Resenha do Livro e Filme: THE PERKS OF BEING A WALLFLOWER - As Vantagens de Ser Invisível

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

As vantagens de ser invisível
Stephen Chbosky


I.S.B.N.: 9788532522337

Sinopse: Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude.




Sabe aquele livro que depois da leitura te deixa com aquela saudade inexplicável e um monte de novos sonhos com aquele gostinho de “sim tudo é possível”?

Sabe aquele livro que deixa um aperto no peito quando está acabando e aquela saudade agridoce cada vez que você se lembra de suas passagens e de suas citações?

Sabe aquele livro que desperta o melhor em você e reacende memórias a muito esquecidas??

Pois este livro se chama: As Vantagens de Ser Invisível!!!
 




E eu tenho a dizer a vocês que este pequeno e singelo livro, foi a melhor leitura que eu tive em 2012. Em um ano muito difícil para mim particularmente, As Vantagens de Ser Invisível além de me trazer de volta memórias fantásticas, ainda me fez realmente relembrar e voltar a acreditar do por quê realmente SOMOS INFINITOS!

Charlie é um garoto problemático, vivendo à margem de sua adolescência. Brilhantemente sensível e inteligente, ele realmente vê a vida, enxerga e entende, mas não participa dela.
Após o suicídio de seu melhor amigo, Charlie passa a se corresponder com uma pessoa e através de suas cartas para este “amigo” é que embarcamos na passagem dele pelo ensino médio. 

Vivemos através dos relatos de Charlie nas cartas tudo o que se passou com ele durante sua adolescência no inicio dos anos 90.
Juntamente com Charlie, encontramos a amizade. Aqueles amigos que lembramos pelo resto da vida, sempre presentes nas situações mais inusitadas, mas sobre tudo naquelas que nos tornam quem realmente nós somos. Descobrimos com Charlie o amor, o sexo e as drogas.

Todos os personagens são muito bem escritos e desenvolvidos. Nos apaixonamos por Sam e Patrick, debatemos junto com Mary Elizabeth e muitas vezes ficamos muito irritados com o seu blablablá e megulhamos de cabeça em toda a experiência vivida por eles...AMEI estar na platéia de Rocky Horror Picture Show também!!
 
As Vantagens de ser invisível é o melhor livro que eu acabei lendo em 2012. Um livro sensível que mesmo nos deixando com uma tristeza agridoce acaba despertando o que há de melhor em todos nós. Nos faz lembrar porquê participamos ou porquê queremos e devemos participar da vida. Charlie é um personagem ímpar, carismático, sensível e fofo...todos nós temos alguma coisa dele durante nossa adolescência ou levamos algo dele para o resto de nossas vidas.
 
Charlie é aquele amigo que tivemos, ou que fomos. Aquela pessoa que sempre poderemos contar, mas sobre tudo é as nossas maiores inseguranças aliadas a nossa maior doçura e ao medo de enfrentar os obstáculos. Tenho certeza que todos nós um dia fomos, temos ou ainda seremos Charlie.

Mas a trama não se resume apenas a isso e aos poucos através das cartas vamos desvendando os segredos de Charlie, seus sonhos e demêonios.
 


E quanto ao Filme??


Elenco: Paul Rudd, Emma Watson, Logan Lerman, Nina Dobrev, Mae Whitman, Melanie Lynskey, Ezra Miller, Kate Walsh, Dylan McDermott, Johnny Simmons, Nicholas Braun.
Direção: Stephen Chbosky
Gênero: Drama/Romance
Duração: 103 min.
Distribuidora: Paris Filmes
Orçamento: US$ 20 milhões
Estreia: 19 de Outubro de 2012
Sinopse: Em 'As Vantagens de Ser Invisível', Charlie (Logan Lerman) é um estranho simpático e ingênuo, que enfrenta o delicado momento de lidar com o primeiro amor (Emma Watson), o suicídio de seu melhor amigo, e sua própria doença mental enquanto juntos lutam para encontrar um grupo de pessoas com qual ele pertença. O calouro introvertido é tomado sob as asas de Sam e Patrick, que recebe-o ao mundo real.


Crítica GMN: Comparado por muitos expectadores com o glorioso Clube dos Cinco, As Vantagens de Ser Invisível acabou estreando sem alarde aqui no Brasil.
Em Porto Alegre mesmo ficou apenas por 1 semana em cartaz e em pouquíssimos cinemas, o que foi uma pena, visto que realmente o filme é muito bom.

Claro que não cometerei a heresia em compará-lo com o Clube dos Cinco, mas nos últimos anos a safra de filmes High School estava deixando muito a desejar...até agora.

Dos mesmo produtores de Juno, As Vantagens de Ser Invisível contou com um Teen Cast de peso. Logan Lerman provou que não é apenas mais um rostinho bonito e sua atuação foi sensível e primorosa. Charlie ganhou vida em sua pele e sobre tudo fugiu de todo e qualquer esteriótipo a qual o jovem ator poderia estar acorrentado até o momento.

Emma com certeza dispensa comentários. Ela é uma ótima atriz e simplesmente deu um show a parte na pele de Sam. O time com Ezra (Patrick) foi perfeito e a química entre eles foi perfeita. Eis aí outra grande revelação...Ezra como Patrick foi simplesmente genial! Mesmo que só o tenhamos conhecido na pele do psicopata juvenil do filme "Precisamos Falar sobre Kevin" o jovem ator demonstrou que realmente é um camaleão muito talentoso transitando facilmente por diversos tipos de papel, sempre com maestria.

Não vou dizer que foi um filme memorável, pois ainda curti muito mais o livro, mesmo assim, As Vantagens de Ser Invisível é um filme divertido, tocante e sobre tudo inspirador e como "Curtindo a vida a doidado" por exemplo, pode ser apreciado por fãs dos 8 aos 80 anos e em diversos momentos de nossas vidas.
Ouso a dizer que é aquele tipo de filme (ou livro) que em cada época em que for revisitado, nos trará algo de novo. Mas, principalmente algo de bom que nos lembre tempos quem que tínhamos certeza de que éramos INFINITOS!

A única coisa chata que eu achei no filme foi que em todos os trailers a música tema era It's time do Imagine Dragons...inclusive eu li o livro com esta música na cabeça me embalando o tempo inteiro...mas no fim a música que toca no filme é Heroes do David Bowie...muito adequada aliás à história...mas sei lá...me passou uma sensação de ter sido engandada durante os trailers...hehehehe



 

3 comentários

  1. Amei a resenha,sempre olho para esse livro na Saraiva e fico na dúvida se levo ou não,me decidi graças a sua resenha que me tocou muito.....

    bjsss

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha eu ainda não li o livro nem assisti ao filme, mas pretendo, pois me parece ser uma historia muito bonita e emocionante, quero muito ler e assistir ver a Emma fora de Harry Potter, vai ser muito legal.

    ResponderExcluir
  3. Bom, li ao livro e assisti ao filme tudo isso em apenas 2 dias o livro é de facil leitura, rapido ate digamos, e realmente quando esta terminando eu fiquei com um aperto no coração. Mt bom, daqueles livros que merecem ser lindo mais de uma vez, de tempo em tempo. E Sobre o filme, o que falar nao é? tbm mt bom, Logan e Ezra souberam interpretar mt bem os personagem. Sabe quando tu estas lendo o livro e ja imagina como seria o filme? Poisé, quando imaginei o Patrick e depois fui ver ao filme, parece que era como eu tinha imaginado realmente. E convenhamos que raramente isso acontece. Bom, e so de ver um monte de ator que eu ja vejo/via em series tbm foi mt bom. Claro que faltaram algumas coisas do livro, alguns personagens, mas no geral foi um bom filme tbm que merece ficar no meu pc e ser visto tbm pelo menos umas 2 vzs ao ano....

    E por fim, otima resenha! ;)

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!