RESENHA: GOSSIP GIRL - PSYCHO KILLER - CECILY VON ZIEGESAR

quarta-feira, 21 de novembro de 2012



Editora: Galera Record
ISBN: 9788501400017
Ano: 2012
Páginas: 322
Tradução: Ryta Vinagre

Sinopse: 
Bem-vindo ao Upper East, NY, onde meus amigos e eu vivemos, vamos para o colegio, nos divertimos, dormimos e, às vezes uns com os outros. É uma vida de muito luxo, mas alguém tem que vivê-la. . . Até morrer.

Entre no mundo de Gossip Girl - um mundo de jovens fabulosos; um mundo de ciúmes,traições e tendências homicidas.

"Muito engraçado...Fez com que eu gargalhasse,desse um upgrade no meu armário e comprasse uma arma." - Seth Grahame-Smith (Orgulho e preconceito e zumbis e Abraham Loncoln, Caçador de vampiros).

"Delicioso." - Hannibal Lecter.
"Eu literalmente chorei com este livro." - Freddy Krueger.

"A única coisa que vou levar comigo nas férias." -Jason.

Resenha
Bem-vindo ao mundo do Upper East Side, onde riqueza, luxo e beleza são ostentados pelos adolescentes mimados que usam e abusam do poder que o dinheiro de seus pais pode proporcionar. A diversão está em beber, fumar e torrar todo o dinheiro que puder em lojas de grife, mas às vezes isso não é suficiente, e eles precisam "incrementar" o dia, cometendo um ou outro assassinato a sangue frio, só para não perder a rotina ou ficarem entediados. O que seus pais pensam disso? Bom, ninguém nunca vai saber, visto que eles nunca aparecem em casa e estão sempre muito ocupados cuidando das próprias coisas, mas a regra é clara: Faça o que quiser, limpe a sua sujeira e não envergonhe a família, o status e a aparecia são tudo no mundo do Upper East Side.

“(...) Sob a gama emaranhada de sutiãs, calcinhas,meias e malhas,enfiado dentro de uma manga de veludo preto,havia um canivete automático italiano com o cabo de madrepérola, feito sob encomenda para caber na palma da mão de Serena. (...)”

Serena esta de volta depois de passar o verão em um internato, e de ser expulsa dele por assassinar alguns alunos, e tudo o que ela deseja é reatar a sua velha amizade com Blair, sua fiel amiga e companheira de aventura. Decidida a fazer com que tudo volte ao normal, S acha que o trio entre ela, Blair e Nate não funciona mais, é exatamente por esse motivo que a sua amizade com B está abalada, e a melhor forma de resolver isso é... Bom, tirando Nate da jogada, se ele não estiver mais entre elas, tudo pode voltar a ser como era antes. S já tem o plano perfeito, não que ela precise, na verdade, matar não é o problema, ela já fez isso varias vezes e a pratica leva a perfeição, e um pouco de veneno para esquilos naquele baseado que Nate esconde na gaveta de meias pode dar conta do recado, sem problemas, e sem sujeira, porque é isso que importa.

Mas o que ela não poderia prever é que Nate estaria ainda mais encantador, que seus lindos olhos verdes estivessem ainda mais brilhantes e atraentes e tudo o que eles viveram juntos ainda fosse tão vivido na mente de S. Mas ele agora é namorado de B, e ela não poderia deixar o que aconteceu no passado se repetisse se ela quisesse que as coisas voltassem ao normal. Mas será que era isso que ela queria realmente? Será que era a amizade de Blair que ela queria de volta? Ou seria Nate quem ela realmente queria? A verdade é que agora ela não tinha tanta certeza sobre quem deveria sair de cena, talvez para ter a sua vida e o seu status fosse Blair que devesse morrer em vez de Nate.

“(...) Ainda se olhando no espelho, Serena levantou o queixo e semicerrou os olhos com uma expressão majestosa. Quando a amizade de Thomas Cromwell finalmente acabou, o rei Henrique VII mandou que decapitassem-no por traição. E assim seria com ela e Blair. Não podiam continuar matando os outros e lutando por Nate. Claro que Serena mataria qualquer um para se proteger. Mas se ela realmente quisesse recuperar seu antigo status e ficar com Nate, a única pessoa que deveria matar, gostasse ou não, era a própria Blair. (...)”

Psycho Killer é uma versão sanguinolenta da Gossip Girl - as delicias da fofoca. Foi uma parodia que surgiu a partir de uma brincadeira que a mãe da autora fez, dizendo que todos os personagens de Gossip Girl deveriam morrer, e através desse comentário que a inspiração para escrever surgiu. A estória é ambientada no mesmo cenário da serie original, descrevendo a vida dos adolescentes moradores do Upper East Side com todo o seu glamour, até os personagens são iguais, mas com alguns desvios de personalidade, que seriam uma diversão para qualquer psiquiatra super caro que o dinheiro de seus pais pudesse pagar. (ou não, levando em conta o risco iminente de morte.)

“(...) A vida é frágil e absurda. Assassinar alguém não é tão difícil. Na verdade, era ridiculamente fácil - era até mesmo divertido. (...)”.

Surpreendente, essa é palavra para descrever Psyco Killer, pois quem imaginava que Cecily Von Ziegesar só escrevia sobre patricinhas mimadas fúteis e fofocas de escola, ficou chocado com o humor negro da autora e a sua sagacidade, acompanhada de uma pitada de ironia e violência.

O mais incrível do livro é a narrativa, feita em terceira pessoa, e com varias observações da autora, o que tornou o livro ainda mais divertido, pois vemos a historia a partir do ponto de vista de alguém com a personalidade ainda mais distorcida do que a dos próprios personagens. Na realidade, a impressão que temos é de quem conta a historia é a própria Gossip Girl.

A mescla entre o humor e violência deixou o livro ainda mais instigante, chega a um ponto onde você fica imaginando e torcendo para que o próximo assassinato e de preferência ainda mais elaborado e sanguinolento.

É a leitura perfeita para quem (assim como eu), tem vontade de matar os "reis" personagens de Gossip Girl. Esse livro é praticamente a vingança de todos que ficaram extremamente irritados com toda a futilidade dos personagens da serie. kkkkk

Sobre a autora:
Cecily Von Ziegesar (27 de junho de 1970) é uma escritora estadunidense de livros juvenis. Nasceu em uma família afluente e cresceu em Manhattan. Ela estudou na escola Nightingale-Bamford, uma escola privada para garotas na prestigiosa zona de Upper East Side. A série é inspirada em sua vida na juventude em que a escola para garotas, Constance Billard, elitista onde estudam as protagonistas da série, se baseia na escola privada para garotas onde estudo Cecily. Também, os acontecimentos do livro se baseiam em seus amigos extremamente ricos que tinham "esses pais" e "essas vidas", bem como a própria vida de Cecily. A autora tem uma filha que tem o nome Agnes e um filho, chamado Oscar. A sua família atualmente residem no Brooklyn
No Brasil, já foram publicados todos os 12 livros de sua série.


1 comentários

  1. Adorei a sua resenha Gessica, realmente eu odeio a futilidade de Gossip Girl, assim como de PLL e outros seriados do gênero...a matança realmente viria a calhar para eles...hehehehe...me surpreendeu bastante quando você elogia o humor negro de Cecily, pois amo autores que tem esta capacidade de divertir os leitores com este gênero...realmente fiquei muito curiosa e com vontade de ler.

    Parabéns!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!