Resenha: Peça-me o que Quiser - Megan Maxwell

sábado, 30 de novembro de 2013

PEÇA-ME 
O QUE
QUISER
MEGAN MAXWELL
I.S.B.N.: 9788581051789

Sinopse: Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.


Até onde você iria para satisfazer os desejos do homem que ama?


Um romance de ferver o sangue, quebrar paradigmas e diluir preconceitos.


Judith Flores é uma secretária espanhola que vive à sombra de sua chefe carrasca. Completamente na dela Jud (como prefere ser chamada pelos amigos), tenta passar desapercebida na sede espanhola da empresa Muller, até porque o que ela menos precisa é atrair a ira gratuíta de sua chefe devoradora de homens.

Uma pane no elevador e a natureza prestativa de Jud assume, acalmando os ânimos das colegas, mas sobre tudo tentando ela mesma evitar o pânico por ficar presa num lugar fechado. Casualmente tentando aliviar o clima, com uma conversa com um homem alto, sexy e de cabelo claro, sem ter a mínima noção de quem ele seja. Eric, o milionário presidente da empresa.
Aliamos à isso Jud e um chiclete de morando e assim, embarcamos nesta explosiva trama de paixão e sexo.

- Peça-me o que quiser - eu o ouço dizer enquanto continua me beijando.Sua voz, o tom ao dizer essa frase provocativa, me deixa ainda mais excitada. Agarro seu cinto e, levando a sério suas palavras, digo:- Quero sentir você dentro de mim. Agora!Meu pedido é urgente para ele.
Peça-me o que quiser - página 46

O que eu poderia dizer sobre Peça-me o que Quiser? Realmente é um livro divertido, mas sem agregar grande coisa na vida do leitor, infelizmente acabamos nos deparando com mais do mesmo, a única diferença é que este livro tem umas cenas muito mais pesadas do que os similares e acabam nos despindo de alguns preconceitos em determinados momentos.

Jud a princípio nos engana com o esteriótipo mocinha tímida, mas graças à Deus logo ela se despe também desta fachada demonstrando seu forte temperamento explosivo e em diversos momentos barraqueiro. O que foi até bom, pois senão a leitura realmente se tornaria insuportável.

Peça-me o que Quiser é praticamente só sexo.
Eric é um predador sexual, adepto de práticas nem um pouco ortodoxas, acaba iniciando Jud em seu mundo de voyerismo, jogos e swing.

- Vou te foder, Jud. Hoje você está me deixando louco e eu vou te foder do jeito que fiquei o dia inteiro imaginando.Ouvir isso me sufoca.Aguça todos os meus sentidos e eu adoro isso.Percebo que curvo o traseiro disposta a recebê-lo. Me sinto como uma cadela no cio em busca de alívio. Eric deixa seu corpo cair sobre o meu. Morde meu ombro, depois minhas costas, e eu me contorço. Estou encharcada, pronta e molhada para recebê-lo. Meu corpo implora. Eric me penetra de uma vez só e exige:- Preciso te ouvir gemendo. Agora!
Peça-me o que quiser - página 149
 Achei bem complicada a leitura deste livro, visto que o romance em si acaba deixando muito a desejar. Eric a principio demonstra uma impetuosidade e um temperamento muito forte, mas que aos poucos vai dando lugar apenas ao mal humor, assim como Jud que embora seja muito divertida em diversos momentos, acaba irritando o leitor e cansando de tanto barraco que ela acaba armando.

Em suma o livro acaba sendo reduzido à coelhadas (se é que vocês me entendem) de todos os tipos e entre todos os sexos e as brigas e turras entre os dois.
Assim, passamos boa parte do livro vendo eles na cama, brigando, na cama novamente, brigando, fazendo as pazes na cama, brigando de novo e mais um pouco de cama. Tenho que confessar que após todo o alarde que fizeram para o lançamento desta série, eu realmente esperava muito mais, o que acabou me desapontando muito, visto que pelo preço que eu paguei cada exemplar e pelas lindas capas, eu estava com as expectativas muito elevadas.

Megan Maxwell fez um trabalho muito bom ao meu ver com a pesquisa sobre toda esta parte “pervertida” de Eric, digamos assim. Durante a leitura nos deparamos com situações que inicialmente nos deixam muito horrorizados, por serem tabus em nossa sociedade, mas que após ver e entender um pouco mais deste universo através de dele e Jud, até nos deparamos com a curiosidade e algumas perguntas do tipo...E se? Ou... Por quê não? Hehehehe

Um show a parte que eu achei foram os personagens secundários. Estou maravilhada com Björn, além de ter gostado muito da construção dos amigos e da família de Jud.

Esperava muito mais de nosso lindo Iceman, visto que eu achei que nosso homem de gelo derreteu rápido de mais pro meu gosto e bem antes da metade final do livro a Jud já estava dizendo:  - Pula!
E ele perguntava...A que altura?

O livro vale a pena pela diversão, mas era isso.



1 comentários

  1. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos..acesse o link..www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!