A #Culpa na Literatura

sexta-feira, 19 de setembro de 2014



Oi galera,

Hoje vamos falar de um tema que notamos presente em diversos livros, quadrinhos...na literatura em geral.. A Culpa.

Conforme o dicionario online de Português: 
Significado de Culpas.f. Ato ou omissão repreensível ou criminosa; falta voluntária, delito, crime: pagar por uma culpa.Responsabilidade por semelhante ato: não ter culpa do que fazem os outros.
Mas embora o sentimento esteja presente, não necessariamente a culpa seria devida, é muito normal carregarmos este peso mesmo sem realmente sermos os culpados pela ação, reação ou atitude que originou a perda, delito ou problema, assim como ocorre com muitos dos nossos personagens favoritos também.

E quando falamos em culpa, um dos personagens que sempre me vem à cabeça é Peter Parker, eternamente torturado pela lembrança do Tio e como ele poderia tê-lo salvado com seus poderes se não estivesse vivenciando um momento de deslumbre e profundo egoísmo.
Mesmo assim, a palavrinha torturante que sempre a companha a culpa é o "se": Se tivesse feito diferente? Se tivesse chego ao local mais cedo? Se tivesse ficado com a pessoa? A culpa sempre levanta hipóteses, mas dificilmente se encontra alguma resposta enquanto estivermos mergulhados nela.

Em Dublin Street, embora a culpa não seja o motivo central do enredo, acompanhamos toda a dor de Joss e sua luta para vencer a síndrome do pânico. A culpa pela morte de sua melhor amiga em um momento bobo de rebeldia para tentar aliviar a dor pela morte dos pais é um dos fatores que mais pesam sobre seu coração.

E enterrar a dor e a culpa passam a ser a única saída que Joss encontra para conseguir sobreviver um dia de cada vez, mesmo não sendo a melhor solução.


A culpa na literatura vem sendo um tema recorrente e abordado por diversos autores nos mais diversos estilos literários. Confira mais alguns culpados literários que já tivemos a oportunidade de ler e resenhar por aqui:
Afinal, o sentimento de culpa acho que é um dos fatores mais presentes no dia a dia da humanidade. Mas até que ponto é possível viver assim?

Mais um grande livro que está vindo com tudo tratando sobre este tema é Willow da Leya, confira a sinopse:
Sete meses atrás, em uma noite chuvosa de março, os pais de Willow acabaram bebendo muito durante o jantar e pediram a ela que guiasse o carro até em casa. Por uma fatalidade, Willow perdeu o controle do veículo e seus pais morreram no acidente. Consumida pela culpa, Willow deixa para trás sua casa, amigos e escola e, enquanto tenta retomar a relação de afeto e companheirismo com o irmão mais velho, secretamente bloqueia a dor da perda cortando a si mesma. Mas quando Willow encontra Guy, um rapaz tão sensível e complexo quanto ela, mudanças intensas começam a acontecer, virando seu mundo de cabeça para baixo. Contado de modo cativante e doce, Willow é um romance inesquecível sobre a luta de uma jovem para lidar com a tragédia familiar e com o medo de se deixar viver uma linda história de amor e cumplicidade. 
Willow já está em Pré-Venda na Saraiva e em breve teremos resenha aqui no GMN \o/

 Claro que sabemos que ainda existem muitos outros livros falando sobre o tema ou que o tenham como um dos pilares principais para a trama, até porquê, tão natural quanto respirar, também é o ser humano se sentir culpado pelas oportunidades perdidas, pelas palavras não ditas ou pelos sentimentos não expressados não é?

Tem algum outro "culpado literário" para citar? Compartilhe com a gente nos comentários os livros que você já leu e que também tratam do tema.


7 comentários

  1. Oi Sheila!

    Post interessante! Apesar de eu ainda não ter lido nenhum destes livros, fiquei curiosa qto o enredo de Willow!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Me sinto culpada em não ler os livros da minha estante pq sempre leio livros do LV,
    Me sinto culpada por sempre comprar mais livros mesmo n conseguindo lê-los...
    me sinto culpada por n dormir p ficar lendo..=/
    O q fazer nessas horas? hahaa
    Acho q vou dar um pulo na livraria p relaxar...hahaa

    ResponderExcluir
  3. Olá ! Sinceramente gostei muuuuito da capa e do quadro!
    Este assunto do post e geral (em blogs literarios)?
    Noossa vi varios blog fazendo, achei de fato um otimo livro que realmente vale a pena conferir e adquirir ele tem um enrendo muito bom a historia bem trabalhada ! Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Excelente post é muito interessante o tema culpa, alguns desses livros citados já li e os outros farei isso em breve e esse Willow já foi pra lista de leitura, parece ser ótimo!

    ResponderExcluir
  5. Oii :)
    Realmente, tem certos personagens que se consomem com essa "culpa", e olha que na maioria das vezes eles não tem culpa de nada .. Proibido foi um dos livros que isso mais esteve presente, foi uma história bem dolorosa, e confesso que até eu me sinta um pouco culpada com alguns pensamentos .. Ella e Micha pude perceber um pouco desse sentimento só pelas resenhas que li .. Willow me deixou fascinada com essa sinopse, to esperando muito desse livro ! E sim, já li muitos livros que a culpa detona o personagem, as vezes ao ponto (como no caso de proibido) de nos sentirmos no mesmo barco que ele!
    Beijoos :*

    ResponderExcluir
  6. Bom, que sente o peso da culpa é a Becky Bloom, por seu uma compradora compulsiva! Mas é uma culpa leve, não é?!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    Ótimo post, realmente a culpa esta sempre presente nos livros, mas em nossas vidas também, é algo comum do ser humano, os livros citados parecem ser ótimos pretendo ler todos hahahaha.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!