Resenha: Sempre Foi Você - Carrie Elks - @univdoslivros

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Sempre
FOI VOCÊ
CARRIE ELKS

Editora: Universo dos Livros
I.S.B.N. 9788579307515


Sinopse: '“Richard, nós tivemos um bebê”.Londres, 31 de dezembro de 1999. Aos 17 anos, a britânica Hanna Vincent conhece o americano Richard Larsen: um estudante rico, encantador e sedutor que vai virar seu mundo de ponta-cabeça. Um relacionamento entre eles é improvável, já que vivem em mundos completamente diferentes. Mas aos poucos uma grande amizade vai surgindo e leva os dois a uma relação explosiva, cheia de paixão, amor e aventura.
Emocionante e comovente, Sempre Foi Você é uma genuína história de amor. Você daria uma segunda chance ao amor da sua vida?
Estou completamente apaixonada por este livro!!! Lindo, emocionante e arrebatador, Carrie Elks conseguiu dilacerar meu coração entre os maravilhosos encontros e angustiantes desencontros de Hanna e Richard. Sofri, fiquei com muitas lágrimas nos olhos...e a cada momento de felicidade deles, eu também sorri.
Não tem como não AMAR este livro!

Sempre Foi Você é aquele tipo de romance em que o leitor mergulha de cabeça já no primeiro capítulo. É impossível nos separarmos da história enquanto lemos, seus personagens viram amigos, amores, não conseguimos tirar o livro da nossa cabeça e muito menos do coração.

Ela ergueu os olhos para ele, olhando para seus lábios, que estavam cerrados de raiva. Os olhos dele haviam se estreitado sob as sobrancelhas, e seu nariz reto e perfeito estava levemente torcido em resposta a sua presença.
O desprezo que ele sentia por ela irradiava do seu corpo. (...)- Richard - a voz dela estava surpreendentemente forte. Ela podia fazer isso. Podia contar a verdade para ele, e então ir embora dali.
Sempre Foi Você - pág. 8
Depois de uma notícia bombástica já no Prólogo, Carrie Elks vai nos contando através de flashbacks em 3ª pessoa, a vida de Hanna Vincent e Richard Larsen.
Com maestria, ela nos transporta através dos anos e alternando os pontos de vista entre ele e ela, vai costurando com fatos e muita cultura pop esta linda, mas ao mesmo tempo causticante história de amor.

Iniciamos nossa viagem pela vida de Hanna e Richard em 1999, onde ela uma adolescente londrina, gótica e de um humor leve, mas ácido, conhece um belo garoto americano e engomadinho da faculdade de Columbia.
Hanna aos 17 anos e Richard aos 20, já fazem faíscas de atração brotarem desde o primeiro instante...e tudo foi tão fofo, lindo e muito engraçadinho.
A sensação das costas dela esfregando-se contra seu peito e da bunda dela contorcendo-se contra sua virilha o deixou instantaneamente duro. Sua ereção pressionava a coluna dela. Com apenas duas finas camadas de tecido entre a pele deles, ele tinha certeza de que ela conseguia sentir.Hanna virou-se com uma expressão divertida. Ela levantou uma sobrancelha trocista.- Você gosta mesmo desse jogo, hein.- Não leve pro lado pessoal. Fico duro só de assistir National Geographic.Ela gargalhou balançando a cabeça.
Sempre Foi Você - pág. 21
E mesmo ele em Nova York e ela em Londres, esta amizade nem tão inocente, mas muito original e verdadeira acabou florescendo. 
Vamos acompanhando os fatos a cada reencontro através dos meses e dos anos.
Férias, emails, visitas em família, a cada novo encontro entre eles é uma nova sementinha plantada.
A família britânica de Richard, passa a ser a família de Hanna. Ela e Ruby (irmã dele) se tornam melhores amigas desde que a menina tinha 10 anos.
Com a rotina de pôr Ruby na cama, um programa de tevê preferido e o compartilhamento de cerveja e cookies, eles estavam se tornando a paródia de um velho casal...Tirando a parte do sexo.
Sempre Foi Você - pág. 29
Entramos com Hanna na faculdade e acompanhamos seu amadurecimento, sua obstinação, sua criatividade.
Carrie Elks, vai pontilhando fatos históricos e muita cultura POP  alinhavando a personalidade eclética e descolada de Hanna, assim como o carisma e a lealdade de Richard na transição de menino para homem de negócios.
Vamos com eles ver os Strokes antes da fama em um bar underground. Acompanhamos Hanna fazendo entrevistas com músicos, cobrindo festivais e escrevendo sobre novas tendências musicais.

Embora eu ache meio estranho ler um livro em 3ª pessoa, as narrativas, assim como toda a trama são tão bem escritos que fica impossível não se envolver e realmente não fazer parte de tudo.
Me senti não somente uma expectadora, mas também alguém muito próximo à eles. Olha a quantidade de quotes que eu separei enquanto lia.
Várias passagens são lindas, outras são curiosas e que nos fazem relembrar fatos de nossas vidas junto com as deles, como uma nova banda,um momento caloroso, uma nova tendencia tecnológica, os atentados de 11 de setembro, enfim, diversos fatos que fizeram parte da vida de Hanna e Richard, mas também da nossa.
Seguindo Hanna até a área principal da boate, todos os seus sentidos foram atacados pela atmosfera - a cacofonia da plateia, o cheiro de fumaça no ar, a sensação do chão grudando nas solas dos sapatos. Ele podia sentir a animação do local enquanto a multidão de pessoas se movia pelo espaço, esperando a banda subir ao palco. Devia haver pelo menos trezentas pessoas apartadas lá dentro.- Qual é o nome da banda mesmo? - Richard perguntou. Hanna tomou sua mão para puxá-lo mais para a frente.- The Strokes. São uma banda de garagem de cinco membros. Está todo mundo falando deles.
Sempre Foi Você - pág. 50
Sempre Foi Você é como um sonho lindo, pontilhado com vários pontos difíceis de vida. Como cacos de vidro perfurando momentos perfeitos.
Essa foi a sensação que eu tive a cada encontro, assim como os senti sangrar em cada desencontro que a vida lhes armou.
- Eu não consigo.A voz dele era quase um sussurro.- Você é muito mais do que pensa. Isso não vai acabar nunca.Hanna foi até ele e passou os braços ao redor da sua cintura, encostando o rosto no peito dele, sem discernir qual dos dois estava tremendo mais. Inclinando o queixo para olhá-lo, Hanna viu lágrimas escorrendo pelo rosto dele, iguais às que corriam pelo dela, e ergueu-se na ponta dos pés para beijar os lábios dele.Caindo de volta na sola dos pés, afastou-se e pegou a bolsa, passando a alça sobre o ombro enquanto se dirigia para a porta.Não podia olhar para ele de novo, sabendo que sua expressão a faria mudar de ideia. Em vez disso, fechou os olhos, pôs a mão na maçaneta e esperou que o rangido da porta parasse para ter certeza de que ele a ouviria.- Sinto muito, Richard.
Sempre Foi Você - pág. 128
Sempre Foi Você fala sobre família, amizades verdadeiras, amor, perdas, luto e desespero. 
É um livro magnífico, com personagens fortes e verdadeiros.
Sobre como os problemas as vezes nos sufocam, mas também de como a esperança pode ser perigosa e ao mesmo tempo vital para a sobrevivência e a sanidade.
A ausência de Richard era como uma faca no peito. Em toda parte havia lembretes do que ela tivera e perdera. Um amor descartado tão estupidamente. Mais do que nunca, ela queria voltar no tempo e ser aquela garota outra vez, a garota que tinha rido com os Larsen e ajudado a mãe em festas.
Sempre Foi Você - pág. 136
A capa da Universo dos Livros além de linda é emblemática e retrata com perfeição a instabilidade entre Hanna e Richard. Sua relutância em deixar Londres e abraçar completamente Nova York, visto que temos ambas as cidades estampando uma a frente e a outra o verso do livro.
A tradução e revisão estão muito boas e este livro além de lindo, com uma história maravilhosa, ainda é um excelente item para se ter na estante ou dar de presente para quem amamos e queremos encantar com uma belíssima história de amor.

Carrie está de parabéns também pela construção de todo este elenco de estrelas. Sim, falo elenco, pois para mim são pessoas que estrelaram uma dos melhores filmes que já li (torço muito para que minha vontade se concretize e um dia possamos vê-los nas telonas...hehehe). Todos os personagens são muito bem desenvolvidos, suas nuances os tornam verdadeiros e maravilhosos.
A autora consegue nos convencer de que muitas vezes segundas, terceiras ou muitas chances são necessárias para que o amor não escorra por nossas mãos até que só nos restem amargura, sofrimento e ressentimentos.

Bom, vou parando por aqui pois se eu foi continuar a colocar quotes, e falar o quanto amei, é mais fácil eu colocar o livro todo na resenha...hehehehe
Mas deixo vocês com mais um quote especial sobre Richard que apesar de nos atiçar com a esperança, não nos garante e nem à eles um felizes para sempre.
Ela não parecia uma outra amiga qualquer, no entanto. Parada à sua frente, seu rosto estava iluminado pelas luzes no gramado. Ela parecia a Hanna que ele conhecia, a que babava nele em parques e que flertava com ele em festas. Parecia a Hanna dele.
Sempre Foi Você - pág. 169
O final do livro, mesmo sendo um pouco previsível foi MARAVILHOSO! Não tinha como terminar de forma diferente, ou depois de tanto sofrimento o leitor acabaria morto de tristeza. 
Vale a pena ler!! Eu já estou com vontade de ler de novo! Definitivamente não estou preparada para deixá-los ainda. ;)

6 comentários

  1. Que vontade de ler! Resenha mais que perfeita vou adiantar ele na fila, como já tinha te falado rs.
    Amei a parte em que diz; "Como cacos de vidro perfurando momentos perfeitos". Quotes maravilhosos também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é perfeito Sá!! Você não vai se arrepender desta leitura!!
      Vai se tornar um de seus favoritos! Com certeza!!

      Excluir
  2. Ok, vi o post de divulgação no Facebook e corri pra ler a resenha porque AMEI essa capa (os livros me ganham pela capa com frequência). Mas, nossa, adorei demais a sua resenha. Curti pra caramba sobre o que é a história e já adicionei a minha lista de desejados.

    http://blogdifusao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laira, o livro é muito lindo! Não me canso de elogiar...não consigo parar de pensar nele...volta e meia leio uns pedacinhos de novo! hehehehe

      Excluir
  3. E perfeito esse livro, amei demais, belo e apaixonante romance. 😍😍

    ResponderExcluir
  4. E perfeito esse livro, amei demais, belo e apaixonante romance. 😍😍

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!