[TAG] Bullying Literário

quarta-feira, 22 de abril de 2015


Oi gente!
Em tempos de tantos blogs por aí falarem em seus posts sobre o preconceito literário, trouxe para vocês uma TAG falando sobre o Bullying Literário.
Ou seja, situações onde o gosto por um gênero específico é motivo de piadinhas ou brincadeiras pejorativas por parte de nossos amigos e familiares.


O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem uma denominação em português, é entendido como ameaça, tirania, opressão, intimidação, humilhação e maltrato.


1. Que tipo de livro normalmente ganha uma piadinha nada sutil? É claro que os Romances Eróticos estão sempre no foco. 
Depois de toda a repercussão que teve Cinquenta Tons de Cinza e mais ainda agora com o filme, toda a vez que alguém percebe que estamos lendo um romance hot, sempre acarreta uma piadinha às vezes não muito apropriada.

Já ouvi coisas como: "É melhor fazer do que ler!" ou " Fulana, pratica mais e lê menos!"



2. Você se sente visada(a) pela família, amigos ou colegas de trabalho?
Complicado quando a gente tem que chegar e já esconder o livro na gaveta para evitar mais piadinhas. Tenho colegas que chegam ao ponto de abrir minha gaveta ou a capa de tecido protetora dos meus livros para ver qual será o título para a diversão do dia.

3. Você já foi hostilizado no transporte coletivo?
Aqui no RS é meio complicado ler certos livros com capas mais explícitas no trem por exemplo. 
Já houveram vezes de senhoras me encarando fazendo cara feia. 
Olhando o meu livro e dizendo que isso era uma pouca vergonha... hehehehe... claro que a gente faz que não vê. Ou tira de letra ainda dando uma risadinha, mas tem dias que enche o saco não é?

4. Você se sente rotulado?
SIM! Embora eu leia muito romance erótico, diga-se de passagem tem histórias de amor lindas e assim como disse a Sylvia Day na palestra dela durante a Bienal do RJ de 2013, sexo faz parte da vida. Sexo é divertido e é saudável. Me sinto meio frustrada quando apareço com um livro novo e as pessoas já vem me perguntar se é o novo da Sylvia Day ou: Qual a putaria da vez? 

Como blogueira leio de tudo um pouco, mas como fã de livros, AMO uma boa história. Embora ultimamente os New Adults sejam os meus favoritos, adoro uma Distopia. Leio muitos YAs ainda e mantenho o meu fraco por vampiros. Este último gênero mais um foco do bullying literário que eu sofro...hehehe



5. Fica chateada(o) e com vontade de revidar?
Às vezes sim! Mas quando é com pessoas próximas, a gente até entende que o problema deles é que normalmente não leem nem bula de remédio, quanto mais um livro seja ele de que gênero for. Então muitas vezes dou um jeito de virar o feitiço contra o feiticeiro e fazer uma piadinha mais constrangedora ainda em retribuição.
Mas quando se trata de um estranho em um lugar público, é mais complicado. Mas já teve vez que fiquei tão indignada que acabei lendo um trecho do livro em voz alta pra ver se a criatura parava de me encarar...hehehehe... (crianças, não façam isso ok?)... além do mais, não vale a pena se estressar por bobagens!


O importante é que em cada página temos um mundo novo, amores lindos e maravilhosos, alegrias, emoções a flor da pele e independente do gênero literário que estamos lendo no momento, somos felizes!

E aí, gostaram da TAG? Responda pra nós se já sofreram algum bullying literário aqui nos comentários ou postando a TAG no seu blog.

3 comentários

  1. Ai ai eu custo a acreditar que isso acontece, que gentinha mais %$#@&
    Mas é o que vc falou esse tipo não lê nada de nada.
    Vou sim responder a tag no meu blog (que está começando por sinal)

    Beijão :*

    ResponderExcluir
  2. PS: http://livrossaofilhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Scheila! Adorei a tag, vou fazer no meu blog também!
    Preconceito ou bullying literário é uma coisa tão chata que às vezes nos tira do série mesmo. Eu nunca sobre algo tão abertamente, mas sempre tem aquelas piadinhas ridículas para encher o saco. Eu nem dou mais importância, leio o quero, o que me dá vontade e não tô nem aí para o que o povo incomodado tá pensando! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!