GMN Entrevista: A.C. Meyer, Julie e o aniversariante da semana Danny - #LoucaporVocê @univdoslivros

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Oi galera,

Esta semana estamos comemorando o aniversário do nosso gostosíssimo Danny Boy...ou como diria nosso amigo George é o aniver do nosso Boy Magia favorito!! hahahahaha
A nossa amiga Julie que o diga né?

Mas a mulher que idealizou, escreveu e mimou todos estes personagens cativantes é a Andréia, uma pessoa ímpar que eu tive a honra de conhecer pessoalmente durante a Bienal de SP. Esta semana ela convidou à nós, suas amiga para juntas organizarmos uma Big Festa para Danny o nosso mocinho de Louca Por Você...e hoje dando continuidade às festividades, trouxemos uma entrevista muito divertida com a Autora e nosso casal mais fofo de protagonistas literários.

Então bora conhecer mais desta mulher maravilhosa e autora talentosa?
Sobre a autora:
A.C. Meyer é carioca, tem 33 anos e é completamente apaixonada por livros.
Não satisfeita em ler, sua mente inquieta resolveu escrever seus próprios finais felizes.
Quando se desgruda dos livros e da internet, A. C., se diverte dando gargalhadas com sua mãe, batendo papo na companhia dos amigos e assistindo a comédias românticas ao lado do seu próprio príncipe.
Suas inspirações literárias são as autoras Emma Chase, Sophie Kinsella e Kristen Proby, ícones da literatura romântica mundial.
Louca Por Você é seu romance de estreia, e faz parte da série After Dark.

Tenho a dizer que realmente é sempre muito divertido receber os amigos em casa...e este trio com certeza faz parte da família GMN. Espero que gostem da nossa conversa fiada e bate papo descontraído que rolou aqui no nosso QG Literário...hehehehe...so enjoy!

Andréia, durante a leitura de Louca por Você você acaba citando muito da cultura pop e principalmente uma de nossas autoras favoritas, assim já nos dando várias pistas de onde surgiu a inspiração para o romance. Mas concretamente, qual foi o ponta pé inicial para o livro?

O pontapé inicial foi uma conversa com uma amiga autora sobre histórias que poderiam virar livro e eu comentei que sempre imaginava um livro sobre amor entre amigos de infância, com a música como pano de fundo. E ela me sugeriu que colocasse no papel. Eu recusei de imediato, mal escrevia resenha p/ o blog que eu tinha na época, imagina escrever um livro? Mas, então, Danny e Julie me atormentaram por uma semana até que eu aceitasse abrir o editor de textos do iPad (eu ainda estava sem computador, então imagina a dificuldade da pessoa!!) e começasse a escrever a história deles. 

Então, escrever o Louca por você foi de uma forma muito despretensiosa. Na época, eu estava extremamente influenciada por autoras que tinha lido nos últimos meses, que na época nem eram (outras ainda não são) publicadas no Brasil: Emma Chase, Sophie Kinsella, SC Stephens Katie Ashley e, principalmente, Kristen Proby, e fui colocando coisas que eu gosto de ler nos romances, referências de cultura pop, menção a personagens queridos e claro, momentos engraçados, pq eu realmente amo ler romances com essa pegada na comédia.

A playlist do livro pra nós leitores foi um show a parte e acabou nos embalando durante a leitura, todas estas músicas tem algum significado especial para você?

Todas as músicas da playlist do livro eu adoro. Elas não tinham um significado especial, na época, mas hoje são músicas que quando ouço, me balançam. Principalmente Come away with me. Montar a playlist foi quase tão trabalhoso quanto escrever... foram horas procurando a música certa para cada momento, recebendo sugestão das pessoas que acompanhavam o processo, na época. A ideia de incluir a playlist no livro veio de ver as amigas "montando" playlist para ouvir enquanto liam. Então, eu pensei, porque não deixar que as leitoras sintam o mesmo que eu senti, enquanto escrevia, ouvindo aquela música naquele momento? Eu sou leitora também, sei o quanto nós leitoras amamos essas curiosidades do livro, as inspirações, essas coisas... 


Fale um pouco mais de você. Quem é a mulher por trás da autora e quem é a autora por trás da mulher?

A mulher por trás da autora é hiperativa. Faz milhares de coisas ao mesmo tempo. Trabalha durante o dia como coordenadora de treinamento numa empresa de TI, escreve, faz vários trabalhos independentes ligados a literatura, namora, cuida da família e ainda encontra tempo para jogar conversa fora com as amigas. E dorme muito muito pouco.... infelizmente! Mas quando ela vira a autora por trás da mulher, é quando ela mais se realiza. Pq é gostoso demais colocar no papel as nossas próprias histórias, ver o livro tomar forma e, principalmente, sentir o carinho das leitoras. A cada mensagem recebida do tipo "virei a noite e tinha que vir aqui dizer que amei o livro" nós duas (a autora e a mulher) nos vemos nessas leitoras, pq sim, eu faço a mesma coisa com as autoras que eu amo! 


A pergunta que não quer calar é: Quais foram os Divos que inspiraram você à moldar tanta gostosura em Danny e Alan?

Sabe quando a gente vê um autor de novelas dizer que escreveu um personagem para tal ator? É exatamente isso que senti quando criei Danny. Ele é o Jensen Ackles. Ponto. Não tem mais ninguém que pudesse dar vida ao meu mocinho. Até as caretas que ele faz em Supernatural é a cara que imagino Danny fazendo em determinadas situações. Danny tem olhos muito verdes, assim como Jensen e o meu "divo" da vida real ;)

Já Alan é o modelo brasileiro Rafael Lazzini. Ele é o Alan perfeito e o "papel" foi escrito pensando nele! Lembro que quando comecei a escrever o LPV, eu achei que tinha que colocar um badboy para movimentar a história, mas não queria que rolasse traição, sabe? Não gosto de livros que tem traição... era para ele ser um antagonista, o cara que todo mundo teria raiva, porque ele estava tentando roubar a mocinha do mocinho. Lógico que quase apanhei das minhas betas quando eu disse isso. Uma delas brigou comigo porque achou que a Julie tinha que ficar com ele e não com Danny! Então, se vcs repararem na descrição do Alan, ele é o Rafael. Alto, magro, mas o corpo firme, muito tatuado, sensual, muito sensual. Alan não é exatamente bonito... ele é sexy, charmoso.


A Andréia prefere o Danny ou o Alan?

Que maldade! Uma mãe não tem preferência entre os  filhos! kkkkkkk
Amo os dois, Danny e Alan, assim como amo todos os personagens. 

Ping-Pong:
Comida preferida:
 
Batata frita​
Estilo de roupa:
​ 
Confortável
Livro favorito:
Marsha Mellow e eu. Eu sou aquela personagem louca que escreve o livro hot e morre de vergonha! kkkkkkk
Personagem literário que não sei do seu coração:
 
Aidan Fitzgerald, de A proposta da​ Katie Ashley. Me lembro exatamente o dia que perdi meu coração p esse homem. kkkkkkkkk
Se ouvisse muitos gemidos vindo do apartamento ao lado durante a madrugada (todas as noites sem deixar você dormir)...o que você faria?
 
As minhas madrugadas são com fone no ouvido escrevendo, então não me incomodaria. Mas talvez, rendesse outra história! kkkkkkkkk
Complete a frase: Homem bom é homem...
​ 
que te faz feliz. ​
Está fugindo agora para Nova York, qual personagem de Louca por Você estaria sentado ao seu lado no avião? George, com certeza!

Danny não se esconda...nós temos perguntinhas para você também meu lindo!!

O que você acha fundamental em uma mulher? Responda sem olhar pra Julie...hehehe 
— Oi, Guardiã! Estou adorando essa coisa de entrevis... Amor, não fique chateada! Eu te amo! Mas, eu tenho fãs!!
— Danny, você é tão metido! — Julie fala rindo.
— Eu não sou metido, sou sincero, é diferente. Não tenho culpa se as leitoras gostam do meu sex appeal — os dois riem — Bom, se você me perguntasse isso há algum tempo atrás, eu diria que o fundamental é ser mulher e... Ai, Julie! — uma almofada atinge sua cabeça. — Eu disse que há algum tempo atrás, mulher! Hoje, o fundamental é que seja ela. — ele indica a direção de onde veio os arremessos — Porque ela é quem me faz feliz.  — Ele se vira para Julie — Baby, vão me achar um maricas se eu falar isso na entrevista? — ele pergunta, preocupado e Julie pula no colo dele.
— Não. Vão te achar um homem apaixonado!

Qual o seu maior medo gatinho?
— Eu enfrentei o meu maior medo, que era perdê-la para sempre. Mas agora, ando preocupado com o bebê que vem por aí — ele baixa a voz, para Julie não ouvir — Imagina se for menina?? To ferrado! 

Conseguimos perceber que por baixo de toda esta marra de garotão trintão bate o coração de um romântico não é? Então, defina em apenas 1 palavra o que é amor para você.
— O amor? Julie. Ela é a definição do que é o amor para mim — ele a puxa para um abraço ainda mais apertado.

Julie, agora a sua vez.
Qual é o seu maior medo?
— Meu medo é perder as pessoas que amo. É muito difícil, para mim, ​pela minha história, pelo meu passado... mas estou trabalhando isso em mim, pouco a pouco — Danny beija o alto da sua cabeça e ela sorri — E, claro, Danny também me ajuda a superar.

Do que você nunca abriria mão, nem mesmo por amor?
— Da minha fé no amor. Pode parecer contraditório, mas quando temos fé no amor, seja amor de amigo, irmão, namorado ou o que for, a gente encontra coragem para tudo. Inclusive para recuar e deixar ir embora, mesmo que o coração da gente se quebre. 

Durante a Bienal de SP encontrei com a Andreia na sessão de autógrafos, mas misteriosamente você e Danny haviam sumido de vista (cof...cof...cof) onde vocês estavam?
​Julie fica vermelha e Danny quase engasga. — E​h... hum... nós? Vendo livros, ora. O que mais nós poderíamos estar fazendo?

Esta pergunta agora é para os dois: Qual a coisa mais inusitada já ocorreu no relacionamento de vocês?
— Aquele dia quando nós fomos descobrir o... — Julie o interrompe.
— Danny, não! Ainda não contamos sobre isso!
— Jura? Elas não sabem ainda que eu quase caí e...
— Você não quase caiu. Você caiu mesmo! Mas elas ainda não sabem. Desculpe, Guardiã, mas a gente não pode estragar essa surpresa!

Julie, se o Cupido tivesse outro nome, ele com certeza se chamaria George não é mesmo, então defina com apenas 1 palavra esta pessoa tão única e tão especial.
— Uma só, é impossível. O que o define é: Amigo perfeito!

Danny, seu aniver está chegando, qual é a sensação de ficar mais velho e qual o melhor presente que você poderia ganhar neste dia?
— Eu fico muito feliz em saber que a maluquinha (que ela não nos leia!) da A.C. Meyer resolveu nos tirar da cabeça dela e contar nossa história a tantas leitoras! Fora que sair da cabeça dela é um alívio. Lá dentro é uma bagunça!! Não queria ficar presa lá, Guardiã. É quase o País das Maravilhas!​ — Julie balança a cabeça concordando. — O melhor presente que eu poderia ganhar é o carinho e amor de todas as leitoras! E da Julie, é claro. — ele pisca e a puxa para um beijo arrebatador. 

Bem meus queridos...muito obrigada pela visita e é sempre um prazer recebê-los aqui! Estejam sempre muito a vontade pois aqui a casa é sua!!!
E como a festa de Danny está apenas começando...nós e nossos leitores vemos vocês novamente na nossa Big Festa de Sábado (04/10) combinado?

Vamos ficando por aqui!
Carpe Noctem!

6 comentários

  1. Oii :)
    Posso falar (pela milésima vez) que to loucaaa (literalmente) por esse livro? Conheci o livro da Andréia na bienal, e me arrependo amargamente em não ter comprado, foi uma correria só, e acabou que deixei passar .. Ai eu começo a ler algumas resenhas, e pronto, me apaixono! E como meu aniversário tá chegando (04/10, coincidência não? rsrsrs) já dei uma bela "direta" pro meu noivo de qual vai ser meu presente , espero que ele não me decepcione, haha !!
    Ah, Andréia, também sou louca por Batata Frita (o que explica os quilinhos a mais), e concordo que os gemidos vizinhos dariam um bom livro, rsrs !!
    Beijos, beijos :*

    ResponderExcluir
  2. Oi Meninas!

    Eu preciso ler este livro logo! rsrsrsrsrrsrsr
    Como ela é fofa! Adorei a entrevista com os personagens, to começando a gostar do Danny! rsrsrsrsrrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Aih q linda q ela é!
    Super simpática!
    Eu tbm sou hiperativa! =P
    Só q n ao ponto de escrever um livro...hahaa
    Esses mocinhos poderiam se tornar reais neah!

    ResponderExcluir
  4. Excelente entrevista, gostei muito de saber mais sobre a autora, estou super ansiosa pra ler esse livro!

    ResponderExcluir
  5. Adooorei a entrevista, principalmente conhece
    um pouquinho mais da talentosa A.C. Meyer
    Seria parece ser tão simpatica com seus fãs
    ela e um amor!

    ResponderExcluir
  6. Awmmm gostei da entrevista.
    A autora parece ser muito simpática... desejo mais sucesso para ela =)
    pretendo ler o livro em breve.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!