RESENHA: UM GATO DE RUA CHAMADO BOB - JAMES BOWEN

quarta-feira, 7 de agosto de 2013


Autor: James Bowen.
Titulo Original: A street cat named Bob.
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631523
Ano: 2013
Páginas: 240
Tradutor: Ronaldo Luís da Silva

Sinopse:
Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks).
Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.
Um Gato de Rua Chamado Bob é uma história comovente e edificante que toca o coração de quem a lê.

Resenha:


Tenho que confessar que possuo um fraco por qualquer historia que envolva animais, principalmente gatos. Tenho paixão por esses bichanos, e já tive alguns bons amigos de pelo até hoje. Mas normalmente essas também são as historias que mais me fazem chorar, quase sempre o final inclui a morte do animalzinho de forma trágica, e eu me debulhando em lagrimas.
Quando eu vi a capa de Bob, de cara bateu aquela vontade de ler, mas ao mesmo tempo o receio, até pq eu já tive um laranjinha, e esse ainda é um assunto bem delicado para mim.
Mas eu não podia estar mais enganada, "Um gato de rua chamado Bob" é uma historia com final feliz, um belo exemplo de amor e amizade, mas principalmente de superação.

O livro é uma historia verídica, e é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista do próprio autor, James, que começa nos contando a sua historia e luta constante contra as drogas.

James não tem um histórico familiar muito bom, desde muito pequeno, nunca teve um lar fixo.Por causa do trabalho de sua mãe, era obrigado a constantemente mudar de cidade, e de escola. Isso era um grande problema, ser sempre o garoto novo, não permitia que ele se enturmasse, o que o levou a sofrer bullying.

Logo, resolveu a sair de escola e de casa, para ser musico, e foi neste momento em que sua vida perdeu o rumo completamente. Em pouco tempo, estava dormindo na rua e entregue ao vicio, usando todo tipo de droga que conseguisse.


Depois de passar por muitos albergues , grupos de reabilitação e varias recaídas, James agora tenta combater o vicio com remédios fortíssimos e sobrevive com o dinheiro que consegue com apresentações de rua.

Certa noite, ao voltar para seu apartamento depois de ter passado a tarde e grande parte da noite tocando nas ruas da cidade, ele encontra um gato laranja sentado no capacho de entrada. Como era de se esperar de um amante de animais, James fica encantado com o animal, mas pelo fato de ser bonito e estar dentro do prédio, entende que deve ser de algum dos outros inquilinos. Mas algo inusitado acontece. Dia após dia o gato continua por ali, e ao observar mais atentamente o animal, percebe que suas condições físicas não são muito boas, que esta magro e com o pelo ralo.


A decisão é tomada, e James leva o gato para seu apartamento, e logo se tornam bons amigos. Dias se passam, e Bob esta a cada dia melhor, e ninguém o procurou.

Ao sair para suas apresentações, Bob o segue, e assim se forma a dupla mais inusitada possível.

A visão de Bob sentado no estojo da guitarra de James, enquanto ele se apresenta, atrai totalmente a atenção dos turistas, e logo a dupla se torna uma espécie de celebridade local.


Este livro não é o tipo comum de livro sobre animais, como eu já havia dito antes.E também não é somente a historia de um homem que encontra um gato. É uma historia de superação, amizade e amor ao próximo. James era um homem que não tinham absolutamente ninguém na vida, ninguém com quem contar nas horas difíceis, e principalmente: ninguém que fizesse a vida dele valer a pena.

Olha, eu não sou religiosa, mas acredito que os animais são o que mais se aproxima da pureza dos anjos.Não possuem maldade ou malicia, apenas oferecem amor incondicional , sem pedir nada em troca. Se a historia foi exatamente como é descrita no livro, não existe duvida: Bob é um anjinho disfarçado.

O gato da um novo sentido a vida de James, um novo motivo para melhorar, para seguir em frente. Saber que quando chegar em casa, vai ter Bob o esperando faz com que a esperança e força voltem.


Mas o livro não é apenas emocionante, existe situações entre James e Bob, que fazem o leitor gargalhar.Imaginem um gato que faz xixi no vaso sanitário e se recusa a usar a caixa de areia? Bem, esse é o Bob.

Este livro é simplesmente incrível, eu o li em menos de 24 horas, eu não conseguia parar. James Bowen poder ter sido aspirante a musico,vendedor ambulante... mas ele nasceu para ser escritor. A escrita dele é muito leve ,fácil e super fluida, quando você se da por conta, já leu a metade do livro e nem percebeu. E quem tem ou teve um amigo de quatro patas, vai se identificar muito com a historia dessa dupla. Mas o principal de tudo, é que este livro não fala somente sobre o vinculo entre James de Bob, ele também aborda vários assuntos super importantes, como o bullying e a luta contra as drogas. O autor não escondeu nada, ou tentou amenizar a situações, ele descreve exatamente todo o drama que viveu, até o momento em que decidiu colocar um fim no vicio.

O visual do livro também é algo né!! A capa é maravilhosa, e sabe o que eu descobri?? É o verdadeiro Bob! Que por sinal, possui até uma conta no twitter (@StreetCatBob). A diagramação é muito bonita também, as capítulos e a numeração das paginas são marcadas com patinhas! (Onw!!*-*) O texto super bem revisão, sem erros aparente.

Enfim, a única coisa que eu posso dizer é: LEIA. Não vai se arrepender.


4 comentários

  1. Oi Pá!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro. Quem leu foi a colunista do blog, e ela adorou \o/
    Realmente, a história é linda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Paty,
    Te confesso que não gosto muito de gatos, prefiro cachorros, mas desde o lançamento deste livro fiquei encantada com o Bob, que coisa mais fofa.
    Comecei a ler resenhas e a tu não foi diferente, todo mundo AMA o Bob, então por isso que queri muito ler este livro, a capa está uma graça e a história parece ser emocionante.
    Beijos.
    Katielle

    ResponderExcluir
  3. A Geeh arrasa neh? Adoro suas resenhas, essa não ficou diferente, perfeita! Parabéns!
    Eu quero muito ler este livro, fiquei fascinada pela história!

    Bjo ^ ^

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a resenha e assisti o filme muito bom tb

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!