Resenha: Incendeia-me - Tahereh Mafi - @Novo_Conceito

segunda-feira, 30 de junho de 2014

INCENDEIA-ME
TAHEREH MAFI

I.S.B.N.: 9788581634418
Cód. Barras: 9788581634418
Reduzido: 7463228
Altura: 23 cm.
Largura: 16 cm.
Acabamento : Brochura / Brochura
Edição : 1 / 1 / 2014 / 2014
Idioma : Português / Português
Número de Paginas : 384 / 384
Sinopse: O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado.
Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá.

Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.

Um livro perfeito na máxima expressão da palavra!!Maravilhoso, mas com gosto de pouco...fiquei com vontade de mais! Muito mais!!

Juliette é como a Fênix que ressurge de suas próprias cinzas. Após ter sido baleada pelo odioso comandante supremo  de O Restabelecimento, ela agora luta para encontrar seus amigos.
Reunir o que sobrou do ponto ômega. Mas, sobre tudo, se desfazer de todos os seus cacos. Deixando esta imagem fragmentada dela mesma para trás.

Juliette é forte.
É um fogo que queima clamando com fúria por justiça.
Ela foi ferida, mas agora está disposta a ferir também se for preciso. Ela tem plena consciência de suas vontades, mas principalmente, pela primeira vez em sua vida, ela sabe.
Nunca mais terá medo.

Tahereh Mafi para mim é uma Diva!
Embora Estilhaça-me tenha iniciado muito intrigante, mas um pouco lento, a partir de Liberta-me ficamos extasiados, alucinados e simplesmente apaixonados por sua escrita, assim como, por Juliette, Adam e quem diria... Warner.

- Já falei, amor, e fico triste de ter que repetir, mas você não entende as escolhas que tenho que fazer. Você não sabe o que já vi e o que sou forçado a testemunhar todo santo dia.Ele hesita.- E eu não iria querer que você soubesse. Mas não suponha que entende minhas ações - ele diz, enfim olhando-me nos olhos. - Porque, se fizer isso, posso garantir que só vai encontrar decepções. E, se insistir em continuar a fazer suposições quanto ao meu caráter, dou apenas este conselho: presuma que sempre vai estar errada.
Incendeia-me - pág. 45

Em Incendeia-me, estamos enlouquecidos, afoitos, ávidos com expectativa pelos próximos passos de Juliette e seu grupo.
E, ao ler este livro, tenho à dizer: AMEI CADA PÁGINA!!!

Tahereh conseguiu continuar com uma trama envolvente, conexa e simplesmente irresistível fazendo com que seus fãs a idolatrem por nos brindar com um livro tão bom.

Juliette finalmente desenvolve a força a qual tanto esperávamos. Sua personalidade agora forte e decidida foi uma grata surpresa para dar densidade à trama.
- Morrer. É a experiência mais dolorosa que já tive. Eu não conseguia gritar porque meus pulmões estavam rasgados ou cheios de sangue. Não sei. Eu só fiquei deitada lá, tentando respirar, esperando morrer o mais rápido possível. E, durante o tempo todo - conto -, durante o tempo todo fiquei pensando que tinha passado a vida toda sendo covarde, e isso não me levou a nada. E eu sabia que, se tivesse a chance de fazer tudo de novo, eu faria diferente. Eu prometi a mim mesma que enfim pararia de ter medo.
Incendeia-me - pág. 88

Acompanhamos seu relacionamento com Adam.
Suas brigas, seus sentimentos conflituosos e principalmente o seu desfecho. Ficamos tristes por estas páginas e principalmente por conhecer um lado de Adam ao qual nunca poderíamos imaginar. Acostumados a vê-lo como o Príncipe em seu cavalo branco, simplesmente perfeito. Foi um choque vê-lo apenas com um ser humano. Em alguns momentos egoísta, em outros medroso, com raiva e profundamente ressentido.
Nunca pensei que fosse inclusive ficar com raiva dele, mas fiquei.

Kenji também é o melhor!! Continua sexy, divertido, lindo e sobre tudo forte e leal.
Um dos personagens mais divertidos com quem tive o prazer de conviver nas paginas de um bom livro. Com seu bom humor, espírito leve e brincalhão, Kenji foi a cola que manteve esta química tão perfeita em cada novo capítulo.
- Eu vou MATÁ-LO...- Não - ele diz, apontando para mim conforme recua de novo. - Juliette feia. Você não gosta de matar pessoas, lembra? Você é contra isso, lembra? Você gosta de conversar sobre sentimentos e arco-íris...
Incendeia-me - pág. 233

- Eu preciso me acalmar - digo à ele, tentando controlar minha voz. - Vou voltar para raspar sua cabeça quando você estiver dormindo.Kenji parece verdadeiramente aterrorizado pela primeira vez.- Você não faria isso.Sigo na direção da parede oposta. Aperto o botão do elevador.- Você tem o sonos pesado, não tem?- Isso não é engraçado J... Isso não é nem um pouquinho engraçado...
Incendeia-me - pág. 234/235 

Aron foi um show a parte!!
Assim como em Liberta-me, ele foi brilhante. De um carisma ímpar, Tahereh conseguiu com maestria construir este personagem tão forte e cativante. Que passa de déspota odiado no livro 1, para fofo no livro 2 e simplesmente apaixonante durante o livro 3.
Tenho a dizer para vocês que Warner foi o personagem que eu mais amei conhecer e me apaixonar. Ele foi construído tão divinamente complexo, lindo e apaixonante que realmente dá gosto dizer que sou fã desta série e que com certeza espero novos livros para acompanhar sua trajetória e seu amor por Juliette.

Sem falsos pudores, Tahereh incendiou os leitores com o amor deles.

É um beijo pesado e inacreditável.É o tipo de beijo que inspira estrelas a subirem ao céu e iluminarem o mundo. O tipo que demora para sempre e não demora tempo algum. As mãos dele estão segurando minhas bochechas e ele se afasta apenas para me olhar nos olhos e seu peito está arfando quando ele diz "eu acho", ele diz, "que meus coração vai explodir" e eu desejo, mais do que nunca, saber como guardar momentos assim e revisitá-los para sempre.Porque isto.Isto é tudo.
Incendeia-me - pág. 299

Amei tanto a leitura que até agora ainda não acredito que acabou.
Na verdade, não creio nisso. Já que o final ainda pelo visto é apenas o começo, realmente espero muito que Tahereh continue a escrever a série e junto com Juliette continuemos a tentar salvar o nosso mundo.
Mas, enquanto isso ainda fica em aberto...deixo vocês com a minha citação favorita deste livro.
- Não há nada a temer. Não há nada com que se preocupar. Não se aflija com nada neste mundo transitório - ele fala suavemente.Eu me inclino para trás, uma pergunta em meus olhos.- É a única maneira como eu sei existir - ele fala. - Em um mundo onde há tanto com que se afligir e tão poucas coisas boas a aproveitar? Eu não me aflijo com nada. Eu aproveito tudo.Eu olho nos olhos dele pelo que parece uma eternidade.Ele se inclina para a minha orelha. Baixa a voz.- Quero que você me incendeie, meu amor.


12 comentários

  1. Gostei bastante da resenha , nao conhecia esta trilogia ja tinha visto este livro mas nunca parei para ler sobre o que era , entrou na minha lista de compras .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo não é uma trilogia hahahaaha achei q era pois só conhecia 3 livros

      Excluir
  2. OMG! Eu preciso terminar esta trilogia! Só li o primeiro livro e amei, sou team Warner, não tem jeito, esse vilão me conquistou! rsrsrsrrsrrs
    Adorei a resenha e os quotes! Perfeitos!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Eu não sei ,mas odio esse cara , eu havia amado o primeiro , fiquei bem chateada com o segundo e creio que irei querer tocar fogo no terceiro . Ele me decepcionou , eu detesto o Warner ..
    Não sei se pretendo ler , só por um milagre mesmo .

    ResponderExcluir
  4. Muitos estão amando esse livro e querendo mais , eu não vou mentir não curto muito , acho os livros lindos , mas de certa forma decepcionou os team Adam . Eu não lerei agora , quem sabe , futuramente .

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho o livro, mas como não li o segundo livro ainda =/ Terei de esperar um pouco.
    Mas acho que farei isso em Julho, lerei os dois, hehe. Mois estou ansiosa para saber o final.

    ResponderExcluir
  6. Acho os livros muito lindos e tenho muita vontade de lê-los..
    Mas acho que vai demorar um pouquinho hehe
    Ótima resenha
    Bjs
    Anny

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que a autora fechou essa trilogia com chave de ouro, né?!?! Mas também está explicado, a Tahereh se mostrou uma exímia criadora de personagens apaixonantes. Não tem como não se apaixonar por sua história. Só aguardando seus novos livros.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas e não é!?!? A Tahereh realmente nos surpreendeu com uma trama tão envolvente e personagens tão deliciosos e marcantes! <3

      Excluir
  8. Ainda não li os dois primeiros livros da trilogia, então não tenho muito que comentar. Espero ter a oportunidade de ter essa trilogia logo. Eu fiquei fascinada pela sinopse do primeiro livro.

    ResponderExcluir
  9. A capa é linda, não pensava que esse livro fosse tão emocionante, parecia ser um livro sem graça, mas acho que não.

    ResponderExcluir
  10. Só tenho o primeiro livro dessa série aqui, vou ver se consigo os outros pra poder começar, tendo todos fica melhor pra começar e ja pegar o embalo e ler tudo de uma vez.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!