Resenha: Até eu te encontrar - Graciela Mayrink

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Autor: Graciela Mayrink
Edição: 2
Editora: Novo Conceito
Selo: Novas Paginas.
ISBN: 9788581633237
Ano: 2013
Páginas: 384

Sinopse:
O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta.

Resenha:
E se sua alma gêmea não fosse exatamente aquilo que você sonhava?
Este é o livro de estreia da autora Graciela Mayrink,  e ela já chegou causando!! Siim, sou viciada em nacionais, mas principalmente sou viciada em uma boa historia, e a trama foi escrita de forma simples e fácil de ler, é impossível não devorar o livro.

Até eu te encontrar narra a trajetória de Flávia, um garota que acaba de se mudar para Viçosa para cursar faculdade.  Flávia sempre viveu no campo com seus tios,  desde que seus pais faleceram em um trágico acidente de carro a alguns anos atrás. O desejo de se encontrar e a vontade de cursar agronomia para pode continuar tocando a fazenda da família faz ela se mudar para Viçosa.
Flavia é o tipo de menina que esbanja simpatia e com os seus cabelos ruivos e seus olhos verdes, logo faz amizades.
No primeiro dia de aula ela é salva do trote por Felipe, um garoto lindo e sorridente e que chama a atenção de Flávia. Com o decorrer do semestre, os dois se tornam amigos inseparáveis.
Mas a escolha de Flávia pela faculdade de Viçosa não foi ao acaso, sua mãe cresceu em uma cidade próximo, e o fato de não saber quase nada sobre ela e os tios não entrarem em detalhe sobre a origem de sua mãe a leva  a tentar descobrir por si só seus parentes maternos.

Com o acaso e o destino conspirando ao favor de Flávia, ela acaba se mudando para um prédio próximo a sua faculdade  e coincidentemente a sua vizinha Sônia, dona da loja exotérica da cidade é uma antiga e grande amiga de sua mãe. Logo, por intermédio de Sônia, Flávia conhece Laura, uma outra amiga de sua mãe,e também Lauren, filha de Laura, uma garota divertida e inteligente, que logo se torna sua melhor amiga.
"Coincidências não existem. - disse Sônia - O que acontece é que a vida sempre nos leva na direção de certas pessoas."
Flávia aos poucos descobre que Sônia é uma bruxa Wicca que tem pressentimentos sobre o futuro, e que sua mãe e suas amigas eram todas bruxas. Ela também desenvolve sentimentos pelo seu melhor amigo, Felipe, mas o fato é que o garoto, apesar de um ótimo amigo, não é lá o mais fiel dos namorados, e as ficadas esporádicas entre eles se torna uma tortura para Flávia. Sendo assim, ela decide pedir a ajuda de sua vizinha bruxa para fazer um feitiço para atrair sua alma gêmea, apesar de não acreditar inteiramente em bruxaria ainda.
“Para ela, bruxa sempre foi aquela mulher velha, com uma verruga no nariz, cozinhando em seu caldeirão alguma poção para fazer maldade a alguém. Mas ultimamente vinha ouvindo muito essa palavra para definir outros tipos de pessoas. Carla, as mulheres da família Mayfair e agora Sônia.”
O convívio de Flávia com Felipe é grande, assim como com os outros garotos que moram na mesma republica que ele, a Mafia. Todos eles fazem parte do circulo de amizade da garota, menos Luigi, que trancou a faculdade logo após a morte de seu irmão mais velho em acidente de carro em que Felipe era o motorista e perdeu o controle do veiculo.
Mas para a surpresa de todos, Luigi retorna para as aulas antes do previsto. Só que com ele não foi como com os outros amigos de Felipe, Flávia detesta Luigi desde o instante em que coloca os olhos nele, mesmo com todo o carisma do garoto e o fato de ser amigo de todos no campus, ela desenvolve uma antipatia pelo garoto, que até o cheiro de seu delicioso perfume a incomoda. E para piorar ainda mais, Luigi namora a menina mais detestável da cidade, Carla é insegura, fútil e arrogante, e morre de ciumes de qualquer uma que ouse apenas olhar para Luigi.

Os sentimentos de Flávia por Felipe continuam a crescer, assim como a sua certeza de que seu feitiço para atrair sua alma gêmea não deu certo. Será que ele vai chegar?  Ou será que já chegou? Será que ele pode ser alguém de seu convívio? Ou pode ser alguém que ela não suporta? A ideia de amar assusta Flavia, mas mais ainda o fato de que sua alma gêmea possa não ser tudo aquilo que ela imagina, ou talvez alguém de quem ela nem mesmo goste.
“O fato de ele ser sua alma gêmea não quer dizer que vocês precisem obrigatoriamente ficar juntos. Existe o livre-arbítrio, embora ele esteja no seu destino. Mas você pode escolher. Só que isso não significa que você não vá amá-lo pelo resto de sua vida, mesmo que tome outro caminho.”
O livro é narrado em terceira pessoa, onde podemos ter uma perspectiva de todos os personagem. Por falar em personagens, esse é o ponto que mais me surpreendeu nesta obra, já que a autora construiu diversos personagens, e conseguiu incluir a historia de cada um deles no contexto da trama, não acompanhamos apenas a protagonista, podemos conhecer vários personagens, todos complexos, com personalidade definida e com uma historia concisa. Eu realmente não sou muito chegada a livros narrados em terceira pessoa, custo a me envolver na trama, mas esse foi ao contrario, logo de cara eu já estava totalmente presa.
Mas o que realmente me deixou fascinada pelo livro é a imprevisibilidade, quando você começa a leitura, tem certeza de qual e o final, mas aos poucos tudo vai se transformando e uma nova possibilidade surge. Eu realmente adorei isso, já que o gênero em si é algo saturado.
A introdução da Wicca no enredo foi algo que chamou bastante atenção, gostaria que a autora tivesse desenvolvido um pouco mais esse ponto, a conexão das bruxas com a natureza, os rituais e coisas do tipo.
Como eu falei lá em cima, os personagens são bem construídos, mas a relação entre eles é o que realmente me impressionou, já que tudo é extremamente real, tudo natural, nada de eventos ou relacionamentos descabidos, tudo flui naturalmente.
A autora também soube criar uma vilã, daquela bem odiáveis, e o leitor não torce por ela, de modo algum, ela é péssima e você quer mais é ver ela quebrar a cara. Me vi em vários momentos xingando a maldita da Carla. Existe também a introdução de um drama sutil e uma bagagem emocional pesada para alguns personagens, mas que não é o centro da trama, apesar de ser a base dela.

Apesar do livro ser ótimo, eu realmente achei o final um pouco aberto e corrido, faltou aquele sentimentos de conclusão quando você fecha um livro, e o fato de autora ter recorrido ao “após alguns anos”, mostrando ao leitor como tudo ficou, com casamentos e 99896879 filhos, me deixou bem chateada, faltou a conclusão imediata sobre o que aconteceu ao final, depois que a historia atingiu seu ápice, foi um final abrupto, acho que os leitores precisavam e mereciam um pouco mais, principalmente de romance e não de como foi o casamento e quantos filhos eles tiveram.
Este foi o fato que me levou a dar três estrelas ao livro, no mais, é uma leitura leve e fluida, conclui em dois dias, e olha que o livro é bem grandinho, mas a autora tem uma escrita tão fácil e gostosa de ler que é impossível você não devorar.
Sobre a obra em si, é um livro lindo, com uma diagramação bem simples, mas muito bem feita, uma revisão impecável, sem nenhum erro aparente. A capa também é uma fofura! Eu com certeza indico a leitura para quem curte um bom chick-lit.

Sobre a autora:

Graciela Mayrink Roldão nasceu no Rio de Janeiro e autora dos livros Até Eu Te Encontrar e A Namorada do Meu Amigo, ambos lançados pela Editora Novo Conceito.
Participou do livro Não é Só Por Vinte Contos, organizado pelo portal Skoob e da coletânea Contos de Carnaval - Deixando o Abadá de Lado, da Novo Conceito.
Em 2011, apresentou o curso Como Escrever Para Jovens durante a semana literária SESC no Rio de Janeiro. É a idealizadora do Projeto Jovem Curte Ler, que incentiva a leitura através de visitas a escolas.
Formada em agronomia com mestrado em fitopatologia, Graciela trabalhou durante oito anos à frente do site de automobilismo SuperLicença e da assessoria do projeto social Ideia Fixa Para Um Sertão Sem Fome.

5 comentários

  1. Nunca senti vontade de ler este livro acredita?
    Não sou muito fã de Chick-lit, então, acho que não lerei nem pra saber como é... rsrsrsr

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Comprei esse livro em Novembro/2014, e como comprei vários livros juntos, deixei esse por último. E ontem me bateu uma vontade de ler e me apaixonei tanto, que o devorei... Rsrs
    O início da leitura foi lá pelas 20:40 e acabei de terminá-lo. Estou com gostinho de quero mais e gostaria muito de saber se já tem a continuação? ��

    ResponderExcluir
  3. Comprei esse livro em Novembro/2014, e como comprei vários livros juntos, deixei esse por último. E ontem me bateu uma vontade de ler e me apaixonei tanto, que o devorei... Rsrs
    O início da leitura foi lá pelas 20:40 e acabei de terminá-lo. Estou com gostinho de quero mais e gostaria muito de saber se já tem a continuação? ��

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é realmente perfeito!
    Ele merece um filme! 😍😍😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente.. me apaixonei por esse livro

      Excluir

Deixe seu Comentário!