber.
Ih! Não acredito! Fátima tem um amante!
- Fátima... Não quero participar disso – acabo dizendo.
- Oh, amoreco – ela diz, dando um beliscão na minha bochecha. – Não é o que você está pensando.
- Não?
- Não... Só estou fazendo aulas de pompoarismo – ela diz e as suas bochechas ficam coradas.
- Pompoarismo?
- É! Você sabe... Dentro de alguns meses conseguirei atirar lâminas com a minha vagina!  Não é o máximo? – ela diz, agora, animada. – Quero fazer uma surpresa ao Nilson
Blergh!"

Conclusão: Através do livro Do Seu Lado mudei um pouco a opinião do gênero chick-lit, talvez o que me incomodava eram os chick-lit com personagens adolescentes, mas quando tem personagens adultos, além de uma boa narrativa, conduzida perfeitamente por uma grande autora, eu consiga aceitar melhor o gênero.


No caso do livro Do Seu Lado realmente o livro me fascinou, e qual mulher que não gosta de um romance leve, divertido, romântico e feliz??? E esse livro essencialmente conquista pelos detalhes, como a dedicatória do livro de Igor, ou os motivos das atitudes do Bruno? Como a autora usou de métodos que fluía com a narrativa, ou personagens adicionais  que davam agilidade na leitura.

Sinceramente não sei responder somente um motivo que me levou a gostar muito do livro Do Seu lado, um chick-lit nacional bem escrito e de desenvolvido pela autora Fernanda Saads, indicado para leitores do gênero e quem sabe para quem não goste de livros chick-lit mude de opinião.


Siga a autora! Adquira o seu! Confira o booktrailer! Confira a revista digital Inscreva-se no Youtube da Editora Confira o skoob da editora! Siga a editora! Curta a editora no Facebook Confira as novidades da editora! Adicione a autora no Facebook Confira o blog da autora! Adicione na sua estante!

28 comentários

  1. Parabéns pela resenha Pati! Estou ansiosa para ler Do Seu Lado! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Paty!
    Esse negócio de ficar fissurada por uma pessoa é um saco! A gente praticamente fica cega e não dá importancia pra quem realmente merece! Adorei a resenha, tb não sou muito fãn de chick-lits mas como a estória parece ser boa, quero conferir!

    Beijokas
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. OI Pá!

    Essa história é uma graça!

    Eu não conseguia largar o livro kkkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oiii

    Essa história me faz lembrar do filme o casamento do meu melhor amigo, pois só aprendemos a dar valor para alguma coisa quando a perdemos ....
    Boa resenha parabens.

    ResponderExcluir
  5. Comecei ler a resenha meio que desistindo de ler ... to com o livro aqui e é uma das minhas próximas leituras! Mas depois da metade da sua resenha percebi que vou adorar!!! To quase passando ele na frente só não faço isso pq tenho um outro mto esperando para ler rs ^^

    ResponderExcluir
  6. eu sempre leio suas resenhas pq sao lindas, cheias de imagens, trexos dos livros e se eu nao tiver aim de ler eu rapidamente mudo de ideia lendo sua resenha e eu to loka por este livro por que a capa é linda, ele te fascinou e sei que tambem ira me facisnar e to amando o livros de algumas autoras brasileiras e com este sei que nao sera diferente *-*

    ResponderExcluir
  7. Esse tema do livro é clichê,mas a gente adora *-*
    Posso até ver ela indecisa entre o Best e o Antigo amor dela...ADOROOO ,rsrsrs'
    Adorei a resenha! O livrinho já ta na minha lista ^^

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que resenha mais linda! Uma das melhores e mais completas que eu já li! Parabéns! =)
    Quanto ao livro,o tema pode ser clichê, pessoas podem dizer que odeiam, mas nós gostamos desse tipo de tema... além de que, a capa é linda, e a autora é brasileira né? ^^

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. O que mais me chamou atenção neste livro é que ela fez terapia, e eu sou psicóloga, logo quero ver se a personagem de fato parece ter passado na mão de um psicólogo rs...existem certos comportamentos esperados, e bom vamos ver rs...Correr atrás do cara novamente não é bem uma ação esperada e inteligente + o S2 contraria td neh...

    Boa Resenha!

    Miquilis:

    Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  11. Já fiquei com raiva da personagem só com a resenha. Parece uma toupeira completa! Dispensando o certo perfeito pelo duvidoso canalha... Bem comum né???
    Se tiver oportunidade talvez leia, mas não é um estilo de leitura que tenho priorizado no momento.
    Bjkas!

    Monique Martins
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  12. Creio que Sarah é aquele personagem que dá raiva em todas as mulheres leitoras. haha Mas, quando se olha de fora, a gente pode ver o que a pessoa foco do problema não consegue, não é? Estou bem curiosa pra ver como eu vou interpretar essa "volta" da personagem, se vai me aborrecer ou se vou entender... Enfim, super animada pra ler Do seu lado! o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  13. Ai Patthy... Tb não sou fã de Chick Lit, mas os com personagens adultas paracem melhor mesmo. Dizem Por Aí tb é com personagem adulta. Gostei da resenha e leria ele, apesar de quem vai ler para o blog é a Glaucia. Gostei... E a literatura nacional ganhando forças! Cada vez mais!

    ResponderExcluir
  14. Resenha bem completa, o gênero chick lit também não me atrai muito não, mas parece ser aquele tipo de livro que você lê quando se cansa dos romances sobrenaturais misturados com dramas pesados.

    ResponderExcluir
  15. Devo confesar que chick-lit não é um dos meus gêneros preferidos, mas como vc Pathy que também não é muito fã, leu e gostou. Então acho que Do Seu Lado é uma ótima ideia para minhas leituras futuras *-* Não gostei muito da Sarah, mas só dela não ser uma adolescente já ajuda muito. Estou curiosa para saber o final, apesar de ser meio obvio u.u

    ResponderExcluir
  16. SUA RESENHA ME DESPERTOU O INTERESSE PELO LIVRO, TB NÃO SOU CHEGADA A CHICK LIT, MAIS GOSTO QUANDO LEIO E ESSE CONCERTEZA EU QUERO LER..

    BEIJOS
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Também não sou chegada em chick-lit, mas esse livro é ótimo! Adorei sua resenha, cheia de trecho =D rs E essa realidade do livro me agradou muito também! Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Já li otimas resenhas sobre esse livro, fiquei com muita vontade de lê-lo!!
    E ainda com essa promoção, então!
    Parabéns pela sua resenha, esse enredo é muito bom, mesmo.

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li esse livro.Mas,tá tinha lido uma resenha antes.E fiquei muito curios.Parabéns pela resenha!:D

    ResponderExcluir
  20. Eu gosto muito do gênero chick-lit.Sua resenha está ótima!!!!
    Perfeita,intercalando trechos do livro.
    Estou muito curiosa para ler esse livro.

    ResponderExcluir
  21. Ja tinha ouvido falar do livro, mas nunca havia lido a resenha dele. Também não gosto muito de chick-lit, mas esse parece bom ;*

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da capa. Adorei a resenha.PARABÉNS... A Sarah já me deixou com muita raiva mesmo que eu não tenha lido o livro ainda esse negocio de dar o troco nunca dá certo, acabamos nos machucando mais e ferindo aqueles que realmente nos amam por uma pessoa que obviamente não está nem ai. Louca pra ler o livro.

    ResponderExcluir
  23. Ameii o post inteirinho. Sua resenha está bem escrita e esse livro é um dos que eu compraria pela capa, pois é linda. Mas quanto à história também percebe-se que é um livro bem escrito e ainda nacional. Eu quero muito ler.

    @elispaulina

    ResponderExcluir
  24. Adorei a resenha...principalmente porque você coloca trechinhos do livro, isto é bem legal porque dá para sentir um pouco como é a narrativa. A capa é muito legal, a protagonista é minha colega de profissão (um pontinho a mais para o livro), eu gosto de chick lit (mais um pontinho)ainda mais por ser com personagens adultos. Mais uma coisa legal que vc falou: o toque de humor!!! Parece que o livro faz com que a gente comece a ler e só pare no final! GOSTEI! Ainda não li, não tive oportunidade de comprar ainda... mas pretendo ler, com certeza!!!Mas vou tomar o cuidado de iniciar a leitura em um fim de semana sem nenhum compromisso, para que eu não fique muito antissocial (acho que é assim que escreve segundo as novas regras!?), porque eu, tipo, levo o livro que eu estou lendo para todo lugar que eu vou!!!

    ResponderExcluir
  25. Adorei a resenha , apesar de eu achar esta capa meio solitaria

    ResponderExcluir
  26. Eu mana adorei aresenha e juro que nunca vi uma resenha com tanatas imagens como a sua ! ^^ Eu tenho que admitir que esses tipos de livros são os meus preferidos porque não sei me concigo me indentificar mais com o meu personagem ! Sem falar que o genero chick - lit é um dos meus preferidos !

    ResponderExcluir
  27. Cara quero muito ler o livro, uma amiga minha leu e disse que é gostosinho de ler. Também tenho um certo preconceito com chick-lit, o livro que mudou um pouco minha opnião foi Qual o seu número? Dei muitas risadas. Espero que esse mude muito mais minha opinião hahah
    @Jenifferhaddad

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!