RESENHA: MENTIRAS GENUÍNAS - NORA ROBERTS

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014


Título Original: Genuine Lies
Tradutor: Bruna Hartstein
EAN: 97885228617719
Gênero: romance estrangeiro
Páginas: 630
Formato: 16 x 23 cm
Editora: Bertrand Brasil
Leia um trecho: CLIQUE AQUI
Skoob: CLIQUE AQUI

Com quase 680 milhões de exemplares vendidos no mundo, traduzidos para mais de quarenta idiomas, em que, somados, permaneceram quase mil semanas na lista de mais vendidos do The New York Times, Nora Roberts apresenta um de seus maiores sucessos: Mentiras genuínas.

Sinopse: Eve Benedict fez de quase tudo na vida. Foi uma das maiores atrizes da história de Hollywood, ganhou dois Oscar e um Tony, teve quatro maridos e uma legião de amantes. Sua beleza é estonteante, seu poder, inigualável. Não há segredo ou mentira de Hollywood que ela não conheça. Após cinquenta anos sob os holofotes, ela quer passar sua vida para o papel. Mas todos estão a seus pés, implorando para que ela não faça isso. Até que ponto a renomada biógrafa Julia Summers estará disposta a arriscar a própria vida pelos segredos de outra mulher?

Mentiras genuínas traz uma história eletrizante de suspense, intriga e romance. Para isso, Nora Roberts criou um cenário vívido de Hollywood, centro cinematográfico mais importante do mundo, onde muitos mistérios pairam no ar. No fim, por meio de muitas reviravoltas, o leitor terminará o sem acreditar no desfecho. 

“Simplesmente inigualável.” (The Boston Globe)

“Nora Roberts consegue realizar os nossos maiores sonhos.” (The New York Times)

“Nora Roberts faz um trabalho magnífico ao entrelaçar as excitantes histórias do passado de Eve Benedict à história de amor que se desenvolve.” (USA Today)

Todas nos leitoras temos autoras preferidas, e por gostarmos tanto muitas vezes nossas avaliações dos livros podem ser duvidosas e comprometidas. No meu caso não consigo classificar um livro ruim relacionado essa autora, simplesmente classifico com bons.


E é essa minha relação com a autora Nora Roberts, praticamente uma diva dos romances contemporâneos, e realmente uma autora que mais de 200 livros publicados fica complicado manter um nível de qualidade excelente...

Mas se tem uma autora que nos surpreende em cada livro essa é Nora Roberts, e realmente Mentiras Genuínas publicado pela Editora Bertrand se tornou quase inclassificável, se eu dissesse que é excelente não estaria demonstrando o exato potencial do livro, e se eu dissesse que é perfeito, talvez poderia estar demonstrando um certo exagero, ou seja, Mentiras Genuínas é deslumbrante!!!!


Deslumbrante... em todos os sentidos, desde a narrativa até o desenvolvimento dos personagens, e muitos personagens, e essa é uma qualidade da Nora, que consegue trabalhar com uma número abundante sem desprezar ou sufocar os personagens principais e sem tumultuar a narrativa. E nesse livro são praticamente uns 20 personagens alguns com suas próprias narrativas que contribuem com a elaboração da história simultaneamente com os personagens principais.

No início da leitura do livro tinha a impressão que existia uma única personagem principal, porém no decorrer da leitura concluí que tinha duas personagens principais já que toda a trama gira em torno dessas duas personagens, uma delas é...


Eve Benedict uma famosa atriz dos anos 50 que agora se tornou uma diva, uma aparência que não indica sua real idade, uma mulher que vive plenamente, já teve vários amantes, alguns casamentos, e um único amor... e apesar de alguns tropeços e erros, mas sem arrependimentos, então ela decide expor toda a sua vida em cada detalhe em um livro autobiográfico,  e por isso ela decide contratar um biógrafa bastante conceituada...


Julia Summers é uma escritora especializada em biografias, teve uma boa educação tendo pais advogados, porém com  17 anos ficou grávida, e o homem que se envolveu não quis assumir a criança, Julia teve que assumir a criança sozinha, mãe solteira de Brandon que agora está com 10 anos encontrou o mundo da biografia como lucrativo meio de vida, e essa é a maior preocupação da Julia dar qualidade de vida ao seu filho, e com esse pensamento ela não tinha o menor interesse em sair de casa nesse momento, até que ligaram para ela afirmando que Eve Benecdit queria sua biografia escrita por ela,  e ela teria que ira até Hollywood...




Além disso Julia e Brandon seriam hóspedes na casa de Eve até o termino do livro, no qual Julia estava autorizada a entrevistar qualquer pessoa que fizeram parte da vida de Eve, mas nem todos estavam satisfeitos com a decisão de Eve, pois compromete a vida de muitas pessoas famosas, além da vida de Eve e Julia, e dentre os que estavam descontentes com a futura publicação do livro é Paul...




Paul Winthrop é escritor de romances policiais e enteado de Eve, tem uma admiração, carinho e ama como se fosse sua mãe, já que Paul é filhos de dois atores, que não eram pais atenciosos, pelo contrário bastante egocêntricos até Eve aparecer em sua vida, e por toda essa relação ele não gosta da ideia do livro e principalmente Eve expondo sua vida para uma estranha...


Então Paul tenta uma aproximação com a intenção de investigar como Julia irá conduzir o livro de Eve, porém Paul descobre na realidade a mulher Julia, que a aparente frieza era apenas uma defesa de Julia para evitar qualquer relacionamento que atrapalhe na sua vida organizada...



Julia depois da péssima relação com o pai Brandon, decidiu viver apenas para filho, e a entrada de Paul na sua vida abala um pouco sua postura centralizada, de mulher independente que resolvia seus próprios problemas, e Paul tentando fazer a parte de protetor deixa Julia bastante vulnerável e confusa com seus sentimentos.


A relação do casal é gradativa ambos tentando estabilizar emocionalmente, Julia tentando confiar um pouco da sua vida por alguém, e Paul querendo investir na responsabilidade de proteger Julia e Brandon de alguns problemas no futuro.


Além do desenvolvimento do casal Julia e Paul no qual a Eve deu digamos um empurrão para a relação do casal, existe o livro, e todo o contexto e as pessoas que irão ser prejudicadas pelas histórias que Eve irá expor o que está gerando alguns inimigos...


Dentre eles dois se destacam, Michael Delrickio, ex-amante de Eve, um homem de negócios duvidosos, entre eles jogos de azar na qual o sobrinho de Eve, Drake tem uma grande dívida em dinheiro com ele a ser paga, e que a revelação que Eve irá fazer poderá incriminá-lo completamente.


O outro é Anthony Kincade, ex-marido de Eve, diretor de filmes, que talvez a exposição de alguns segredos da vida íntima do casal, e em particular de algumas peculiaridades sexuais dele, além de algo em torno da governanta de Eve, Traver, poderão prejudicar a imagem de Anthony.


Mas Eve realmente não se importa, porque ela tem um interesse muito maior para escrever essa biografia, além de ver todos apavorados, e realmente ela adora uma confusão, tanto que convidou todos para um grande festa...  e nessa festa foi revelado mais alguns possíveis prejudicados e seus motivos para não se sentirem confortável com o livro de Eve.


A relação com seu grande amor também começa a ficar abalada, já que Victor Flannigan um grande ator dos anos 50, e seu amante por 30 anos, e casado. A exposição extraconjugal poderá prejudicar Muriel, sua esposa. Não que Victor a ame, mas sim sente pena, e também Muriel se aproveita fazendo algumas chantagens emocionais.


O relacionamento de Eve e Victor é bastante conturbado, pois sempre Muriel esteve presente, e apesar de Victor não ter conhecimento, Eve teve que fazer certas escolhas e tomar algumas decisões difíceis pelo amor que sentia com ele na intenção de protegê-lo de alguns problemas.


E talvez o menos preocupado com o livro seja o pai de Paul, o ator inglês Rory Winthrop, um verdadeiro galã dos anos 50, com um charme irresistível e semelhante ao estilo de Eve, tem erros mas sem arrependimentos...



Eve vai contando nos mínimos detalhes para Julia, cada um de seus casos, seus casamentos... e o que é interesse nessa parte, é que leitor vive aquele momento de Eve, ela além da narradora também é a personagem, porém Eve deixa para o final um grande segredo, que pode abalar algumas relações e desencadear outros problemas que irão fugir do seu controle.


Julia desde o início do livro recebe ameaças através de bilhetes, invasões na sua casa e por último um atentado, mesmo abalada ela não desistiu, porém o que ela não esperava é que de vítima se torna-se a principal suspeita de um crime.


Conclusão
Uma das particularidades do livro é para quem gosta de cinema e principalmente dos tempos áureos do cinema hollywoodiano,  pois são citados vários nomes conhecidos, além de algumas curiosidades, quando Eve começou a descrever sua vida para Julia, ela citou um local no qual ela trabalhou, Hollywood Canteen, era um clube fundado por Bette Davis, John Garfield e Jules Stein, que oferecia comida, dança e entretenimento aos soldados da Segunda Guerra Mundial e tinha vários astros do cinema que trabalhavam como voluntários, Ava Gardner, Rita Hayworth, entre outros.


Outra qualidade do livro é a trama muito bem desenvolvida, realmente o segredo de Eve foi bastante impactante, ou melhor os segredos, porque Eve guardou para si vários tormentos, e no final do livro descobrimos o real motivo do livro, óbvio que além de provocar reações,  ela tinha intenções bem mais nobres e emocionais em relação ao livro.


Nora Roberts criou uma personagem que foi realmente uma atriz em todos os sentidos, fez que Eve se torna-se uma diretora da sua própria narrativa, o jeito que foi conduzido, foi como se Eve tivesse planejado que os segredos revelados e acontecimentos culminaram com o final que sempre desejou para Julia, Paul, Victor...


Nora Roberts nesse livro talvez não tenha criado uma personagem, ela deu vida para Eve Benedict.


13 comentários

  1. Oi Paty,
    Nem sei o que comentar...
    Estou com esse livro há tempão aqui em casa e acho que faltava uma resenha como a tua para eu começar a ler de vez. O que me assusta é o número de páginas.
    Realmente Nora Roberts é uma diva, recém comecei a ler os livros dele e já quero ter uma coleção.
    Gosto muito de cinema e acho que esse livro irá me agradar nesse ponto, assim com também nesse monte de segredos que a Eve guarda.
    Nem preciso dizer que amei cada quote. Essas imagens estão lindas e mesmo sem ler o livro já imagino a Eve como a Catherine Zeta-Jones.
    Adorei a resenha.
    Beijos Paty.
    Katielle

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, ficou bem diferente e muito boa de se ler pois está recheada de imagens! Ainda não conhecia este livro, mas gostei muito do enredo, nunca li nada parecido, nada sobre uma diva de Hollywood e um grande amor, deve ser muito bom mesmo!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Pá!
    Eu comprei esse livro recentemente, e está aqui na minha de livros atrasados, rs.
    Concordo com suas palavras sobre a Diva, são poucos os livros que posso dizer que não foram ótimos \o/
    Eu adoro os romances que ela escreve!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu achei esta capa muito maravilhosa!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu confesso que não sou muito fã de Nora. Tem livros dela que gosto, outros nem tanto, mas lendo sua resenha fiquei bastante curiosa a respeito deste livro.
    Vou adicionar no Skoob e assim que possível irei conferir esta trama que tanto te deslumbrou. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum livro da Nora , mas este realmente chamou minha atenção ,adorei a resenha e a capa é linda .
    Email :Lays_snaps@hotmail.com
    Face: Lays Snaps

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Que resenha completa! Já li dois livros da Nora e adorei! Mas não conhecia este, fiquei super curiosa! Adorei os quotes utilizados e as imagens! Perfeitas!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  8. Li poucos livros da Nora, mas amei os q eu li.
    Amei sua resenha e estou querendo muito o livro, só espero não m perder com tantos personagens rs

    ResponderExcluir
  9. Belíssima resenha Pati! Amo os livros da Nora Roberts! Ela consegue tecer um romance como ninguém e Mentiras Genuínas, pelo visto, só vem destacar isto ainda mais. Gostei da trama por este toque de mistério e esta rede de segredos. Parece ser mais uma obra maravilhosa da autora! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Sua resenha ficou perfeita. S estoria desse livro parece ser bem diferente de todos que eu li, mostrando diversos segredos e oque as pessoas são capazes de fazer para eles não se tornarem publico, realmente a trama pareces ser mega envolvente e bem dinâmica, tanto que já coloquei Mentiras Genuínas na minha listinha de futuras leituras *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  11. Porra Patricia!!! Essa não é a birosCa e sim a BIROSCA!!! Amei, amei, amei... Não esperava isso desse livro... Se não lesse a resenha deixaria ele passar. Agora terei de gastar dindin e ler. Amei... Parece ser PERFEITO! Adorei a escolha dos atores... De onde vc tirou tanto velho bonito porra! Deu uma passada no meu haren / asilo pessoal?? Adorei a escolha para Paul... Colin é lindo!! O livro parece ser mais do que um romance... Parece ter um equilíbrio entre romance e suspense / mistério! E o fato de ser uma atriz já com certa idade me lembrou o clássico Crepúsculo dos Deuses! Adorei mesmo!

    ResponderExcluir
  12. Oi Patrícia. Que resenha maravilhosa, estava na dúvida se comprava o livro e após ler sua resenha tenho absoluta certeza de que preciso dele para ontem.rs!
    Beijos
    All My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!