[RESENHA] Três dias para sempre - Janda Montenegro - @Novo_Conceito

terça-feira, 5 de maio de 2015


“Todos os dias, centenas de dezenas de pessoas ao redor do mundo acordam com a esperança de, naquele dia, encontrar o amor da sua vida. Todos os dias, centenas de dezenas de pessoas ao redor do mundo dormem, com a esperança de que no dia seguinte terão mais sorte e encontrarão o amor de sua vida.”

Line mora no Rio de Janeiro, a cidade dos sonhos. Mas para ela, sua vida não chega nem perto de um sonho. Vinda do interior do Brasil, Eveline é baiana e muda-se para o Rio junto com seu noivo carioca, que a prometeu amá-la e que casaria com ela. Mas é abandonada no altar! Sua vida desmoronou. Sem família, sem emprego e sem rumo na cidade grande, Line se vê desesperada. É onde conhece Raffa, gerente de um grande hotel cinco estrelas, que lhe dá abrigo, comida e roupa lavada em troca de serviços com os turistas. A missão de Line é busca-los no aeroporto e leva-los de volta até lá.

Eu não sei o que fazer com o meu cabelo, que dirá com a minha vida!, pensou, enquanto novamente passava a mão pelas madeixas e as puxava, querendo acreditar que, assim, as ajudava a crescer mais rápido.”


Em pleno primeiro de janeiro, ano novo, Line está no aeroporto de manhã cedo. Enquanto todos estão curtindo a ressaca da pós virada do ano, ela está lá, trabalhando, estressada por sua vida nada boa, esperando pessoas que ela nem conhece. Eis que ela espera, espera, e espera e nada dos hóspedes chegarem... então retorna ao hotel – de mãos abanando e de ônibus – e acaba conhecendo um deus grego lindo maravilhoso perfeito, Téo, um brasiliense de passagem pela cidade maravilhosa.

Nossa!, que cara lindo!, ela pensou, finalmente desviando o rosto e fingindo contar o dinheiro. Nossos filhos seriam lindos! Imediatamente, Eveline balançou a cabeça, recriminando-se por esse pensamento. [...] Entretanto, ela não conseguiu reprimir um sorriso. Os filhos deles realmente seriam lindos.”

Ela simplesmente acha-o o homem mais lindo do mundo, coisa que não fazia desde o fim trágico do seu noivado. Desde seu abandono, Line nunca mais quis saber de outro relacionamento, ela não conseguiu mais ser feliz e realizada na vida. O brasiliense senta-se ao lado dela no ônibus, não deixando-a dormir e por fim pega seu telefone.

No mesmo dia, Téo liga para Line, convidando-a para sair, e então a história de amor repentino dos dois começa. O amor deles é sincero, mas desde o começo o brasiliense assume que está de férias e só quer curtir, fica claro para ele que Line é apenas isso (no meu ponto de vista), mas Line simplesmente não vê isto. Assim, ela se vê muitas vezes pensando se vale a pena, se ele é de fato o amor da vida dela, pois ele é de um estado diferente, é skatista e estudante de filosofia (o que sua família acharia disso?). A cabeça de Line é um turbilhão de pensamentos loucos, de ciúmes e incertezas.

A história dos dois é fofa, é um típico amor de verão, passageiro e cálido. Durante o tempo em que permanecem juntos, Line briga e discute muito com Téo, e achei isso um pouco exagerado para um amor tão passageiro. Ela é insegura, e chega a ser possessiva. (oi? Já?)

O livro mostra que a gente pode sair de um relacionamento que acabou em tragédia e se reerguer, que podemos sim amar de novo, e que o amor está nos lugares mais improváveis! Muitas “Line’s” que existem por aí deveriam ler esse livro e ver que existe sim uma luz no fim do túnel, que existe amor, confiança e carinho para todos.

“Porque ela aprendera que o trabalho e o dinheiro vêm com o tempo, se você se dedica àquilo que faz. Mas o amor pode vir da maneira mais inesperada, e é preciso lutar por ele.”

A única coisa que me incomodou/decepcionou foi o final do livro, que pareceu muito corrido e sem lógica. Quando o livro começou a acabar eu fiquei pensando “como assim? Não vai dar tempo de ter final!”, e de fato, para mim aconteceu tudo rápido demais. Confesso que eu esperava um final de comédia romântica, e o final proposto por fim não me agradou, podiam ter explorado melhor isso. Eu realmente me decepcionei, eu tinha gostado da história, mas quando o final não agrada... fica difícil! Fora isso, o livro é bom para a gente fugir do nosso mundinho, tem frases bem feitas e podemos tirar boas lições de moral. Se mudasse o final, seria um livro lindinho.


Já todo o cuidado com o livro é lindo, todas as páginas contém um rodapé imitando o calçadão de Ipanema, e os capítulos possuem ilustração do Cristo Redentor. A fonte não me causou cansaço, e a leitura foi agradável (exceto pelo final!).


“Talvez ela não pudesse acabar com a fome do mundo, mas, naquele momento, podia fazer um gesto de gentileza que acabaria com o desconforto de uma pessoa. Eram os pequenos gestos do dia a dia que faziam a diferença, ela acreditava.”




8 comentários

  1. nao conhecia esse livro mas ja gostei, adoro livros de romance e esse nao fica de fora, achei a resenha interessante e me deixou bem curiosa, espero ler em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou Emanoelle! Espero que goste da leitura *-* e que possa vir aqui compartilhar ela conosco! Bjs

      Excluir
  2. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais curiosa em conferi essa história que parece ser boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaa Milena!! Tomara que goste da leitura *-* compartilha com a gente depois! Bjs

      Excluir
  3. Olá Ellen!
    Ótima resenha, deu pra ter uma ideia geral do livro e me interessei por ele.
    Amo romances, e realmente todo mundo quer um amor para chamar de meu ne?!
    Uma pena que o final tenha ficado corrido e sem lógica, já li alguns livros assim e me parece preguiça do autor de fechar bem a história ou ficou sem ideia e fez de qualquer jeito, sei lá.
    Mas vai para minha lista de desejos.
    Bjus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzzy! Obrigada *-* hehe
      Acho que mesmo não admitindo, todo mundo procura seu amor verdadeiro!
      É realmente uma pena quando fazem isso, mas acontece as vezes! Mas acredito que isso vá ajudar o autor a fortalecer sua próxima obra :)
      Espero que curta a leitura! Beijinhos

      Excluir
    2. Obrigada Ellen!
      O livro já está aqui comigo!! Uhhuuu!
      Bjus

      Excluir
    3. Não esqueça de nos dizer o que achou do livro <3

      Excluir

Deixe seu Comentário!