Resenha: REAL - Katy Evans

segunda-feira, 28 de abril de 2014

REAL
KATY EVANS
I.S.B.N.: 9788542801774

Sinopse: Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora do ringue. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e REAL. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar.O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.







ÊXTASE!! Esta é a palavra que descreve a sensação após a leitura deste livro.

Com uma narrativa completamente intensa e visceral, Katy Evans consegue tocar, apaixonar, surpreender e simplesmente deixar extasiado aos mais exigentes leitores de Romances New Adults Hots.

Remington Tate é o queridinho dos ringues de lutas clandestinas. Lindo, sexy, com aura perigosa e ardentes olhos azuis é a perfeição masculina em um ser humano.
Amado e desejado por todas as mulheres e temido e respeitado por seus adversários. Remy não é apenas um maravilhoso homem que todas querem um pedaço, mas também um atleta espetacular.

Brooke Dumas agora uma profissional de reabilitação esportiva, vive à sombra de seus dias de glória como velocista, quando um terrível acidente destruiu seus sonhos e o trabalho de sua vida. Mesmo já reerguida, ela ainda busca um lugar ao sol em sua nova carreira.

Apenas um olhar foi o bastante para ambos se perderem, ou melhor dizendo, se encontrarem.

Meu pulso está em algum lugar perto da lua e, ao mesmo tempo, meu chão se abre abaixo de mim. Olho em descrença absoluta a linha de pessoas que se forma diante de mim, facilmente várias dezenas, todas elas me entregando rosas vermelhas em nome dele. Ele observa, com aquele sorriso de covinhas que me diz que pertenço a ele, e meu coração dói tanto que quero rasgá-lo do peito e jogá-lo em algum lugar.
REAL - página 165

Um mocinho complicado e perfeitinho! É isso o que Remy é para nós, a relação de e Brooke é intensa e muito complicada, mas simplesmente deliciosa.
Acompanhamos todo o cortejo por parte dele e a tentativa de sempre fazer a coisa certa, visto que ele precisa constantemente domar a fera que reside nele.

Katy nos brinda com uma releitura de A Bela e A Fera com um quê de Dr. Jeckyll e Mr. Hyde? Eu creio que sim, mas de monstro o nosso belo Remy não tem nada.

 REAL acaba se tornando um daqueles livros que vira o nosso queridinho para sempre. Katy consegue cativar aos leitores justamente pela perfeita imperfeição de seu personagem principal.
Remy é um atleta obstinado e disciplinado, mas também sofre de transtorno bipolar, sua vida foi literalmente uma porcaria, mesmo assim ele se fez sozinho e tenta lidar com sua doença da melhor maneira possível. Ele nos conquista principalmente por sua força de vontade e caráter.
Um homem de poucas palavras que em alguns momentos é retratado pela autora quase como um Neandertal devido à seus instintos primitivos, mas que também pode se transformar em um príncipe maravilhoso devido ao seu amor e suas convicções.

Brooke também é uma personagem forte. Inteligente, bonita e sobre tudo obstinada, ela equilibra muito bem os excessos de Remy, fazendo a química do casal ser simplesmente explosiva e incendiária.

E, embora o tema central gire em torno do casal Remy e Brooke, ainda temos diversos outros personagens muito interessantes. As amigas de Brooke, Melanie e Pandora, assim como os "irmãos de alma" de Remy, Pete e Riley nos prometem livros muito quentes em breve e a relação entre Brooke e sua irmã mais nova também. Eu devo confessar que fiquei com um pouco de raiva da irmã dela...mas ainda teremos mais desta confusão durante os próximo livro que lá fora tem o título de Mine (Minha) e já adianto à vocês que a coisa ainda vai dar muito pano pra manga.

Todo o submundo do circuito clandestino de lutas é muito bem retratado pela autora, onde conseguimos vivenciar toda a emoção e os excessos que este tipo de atividade envolve, como o sexo, drogas e as rixas entre os lutadores.

Gostei bastante da forma em que a autora também embarcou de cabeça no transtorno bipolar e conseguiu muito bem retratar as inúmeras dificuldades, assim como os tratamentos com que as pessoas que convivem com a doença são obrigadas a se submeter. Eu tenho uma amiga que foi diagnosticada bipolar ainda na adolescência, assim como Remy e entre idas e vindas de tratamentos e internações, foi tocante também a forma como a autora nos sensibiliza para melhor compreendê-los.


Embora a tradução e revisão da Novo Século pra variar ainda deixem um pouco a desejar, REAL é um livro muito bom e bem escrito, e em 1ª pessoa através de Brooke desenvolve uma narrativa intensa, cativante e fluída.
As cenas de sexo (que não são poucas) são de alucinar, assim como toda a intensidade e emoções que podemos usufruir em suas páginas.

Adorei a leitura e simplesmente separei uma tonelada de quotes para vocês...mas, embora eles, assim como o livro e as imagens que os fãs publicam de Remy na internet sejam deliciosos, se eu colocar tudo na resenha, vou acabar dando mais do que spoilers...kkkkkkkk

A capa brasileira também ficou melhor do que a original na minha opinião e certamente vale muito a pena ter esta bela fera em nossas estantes de livros.

Confira as capas gringas e o que ainda vem por aí....a Novo Século prometeu o lançamento de Mine ainda este ano e o livro Remy não tem data para chegar às livrarias por aqui, mas é um prequel contando a mesma história narrada em REAL, mas pelo ponto de vista dele e não de Brooke.



Espero que tenham gostado da resenha e se apaixonem por este livro tanto quanto eu me apaixonei!!

8 comentários

  1. Nossa, que resenha.... intensa! rsrsrsrsrrs

    Adorei! Não conhecia o livro, adorei a capa e fiquei super curiosa, ainda mais pelo enredo ser algo diferente, vivenciado no mundo esportivo.... Parabéns! Mais um na minha listinha de desejados!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Achei que a história se pareceu com Belo desastre, só que bemmmmmmmm mais intensa. Não conhecia o livro e nem a autora, mas adorei conhecer esse livro. Adicionei na minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá de 10 a zero em Belo Desastre e olha que eu AMO o Travis!!!

      Excluir
  3. Nossa.... só posso dizer uma coisa: HAJA CORAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haja mesmo Fabi!!! O livro é intenso da primeira a última página!

      Excluir
  4. Não gostei muito dessa história mas a capa é linda (melhor que a original, o que é muito raro) :P

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente pirei aqui com essa resenha, querendo muito lê-lo. Haja coração mesmo nesse livro kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Oi, o livro realmente parece ser muito bom, eu fiquei curiosa para ler ele, mas só que ele não faz muito o meu estilo e tenho medo de não gostar, mas sempre devemos conhecer coisas novas não é mesmo? Adorei a resenha.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!