Resenha: Como eu era antes de você - Jojo Moyes - @intrinseca

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Como eu era
antes de você
JOJO MOYES
I.S.B.N.: 9788580573299
EDITORA: INTRÍNSECA

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Uma história sobre amor, aprendizado e perda. Um livro extraordinário.
Daily Mail

Como eu era antes de você é uma história tão tocante, cativante, emocionante que realmente faz o leitor refletir sobre: como eu era antes deste livro! Lou e Will são o tipo de mocinhos improváveis que vão nos conquistando a cada nova página, nos fazendo rir, suspirar, torcer e sobre tudo ter esperanças e assim tornam-se nossos novos heróis. 

Louisa Clark não tinha grandes pretensões em sua vida. Ela sabia exatamente quantos passos eram necessários do ponto de ônibus até a sua casa.
Trabalhava em um pequeno café aos arredores do Castelo que era o ponto turístico de sua pequena cidade no interior da Inglaterra, se deleitava com a observação dos frequentadores do local e seus fragmentos de vida que conseguia absorver, morava com a família e namorava Patrick a 7 anos. Ela não o amava, sabia disso, mas era cômodo, seguro e normal como o devia ser a sua vidinha.

Vinda de uma família de classe média baixa, os Clarks lutam para sobreviver e quando Lou perde seu emprego no café, suas finanças ameaçam desmoronar.
Com 26 anos e sem grandes qualificações, Lou tenta escapar da fábrica de processamento de frangos e assim aceita o emprego como cuidadora de um tetraplégico.
Este é Will Traynor.

Will foi um grande executivo. Jovem e arrojado, amava a vida e suas aventuras. Correu o mundo em busca da adrenalina proporcionada pelos esportes radicais. Belo e bem nascido, rico e bem sucedido, tinha o mundo a seus pés e uma vida toda pela frente.
Mas infelizmente tudo isto lhe foi tirado quando foi atropelado por uma moto.

Prezo à uma cadeira de rodas, Will sobrevive em dor, amargura e revolta.

Jojo conquista aos leitores com uma narrativa leve, despretensiosa mas que vai nos envolvendo e nos deixando realmente encantados com este livro, principalmente por causa da veracidade das situações e emoções vivenciados através das personagens.

Will realmente é intragável e Lou demora um pouco a conseguir penetrar nesta carapaça de desdém, arrogância e mau humor que passou a ser a sua armadura diária.


- Eis o que eu sei a seu respeito Srta. Clark. Minha mãe disse que você é falante. - Ele disse isso como se fosse um incômodo. - Vamos combinar uma coisa? Daqui por diante, pode ser desfalante?Engoli em seco sentindo o rosto em chamas.
Lou é estranha, nada convencional. Espontânea, fala sempre o que lhe vem à cabeça, tem um gosto esquisito para moda, se esforça para ser diferente, mas não tem coragem de se destacar na multidão.

Jojo vai tecendo aos poucos um relacionamento muito delicado entre Lou e Will, onde as mudanças tocarão as vidas e o coração de ambos.

A alegria de Lou é como o sol derretendo o gelo em Will. A sagacidade e intolerância dele são o ponta pé inicial para que ela saia da zona de conforto onde simplesmente enterrou sua vida e seus sonhos.

Como eu era antes de você é um livro delicioso que nos insere com muita veracidade no cotidiano de Will e Lou, em toda a dor e limitação em que ele é obrigado a viver, assim como na alegria e personalidade vibrante dela, mas que acabam sendo anuladas pelo medo e o ressentimento de viver à sobra de sua irmã Treena.

Assim como Will consegue ser cativante, ele também é um babaca em boa parte do tempo, mesmo assim, não há como junto com Lou apreciar cada momento em que possamos encontrar o verdadeiro Will. Nos dias bons, quando ele volta a ser pelo menos um pouco mais parecido com ele mesmo. As conversas fáceis e desafiadoras entre eles.

A vida mudando com cada nova atividade em que eles encontram prazer, esperança, alegria nestes bons momentos que compartilham juntos.

Foi muito interessante acompanhar como Will consegue ir aos poucos fazendo Lou ampliar seus horizontes, assim como, ver ela o derretendo. Penetrando em sua armadura e assim como nós, se apaixonando pelo lindo ser humano que ele é, apesar de tudo.
- Meu Deus, Will. Eu gostaria que você parasse de me dizer o que eu devo fazer. E daí se eu gosto de ver televisão? E daí se eu não quero muito mais que ler um livro? - Minha voz tinha ficado esganiçada. - E daí se estou cansada quando chego em casa? E daí se não preciso preencher meu dia com atividades frenéticas?- Mas um dia pode se arrepender. -disse ele, em voz baixa. - Sabe o que eu faria se fosse você?Larguei o descascador.- Acho que você vai me dizer.- É. E fico bastante constrangido de dizer isso à você.  Eu faria um curso noturno. De costureira ou estilista de moda, ou seja lá o que for esses remendos de que você realmente gosta. - Fez um gesto em direção ao meu minivestido, inspirado no estilo Pucci dos anos 1960, feito com o tecido que, uma vez, tinha sido uma das cortinas do meu avô.
Mas o relógio está correndo e juntos embarcamos com ela em uma louca e angustiante contagem regressiva.

Não tenho muitas palavras para dizer o quanto eu amei este livro!! O quanto eu achei a história tocante e verdadeira. Amei cada página.
Cada briga e babaquice que Will aprontava para Lou.
Amei ver ela dando um ponto final e se desnudando de seus medos e amarras.
Amei a leitura e chorei muito ao final do deste livro, pois assim como Lou eu também tinha esperança. Mas realmente vi, que Jojo tinha razão em como escreveu este livro, visto que o enfoque principal não era o "felizes para sempre" e sim a dura realidade da vida de um tetraplégico e também a apreciação do despertar de Lou.

A Intrínseca está de parabéns! O livro é lindo!! A capa, a diagramação e revisão estão como sempre impecáveis e ter um exemplar como este realmente enche de orgulho a estante de qualquer leitor apaixonado.

Como eu era antes de você é maravilhoso e profundamente reflexivo sobre diversos aspectos. Vale a pena a leitura em qualquer momento de nossas vidas.
Vale para quem aprecia um belo romance.
Vale para quem adora um livro instigante, que desperta emoções reais com personagens fortes e que ficarão para sempre gravados na memória e no coração após a leitura.


Livros bons sempre viram filmes (e esperamos que filmes bons também!), assim, mais um sucesso da Intrínseca já está chegando logo às telonas do mundo...confira as novidades sobre a adaptação de Como eu era antes de você da Jojo Moyes.

ROTEIRISTAS DA ADAPTAÇÃO CINEMATOGRÁFICA DE COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ SÃO OS MESMOS DE A CULPA É DAS ESTRELAS

Os estúdios MGM definiram a equipe de roteiristas responsável pela adaptação cinematográfica de Como eu era antes de você, de Jojo Moyes. A dupla Scott Neustadter e Michael H. Weber é conhecida por diversos trabalhos, entre eles (500) Dias com Ela (2009) e o esperado A culpa é das estrelas, baseado no livro homônimo publicado pela Intrínseca, com estreia prevista para o dia 06 de junho de 2014 nos cinemas americanos.

Mais do que uma história de amor, Como eu era antes de você traz uma mensagem positiva de coragem e esperança, que incentiva a seguir em frente mesmo diante das dificuldades.



4 comentários

  1. HAAA!!!! Que fofo! *-*
    Eu amei a capa deste livro, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha do mesmo, adorei a sua, me deixou super curiosa!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser ótimo, um romance nada convencional com personagens com características próprias e suas dificuldades e sem o repetitivo final feliz. Mais um livro para minha listinha de futuras leituras *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um ótimo livro! Sempre vejo muitos blogs fazendo resenhas positivas e parece ser uma estória muito emocionante e com muitas lições para nos deixar, fiquei com vontade de ler :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Esse é um dos livros mais tristes e reais que já li na minha vida. Tive esperanças até o final, e quando terminei a leitura fiquei pensando e confesso que chorei. Realmente me emocionou e não crítico o personagem principal porque se estivesse no lugar dele eu faria o mesmo se tivesse oportunidade.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!