RESENHA TENTAÇÃO AO PÔR DO SOL (OS HATHAWAYS #3) - LISA KLEYPAS

terça-feira, 20 de maio de 2014


Título Original: Tempt me at Twilight
Tradução: Débora Isidoro
Páginas: 272
Formato: 16 x 23 cm
Peso: 340 g
Acabamento: brochura
ISBN: 9788580412345
EAN: 9788580412345
Leia um trecho: clique aqui 
Booktrailer (em inglês): clique aqui

“Existe um motivo para que Lisa Kleypas figure na lista de best-sellers do The New York Times: ela é uma mestra em sua arte, o que fica evidente neste romance.” Romantic Times

Sinopse: Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.
Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.

Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.
Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.

Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta. 



Depois dos dois primeiros livros da série Hathaways, impossível não se apaixonar pelos personagens e pela narrativa da autora. E como superar os casais Cam Rohan & Amelia Hathaway, ou Kev Merripen & Win Hathaway? Mas Lisa Kleypas novamente os surpreende com o casal do livro Tentação ao Pôr do Sol.

Particularmente não tinha expectativas, diferente da relação do primeiro com o segundo que tínhamos uma visão e ao mesmo tempo ansiedade em relação do desenrolar da história do casal, em Tentação ao Pôr do Sol estávamos completamente cegas em relação ao enredo.


Poppy Hathaway é quarta irmã da família Hathaway, diferente dos outros irmãos, a autora em nenhum momento definiu uma personalidade característica da personagem, ela sempre fez parte do contexto, mas sem muito destaque, e devido a isso foi uma grata surpresa conhecer Poppy...


Está na sua terceira temporada de bailes, e até o momento não arranjou um pretendente. Uma das dificuldades é a personalidade de Poppy, já que é uma jovem autêntica, sincera, inteligente e honesta, e isso assusta bastante seus pretendentes, mas quando encontra alguém que a admire por ser como é, ela enfrenta outro empecilho...


A família que ela tanto ama, já que os Hathaways além de serem vistos como excêntricos pelas suas atitudes, eles tem ciganos na família, e isso causa uma antipatia da sociedade dificultando associações, e nessa situação Poppy encontra-se com seu pretendente Michael Bayning. E quando Poppy perde todas as esperanças de casar algum dia, aparece...


Harry Rutledge, uma homem taciturno e solitário, poucas pessoas tem contato com ele, e mesmo sendo dono de um dos hotéis mais elegantes da cidade, Hotel Rutledge. Harry tem sérios problemas na infância, a mãe o abandonou e o pai era ausente.


Harry só conhece uma maneira de conseguir o que quer, não ter qualquer tipo de escrúpulos da maneira de como conseguir o objetivo, desde o encontro inusitado com Poppy ele não consegue esquecê-la, e colocou como meta ter Poppy ao seu lado.



Mesmo que Poppy esteja envolvida no relacionamento clandestino com Michael, já que ele não quer revelar sua relação para família, ou seja, vemos uma relação fracassada. Michael é um homem totalmente sem personalidade e o que contrapõe com a personalidade decidida de Harry, e isso também é um atrativo a mais para Poppy.


Quando realmente Harry consegue ter Poppy para si, porém corre o risco de perde-la, principalmente quando ela descobre toda a trama que Harry arquitetou para tê-la.  E o casamento tem tudo para ser um fracasso.


E o livro me conquistou foi nesse ponto, essa relação que podia dar totalmente errada, primeiro pelas diferenças entre os personagens, enquanto Harry foi criado sem amor, e aprendeu a viver solitário, já Poppy é o contrário, tem uma família que a ama, e se preocupa com ela, e sentir solitária na família Hathaways é quase impossível.


E a relação se baseia no aprendizado, todos os nuances de Harry, Poppy irá descobrindo aos poucos, e conseguindo penetrar no escudo que ele construiu sentimentalmente para si, por outro lado, Harry começa a enxergar que a relação com Poppy não precisa ser na base de negociações ou subornando com presentes caros entre outros luxos, ele começa descobrir que com simples gestos irá conquista-la ainda mais.
"- Você abandonou Rutledge?
- Sim.

- Durou uma semana além do que eu esperava – confessou ele, mas sem ser grosseiro. – O que aconteceu?

- Bem, para começar... – Poppy tentava soar objetiva, apesar dos olhos cheios de lágrimas - ... não sou mais virgem.

Leo a encarou fingindo vergonha.
- Nem eu.
Poppy não conseguiu conter  uma risada.
Leo procurou um lenço nos bolsos do casaco, mas não encontrou nenhum.
- Não chore, querida. Não tenho um lenço para oferecer e, de qualquer maneira, é quase impossível encontrar a virgindade depois que perdemos.
- Não é por isso que estou chorando – declarou ela, limpando o rosto molhado no ombro dele. – Leo... estou confusa. Preciso pensar. Pode me levar a Hampshire?
- Estava esperando você pedir.
- Receio que tenhamos que partir imediatamente. Porque, se esperarmos  demais, Harry pode nos impedir.
- Meu bem, nem  o diabo em pessoa poderia me impedir de levá-la para casa. Dito isso... sim, vamos partir imediatamente. Prefiro evitar confrontos sempre que posso. E duvido que Rutledge tenha uma reação positiva quando descobrir que o deixou.
- Não – declarou ela, enfática. – Ele não vai reagir nada bem. Mas não o estou deixando porque quero salvá-lo.
Leo balançou a cabeça e sorriu.
- Você tem uma lógica típica dos Hathaways. O que preocupa é que quase entendo."
As cenas sensuais de Tentação ao Pôr do Sol, são mais excitantes, não pelo cena em si, mas pelos diálogos excitantes trocado pelo casal, tem aquele clima muito romântico e sensual ao mesmo tempo.


Outro aspecto interessante do livro fica em torno do mistério que envolve Harry e a governante da família Catherine Marks, apesar de ser esclarecido uma parte nesse livro, mas tem todo um passado da Srta. Marks que iremos aguardar ser revelado apenas no próximo livro da série.


E falando em Srta. Marks, imediatamente pensa-se em seu tormento pessoal, Leo Hathaway, que além de continuar implicando com a governanta, nesse livro também começa a ficar evidente o interesse dele por ela.


Vou dedicar um parágrafo a Leo Hathaway, são poucas séries que tem um personagem tão cativante, sendo ele coadjuvante até o momento, porém nesse livro... quem ainda tinha alguma implicância por ele, irá perder... ele está irresistível, que mereceu um especial no final da resenha só com suas “pérolas” hilariantes.


Concluindo...

Tentação ao Pôr do Sol como escrevi no inicio da resenha é aquele livro que não tive expectativa nenhuma e realmente me surpreendeu, praticamente se tornou um dos favoritos da série.


Personagens bem construídos e desenvolvidos, Harry e Poppy lembram aqueles personagens de Jane Austen, ele cheio de defeitos no inicio, porém no final impossível não amá-lo. Enquanto Poppy é aquelas personagens femininas, decididas, altruístas, inteligentes e cheia de atitudes, ambos cheios de erros também, não perfeitos...


Perfeição realmente é a escrita da autora Lisa Kleypas, que cada dia mais nos cativa, e nos deixa sempre ansiosas para o próximo livro. 





Leo Hathaway, um personagem odiado no primeiro livro, adorado no segundo livro, apaixonante em Tentação ao Pôr do Sol, no quarto livro imagino que iremos amá-lo...
Então ele merece uma parte especial nessa resenha, e esses momentos somente de Tentação ao Pôr do Sol, em Manhã de Núpcias que ele é o personagem principal, acho que terei que dividir a resenha em duas partes. Então abaixo vocês irão entender que é impossível não amá-lo.


 



Curta a página!!!! Participe do Grupo!!!! Curta o Facebook da Editora Siga a editora! Confira o site da editora Confira os vídeos Curta o Facebook da Autora Siga a editora! Confira o site da autora! Adicione na sua estante Adicione na sua estante Adicione na sua estante Adicione na sua estante Adicione na sua estante Sem resenha! Sem resenha! Sem resenha! Sem resenha! Clique aqui e confira a resenha!

9 comentários

  1. Eu ganhei ele no Evento de Romances de Época e enlouqueci de vontade de ler...assim corri e comprei a série toda...mas cadê tempo de ler!! Dentre todas as autoras estelares da Arqueiro, acho que os livros da Lisa serão os que eu mais vou gostar e as suas resenhas sempre me deixam muito ansiosa para ler...ainda mais com este Leo que tá parecendo o meu número com certeza! hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Adorei adorei adorei sua resenha!!!!!
    Concordo com tudo que você falou!
    Essa série é muito boa mesmo....e super indico pra todo mundo!
    Parabéns, Pati Linda!!!
    Quanto ao Leo....Não vejo a hora de o livro dele ser lançado hahahahaha
    Ele é sensacional. ...um personagem ímpar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Patrícia eu adoro suas resenhas, os quotes que você coloca, sempre me deixam nostálgica pela leitura dos livros.
    O casal deste livro foi mesmo uma surpresa adorável. Poppy, é uma das heroínas mais graciosas que já tive o prazer de ler.
    Eu estou amando esta série, e com certeza já estou mega ansiosa pelo livro do Léo.
    Já sei que ele será mais um mocinho pelo qual vou me apaixonar.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Esse é o próximo livro que lerei to com ele na minha estante desde o encontro de romances de época e agora decidi ler ele :P

    Adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar!!!!! Harry é fofo apesar de tudo. A cena do chocolate é um doce kkkkk

      Excluir
  5. Vamos lá Patthy Musa! Dizer que amo suas resenhas se tornou batido! Assim como Max Stella quando encontra Sara dizer que ela está linda! Já sabemos... kkkkkk Mas vou reforçar... Amo suas resenhas, o modo como analisa e coloca suas impressões sobra os livros. Amo ainda mais suas montagens com citações e uma ilustração básica... kkkk Isso facilita a mente na hora de ler o livro... Já nos passa uma ideia de quem vai poluir nossos pervos pensamentos! Adorei saber que você adorou a leitura e que a autora te surpreendeu! Amo essa série e se vc, minha musa resenhista, se surpreendeu com o terceiro livro é porque ele realmente vale muito a pena e prova o quanto a Lisa é diva no romances de época! Ainda mais com esse lance dos ciganos, que nessa série é um plus, amo essa cultura! E me deixou bem curiosa não só quanto ao casal do livro mas também com relação Léo! kkkkkkk Amo ele desde o livro dois! E estou muito curiosa com a relação dele com a governanta e como tudo vai se desenrolar! AMEI!

    ResponderExcluir
  6. Que resenha linda Pati! Tenho os dois primeiros volumes dessa série mas ainda não consegui ler. Só ouço elogios a respeito e esse terceiro livro me pareceu bem instigante, principalmente por conta dos diálogos entre os personagem ser sensual e ao mesmo tempo refinado. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  7. Se tornou meu livro preferido da série! Ahh o Harry, gente!! O Harry é maravilindo! que homem!!
    Agora quero ver qnd lançar o do Leo, vai ser uma guerra no meu ♥ pra saber qual é o preferido kkk
    Ah! Ian como Leo é pra morrer de tanta beleza e sensualidade! Perfeito!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!