Resenha: Todo Dia - David Levithan - @galerarecord

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

todo dia
Autor: David Levithan
Titulo original: Every Day
Editora: Galera Record
ISBN: 978850109951-8
Ano: 2013
Páginas: 279

Tradutor: Ana Resende

Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.













"acordo.

Imediatamente preciso saber quem sou.
Não se trata apenas do corpo – de abrir os olhos e ver se a pele é clara ou escura, se sou gordo ou magro, garoto ou garota, se tenho ou não cicatrizes. O corpo é a coisa mais fácil a qual se ajustar quando se está acostumado a acordar em um corpo novo todas as manhãs. é a vida, o contexto do corpo, que pode ser difícil de entender.”
Oi pessoal!


Antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que estou muito feliz por estar aqui, na família GMN, que é uma das melhores do que existem! Alô! Cheguei! Estou aqui pra ser feliz junto com vocês e desde já agradeço por tudo.

Hoje trago para vocês o livro Todo Dia, de David Levithan, autor de vários livros aclamados pela crítica, inclusive Will &Will, escrito com John Green.

Todo Dia à primeira vista parece ser um livro simples, mas sua criatividade abrange um novo status nos livros aos quais estamos acostumados. O autor aborda temas complexos e difíceis, de uma forma inserida no cotidiano, ganhando uma real importância.

Tudo é contado por A. Ele é um hóspede que vive cada dia no corpo de uma nova pessoa, que tem a mesma idade dele e que vive a algumas horas, dentro de um raio de distância. Dos dias que nunca se repetem, pois ele nunca se hospeda duas vezes na mesma pessoa, as coisas deixam uma espécie de eco em seu viver, mas ele tenta fazer com que isso não o afete.
“... O modo como me inclui, como acolhe essa total estranha e como faz com que se sinta parte deste mundo me faz gostar ainda mais dela. Uma coisa é ser amável com seu namorado; outra coisa é agir do mesmo modo com uma garota que nem conhece. Já não acho que ela só esteja sendo útil. Ela está sendo boa. O que é mais um sinal de caráter do que mera gentileza. A bondade tem a ver com quem você é, enquanto a gentileza tem a ver com o modo como quer ser visto.”
Ele vive cada dia a vida de outro, seja ela homem ou mulher, heterossexual ou homossexual... 

Ele vive muitas coisas, o que deixa o livro muito abrangente, mas de nenhuma forma chato ou monótono, pelo contrário. Ele constrói, ao longo das páginas, a personalidade de alguém, que mesmo se apoderando de outro, dia após dia, é alguém que sente com muita realidade aquilo que vive.

Tudo muda a partir do momento que ele se hospeda em um menino, que namora uma menina chamada Rhiannon. A apaixona-se por ela e passa a viver em busca de momentos que possa ficar ao lado dela, mesmo sob a aparência completamente nova. O amor, a atração que sente por Rhiannon é muito palpável e determinante para o desfecho da história. Mas fica a dúvida: será que Rhianhon conseguirá entender o que A é de verdade? Conseguirá aceitar conviver com alguém que é todo dia diferente?
“Posso ficar parado bem ali, e ela não vai ter ideia de quem sou. Posso ficar parado bem ali e observá-la. Posso ver que a tristeza voltou. E não é uma tristeza bonita; a tristeza bonita é um mito. A tristeza transforma as feições em argila, não em porcelana...”
Primeiramente, gostaria de dizer que este livro é um livro totalmente diferente. Não só pelo fato do personagem principal e narrador da história chamar-se A, mas porque o livro começa muito bom desde a primeira página. É envolvente, chegando a ser visceral. A narrativa transcende o óbvio e o enredo traz muitas coisas novas, diferentes e instigantes. Faz-nos refletir, ao mesmo tempo em que lemos com rapidez. É tão enigmático, que fica difícil largá-lo.

O autor não nos dá pistas sobre o que vai acontecer, então até que o final do livro chegue, não existem maneiras de saber o que vai acontecer. O autor questiona conceitos morais, sexuais... faz-nos ver que mesmo em uma vida diferente podemos continuar sendo quem somos e, ao mesmo tempo, ser diferentes. A se hospeda em pessoas viciadas, transtornadas, depressivas, felizes... e isso nos faz ver e entender com mais clareza o ser humano.
“As pessoas não dão valor à continuidade do amor, assim como não dão valor à continuidade do corpo. Não percebem que a melhor coisa sobre o amor é sua presença constante. Assim que você estabelece isso, sua vida ganha uma base extra. Mas se você não pode ter essa presença constante, só tem uma base para sustentá-lo, sempre.”
Indico a leitura com alegria para quem gosta de livros que levem à reflexão e às lágrimas.
Boa leitura! Até a próxima!!



4 comentários

  1. oii!

    Eu amei este livro!! mesmo tendo ficado desiludida com o final, não consegui dar menos do que 5 estrelas! O livro despertou em mim sensações que há muito tempo nenhum livro conseguia fazer e adorei as personagens desde a escrita. fiquei feliz quando vi que ia ter continuação mas acho que só para 2015 =(

    eu gosto muito de livros que me fazem reflectir e o autor conseguiu mesmo isso. já tinha lido outros livros dele mas só com este fiquei com vontade de ler mais.

    beijos!
    Mafi
    algodaodoceparaocerebro.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Aeeeeeeeee adorei a resenha Lu, já ouvi muitas criticas dele, umas positivas outras negativas, mas vou dar uma chance pra ele ^_^ E Bem vinda!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Lu, que linda resenha. Deu vontade de ler este livro,

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei a resenha e fiquei MEGA CURIOSA!!! Todo mundo fala super bem deste livro e acabei ficando muito entusiasmada por ele!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!