RESENHA: TUDO O QUE ELA SEMPRE QUIS - BARBARA FREETHY

segunda-feira, 26 de novembro de 2012



Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630205
Ano: 2012
Páginas: 320


Sinopse:
A busca por um terrível segredo pode não ser a melhor opção.

Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera... Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem. 

Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? 

Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...

Resenha
Emily, Natalie, Laura e Madison se conheceram logo no primeiro dia de faculdade, e foi nesse instante que descobriram que seriam muito além de apenas colegas de quarto, seriam muito mais do que melhores amigas, irmãs, essa é a palavra que melhor descreveria o sentimento que nasceu no instante em que se conheceram.

Uma amizade verdadeira pode suportar muita coisa, mas a morte é impossível. Poucos meses após se conhecerem, Emily sofre um grave acidente durante uma festa no alojamento da faculdade. Apos beber além da conta, ela acidentalmente escorrega do terraço, morrendo instantaneamente e deixando todos desolados.

"Ela era livre. Estaria começando uma vida nova e mal podia esperar por isso."

E esse foi o fim trágico das "Quatro fantásticas", dias apos a morte de Emily, as amigas seguiram suas vidas para rumos completamente diferentes.

Dez anos após o acontecido, eis que surge um misterioso escritor, que é responsável pelo livro "Fallen Angel", que acaba de ser lançado na cidade e já é um sucesso incrível. O livro retrata a vida de quatro garotas de faculdade, que após uma briga durante uma das festas do campus, uma delas é jogada da ultimo andar do prédio, por uma de suas melhores amigas.

"(...) A morte de Emily tinha sido um acidente trágico. Ela tinha caído da cobertura da sede do clube durante uma festa. Todo mundo sabia disso. Se tivesse sido de outro jeito, Cole e a família teria feito o culpado pagar pelo crime. Ela teria de continuar a ler o livro e descobrir como a história continuava. Se o autor estava certo sobre os detalhes da morte de Emily. Será que havia algo escondido que ninguém suspeitava? Ela voltou a ler. (...)”.

A assombrosa semelhança com a historia das amigas é logo percebida por todos que as conheceram, e a insinuação de que a morte de Emily não foi apenas um trágico acidente, mas sim um assassinato, trás a tona vários fantasmas do passado, e também por causa do misterioso livro, que as amigas são obrigadas a novamente se unir, não apenas para tentar limpar a memoria de Emily, mas também a reputação de Natalie, que segundo o autor é a assassina da sua melhor amiga. Mas se Natalie não empurrou Emily, quem pode ter sido a pessoa que o fez?

Cole Parish irmão de Emily e também dono do jornal local, passa a usar toda sua influencia para descobrir quem é o autor de "Fallen Angel", já que esse homem parece conhecer a vida de sua irmã melhor do que ele e suas melhores amigas. E é em meio a essa busca desenfreada que Cole reencontra Natalie, seu primeiro amor, e a única mulher por quem já se apaixonou, mas que agora é acusada de ter tirado a vida de sua irmã e é odiada por sua família.

"Percebi que o que é importante é relativo ao lugar onde você está o que quer e do que precisa."

"Tudo que é ela sempre quis" não é o que o título e a capa insinuam a primeira vista você imagina que a historia seja sobre um lindo romance, mas está completamente enganado! Não que isso não aconteça, existe romance no livro, e não é apenas um, são varias historias interligadas que giram em torno de Emily e a sua trágica morte.

Inicialmente o livro é SUUUPER confuso, pois começa com as lembranças de Natalie. Um ponto incrível do livro é a forma como a autora liga um fato ao outro, trazendo todos os personagens do passado para o atual momento, sem perder o enredo.

A narrativa é intensa, a cada capitulo aparece um novo fato que te deixa ainda mais intrigado, é basicamente um quebra-cabeça, e a cada nova pista é uma peça que se encaixa.
Tenho que confessar que durante a leitura mudei de "suspeito" pelo menos umas quatro vezes, e no final, era alguém totalmente inesperado.

O livro é surpreendente, narrativa muito bem construída, enredo interessante, diagramação simples e personagens incríveis, e é com todos esses elementos que Barbara Freethy nos prende do inicio ao fim.



2 comentários

  1. Parabéns pela resenha Géssica! Estou ansiosa para ler Tudo o Que Ela Sempre Quis! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha ficou otima, não tinha interesse de ler esse livro. Mais, depois de ler sua resenha fiquei super curiosa para ler esse livro. =D

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!