Resenha: Starters - Lissa Price.

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014



Autor: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630144
Ano: 2012
Páginas: 368
Tradutor: Ivar Panazzolo Júnior

Sinopse:
Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbador em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado...


Resenha:

"Sobreviver é apenas o começo."

Eu odeio quando um livro é publicado associado e uma outra obra famosa. Foi o caso de Starters, que vem uma indicação de uma das autoras de "Dezesseis Luas"na capa, junto com a comparação, indicando o livro para os fãs de Jogos Vorazes. Esse marketing "casado" me revolta bastante, ainda mais quando é comparado a livro que eu amo, como foi o caso, mas Starters foi realmente muito bom!!
A algum tempo eu comprei este livro, e ficava namorando ele na estante, quase que hipnotizada pela capa maravilhosa e instigante, mas por falta de tempo, sempre adiava a leitura. Mas quando surgiu a oportunidade de resenha-lo, eu não perdi tempo, corri e peguei , e li em 3 dias.
Sim, as distopias vão dominar o mundo!! É, Starters é mais um livro que se passa muitos anos a frente, depois que o mundo que vivemos e conhecemos foi totalmente destruído e transformado.  Logo que iniciamos a leitura, conhecemos Callie, uma menina de 16 anos que perdeu os pais na "guerra dos Esporos", que devastou o planeta e matou todos entre 20 e 60 anos que não foram vacinado,sobreviveu somente quem tinha dinheiro para comprar a vacina e as crianças, que o governo disponibilizou doses.
Para abrigar a grande quantidade de crianças órfãs que a guerra deixou, foi criada as "instituições", uma especie de orfanato, mas que mais parece um presidio. Mas muitos desses adolescentes resolveram viver por conta própria, nas ruas,se escondendo dos pacificadores,morando em prédios abandonados e sobrevivendo com sobras encontradas nos lixos. Callie a seu irmão Jeremy fazem parte desse grupo, junto com Michael, seu melhor amigo. Só que Jeremy começa a adoecer, por ficar exposto ao frio e a fome, e para tentar salvar a vida do irmão, Callie vai tomar a decisão que mudará a sua vida para sempre, ela vai se tornar uma doadora.
"- Estamos com saudades, Tyler. Amamos você, Callie. Cuide bem de seu irmão.-
No primeiro mês, eu chorava sempre que ouvia essas vozes. Em seguida, parei. Elas pareciam vazias agora, como se viessem de atores sem nome.
Tyler nunca chorava. Ele continuava a absorver aquelas palavras, incansavelmente. Isso era a mamãe e o papai para ele."
Como a população jovem e ativa do planeta foi praticamente dizimada, e com a estimativa de vida prolongada para em media 200 anos,grande parte dos habitante do planeta é formada pelos Enders, ou seja, velhos. Para tentar mudar a situação, a "Prime Destinations" criou um programa de computador que transfere uma pessoa para o corpo de outra, um Ender pode alugar o corpo de um Starter (adolescente), e aproveitar de sua juventude e vitalidade por espaços limitados de tempo. Para isso, é implantado um chip no cérebro do Starter, que o conecta a um computador, que faz a transferência.
Para que os Starters topem doar seus corpos,é oferecido a eles grande quantidade em dinheiro, e um contrato, no qual precisam se comprometer a cumprir três alugueis. Isso, é claro, é uma pratica ilegal, mas aderida por grande parte dos Enders com poder aquisitivo.
Desesperada para salvar o irmão, Callie se torna uma doadora.Mas durante o seu terceiro aluguel, algo inusitado acontece, ela simplesmente recobra a consciência, sem ter ideia de onde esta, vestindo roupas caras, em uma boate chiquérrima da cidade. Temendo perder o dinheiro do contrato que firmou com a Prime, Callie passa a viver como sua inquilina, e quando uma voz misteriosa dentro de sua cabeça, a alerta para não retornar a Prime Destinatinations, pois ela corre perigo, ela fica ainda mais desesperada.
O que Callie não pode imaginar, é que a Prime tem planos muito mais elaborados do que apenas servir como banco de corpos para alugueis, e nem que a sua inquilina, Helena, a dona da voz misteriosa em sua cabeça, tem planos para acabar com o local, custe o que custar, e usando o corpo de Callie.
E também no meio de toda essa confusão que ela conhece Blake, um cara simpático e amoroso, mas que é neto do Senador, o cara que quer transformar a Prime em uma empresa reconhecida pelo governo.
"Será que a Cinderela chegara a cogitar a possibilidade de confessar a verdade para o príncipe na noite em que se divertira com um belo vestido de baile? Será que chegara a pensar em dizer que, ah, por falar nisso, Príncipe, a carruagem não é minha, sou apenas uma criada suja e descalça e essa aparência não vai durar muito tempo? Não. Ela tinha aproveitado cada momento.E fora embora discretamente depois da meia-noite."
Eu achei esse livro fantástico, com uma premissa super criativa, mas o fato de a autora não desenvolver a distopia em si, me deixou meio intrigada, pois não sabemos nada sobre o que aconteceu para tudo chegar ao ponto que chegou, varias questões pairam no ar durante a leitura. O que foi a Guerra dos Esporos? Porque aconteceu? de que forma aconteceu? Contra quem? Essas e muitas outras questões não são respondidas. Sinceramente, eu achei que a autora poderia ter se aprofundado um pouco mais na historia.É uma ideia fantástica, um pouco mal desenvolvida e com um narrativa superficial. Os capítulos iniciais também são lentos, a autora se prendeu a pequenos detalhes e não desenvolveu a personalidade dos personagens e a bagagem emocional que todos deveriam ter, já que são órfãos, vivendo nas ruas, com a constante ameaça dos pacificadores. Mas da metade para o final, o livro se torna um thriller incrível, com muita ação, e deixa o leitor vidrado. O final também é fantástico, deixa aquela sensação desesperadora de que você precisa urgentemente da continuação, para não ter um surto. Este livro é uma mistura de ação e suspense, com uma pitada de romance no meio,é uma historia surpreendente, e faz juz as criticas positiva que recebe, apesar de alguns pontos terem deixado a desejar.
A historia é narrada sempre pelo ponto de vista de Callie, uma protagonista e tanto, por sinal. Ela é forte, destemida, corajosa, mas principalmente leal a quem ela ama.
A capa deste livro é algo contraditório, uns amam, já outros odeiam.Eu particularmente achei linda, foi o que me levou a comprar. A diagramação também esta ótima, sem erros de revisão, paginas amarelas e uma fonte agradável para a leitura.
Olha, eu realmente indico a leitura, mas leia sem grandes expectativas, não leve tão em consideração a comparação com Jogos Vorazes.

Sobre a autora:

Lissa Price estudou Fotografia e Escrita, mas o mundo acabou sendo seu melhor professor. Ela passeou com elefantes em Botswana, nadou com pinguins em Galápagos e ficou em um campo rodeada de nômades em Gujarat, Índia. Ela foi cercada por búfalos Cape furiosos na África do Sul e cantou um refrão silencioso com cem belugas da costa de Oahu. Ela dançou nas cabanas em casamentos na Índia e tomou chá com a socialite viva mais famosa de Kyoto. Quando ela se sentou para escrever, descobriu que as viagens mais surpreendentes ainda estavam em sua mente. Ela mora perto das montanhas da Califórnia do Sul com seu marido.

10 comentários

  1. Gostei muito da resenha! Já tinha visto este livro no skoob e também em outros blogs e confesso que a capa também me chamou bastante atenção, também a achei linda! Mas a estória também é bem interessante, adoro livros com enredos distópicos e principalmente quando se passa em um futuro perigoso! Este me chamou bastante atenção e fiquei com vontade de ler, acho que vou incluí-lo na minha lista de livros que quero ler em 2014! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Só comprei esse livro pela capa, que logo que vi lá na livraria achei perfeita, o preço foi um pouco salgado, mas valeu a pena, pois amei esse livro, achei uma distopia maravilhosa.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. HA!!!!!! Essas resenhas da Geeh sempre me deixam doida! kkkkkk
    Tbm comprei esse livro pela capa na Bienal de 2012 em São Paulo, ainda não o li, ta aqui na minha estante, estou esperando o segundo livro que, de acordo com o que li por ai, sai este mês. Adorei sua resenha Geeh, só me deixou mais curiosa. Sou fã de distopias e tenho certeza que vou adorar o livro. Uma pena fazerem comparações tão absurdas neh?
    A capa e realmente linda demais!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  5. Eu amo a capa deste livro e realmente fico muito curiosa pra ler...sempre acho esta distopia meio parecida com o seriado Doll House que eu adorava então é lógico que esta trama também despertou o meu interesse, o problema é achar tempo pra ler tudo que entra na minha lista de leituras...hehehehe...a resenha só me deixou com mais vontade ainda de ler! Com esta sua paixão demonstrada em seus comentários Geh eu acabei ficando bem louca pra ler ele logo...hehehehe

    ResponderExcluir
  6. Tambem comprei este livro por causa da capa achei ela lindaaa mas ainda não consegui ler pois tenho outros na minha lista mas depois desta resenha vai ser o proximo que vou ler .
    Lays snaps
    lays_snaps@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Céus, onde a Callie s meteu?? Amei a resenha e confesso q amo essa capa, só não o li ainda, pq não tenho o livro. Estou amando as dispotias também e espero ler esse livro em breve!!

    ResponderExcluir
  8. A capa é linda *----* Livros que tem capas bem feitas sempre me chama a atenção e esse não é diferente, por isso eu já coloquei ele na minha listinha de futuras leituras e também porque gostei bastante da resenha =)

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  9. Eu comprei esse livro logo que lançou e não aguentava mais esperar pela continuação que deve sair agora em fevereiro.
    Adorei a resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esse livro te prende do começo ao fim. Não gosto muito de histórias desse gênero mas essa vai ser difícil alguém desgostar. Livro incrível!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!