Resenha: Não Sou Uma Dessas - Lena Dunham - @intrinseca - #AskLena

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

I.S.B.N.: 9788580576214
Cód. Barras: 9788580576214
Número de Páginas: 304
Idioma: Português
Acabamento: 1635
NÚMERO: 1
ANO: 2014
Sinopse: Lena Dunham, apresenta uma coleção de relatos pessoais hilários, sábios e dolorosamente sinceros que a revelam como um dos jovens talentos mais originais da atualidade. Em Não sou uma dessas, Lena conta a história de sua vida e faz um balanço das escolhas e experiências que a conduziram à vida adulta.Comparada a Salinger e a Woody Allen pelo New York Times como a voz de sua geração, Lena é conhecida pela polêmica que desperta e por sua forma única e excêntrica de se expressar e encarar a vida. Engajada, a autora revela suas opiniões sobre sexo, amor, solidão, carreira, dietas malucas e a luta para se impor num ambiente dominado por homens com o dobro da sua idade.
“Já estou prevendo a vergonha que sentirei por ter pensado que tinha algo a oferecer”, escreve Dunham. Mas “se eu puder pegar o que aprendi e tornar alguma labuta mais fácil para você ou evitar que você tenha o tipo de sexo em que sinta que deve continuar de tênis para o caso de querer sair correndo durante o ato, então cada passo em falso que dei valeu a pena.”
"Lena Dunham é engraçada, lúcida e corajosa. Para as mulheres, é a prova de que se um babaca diz que você é feia, não significa nada. O que você tem a dizer vale muito mais." ELLE

Não perca os conselhos de Lena em #AskLena e tenha uma prévia do que encontrará em #NãoSouUmaDessas! Vale a pena assistir os outros vídeos no Youtube.


Lena Dunhan criadora e roteirista da série Girls da HBO nos conta com muito bom humor passagens de sua vida. Da menina nada sexy, mas com atitude suficiente para encarar a vida ela vai narrando diversos fatos marcantes em seu desenvolvimento como ser humano, mesmo que de forma dolorosamente cômica.


Peguei este livro pra ler principalmente por já ter assistido à diversos episódios da série, não que eu seja fã, assisto apenas apisódios aleatórios. Mas gosto das agruras das personagens retratadas nela. E não me arrependi da leitura.
O livro ficou lindo! Com um acabamento delicado e caprichado, ilustrações que chamam a atenção do leitor e complementam como uma luva o texto. Não Sou Uma Dessas é aquele tipo de livro para ler e usufruir muito do laser que ele proporciona. Sério! Ri muito com algumas de suas histórias e conselhos.

Claro que fica complicado classificar esta leitura como uma biografia, visto também faz o papel de auto-ajuda em determinados momentos.
Mas, embora de uma forma muito hilária em diversos passagens, a impressão que temos foi que Lena acabou se caricaturando um pouco mais do que a situação realmente exigia, passando a impressão da composição de um personagem e não uma adolescente normal.
Não me levem a mal, pois AMEI sua atitude perante as “crises”, e realmente sinto sua força de caráter buscando se encontrar ou até mesmo não se perder, mesmo sem se encaixar...mas em alguns momentos senti falta de um pouco de drama (tipo vontade de cortar os pulsos), o que seria normal dadas algumas circunstâncias.

A narrativa de seus fracassos amorosos ou sexuais, me lembrou um pouco “A vida sexual da mulher feia” da Claudia Tajes o que por sua vez só enalteceu o livro, visto que é preciso muita coragem para admitir abertamente situações tão insólitas pelas quais passamos as vezes, fazer paródia delas e usar como degraus para sua auto-estima.

Lena derrama nestas páginas toda a sua fibra. Cativa os fãs através de sua inteligência, humor e espontaneidade. Provando que você não necessariamente precisa ser perfeitinha para perseguir seus sonhos ou subir na vida, apenas que terá que ralar e se esfolar um pouco mais...hehehe.

A Intrínseca acertou em cheio trazendo este título ao mercado. Com o capricho de sempre nos proporciona uma obra linda e deliciosa para ler.
Uma ótima leitura para relaxar e super indicada para o período de férias ou enquanto necessitarmos de uma distração de nossas vidas de novela mexicana, focando nas histórias tragicômicas de outra pessoa.

Lena Dunham se transforma na voz da geração que não está nem aí para as superficialidades ou ditaduras da moda, da vida ou dos relacionamentos!

Ao lado a próxima geração do Guardiã da Meia Noite. Minha filha Lauren (esquerda) e minha sobrinha Isabelle...que serão divas confiantes não importa o quê pois literalmente Não Serão Uma Dessas!! hehehe


1 comentários

  1. Obrigado por seu texto. Vou dar-lhe uma chance de lê-lo. Ele tem inspirado muitas mulheres, inclusive eu, para discutir questões que não são considerados adequados. Vou sentir falta de sua série, Girls. Ele conseguiu personagens interessantes e profundas, sem descurar a pouco explorado na combinação de humor e drama de TV, por isso é um dos melhores series para esta geração.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!