[RESENHA] O Lado Feio do Amor - Colleen Hoover - @galerarecord

segunda-feira, 28 de setembro de 2015


O Lado Feio do Amor
(Ugly Love)
Colleen Hoover
Editora Galera Record
I.S.B.N.: 9788501105738
CÓD. BARRAS: 9788501105738
NÚMERO DE PÁGINAS: 336
IDIOMA: Português
ACABAMENTO: Brochura


Sinopse: O maior best-seller de Collen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless, chega ao Brasil.

Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.
O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.


• Colleen Hoover é fenômeno editorial no Brasil e no mundo, com as séries Slammed e Hopeless.
• O livro teve os direitos comprados para o cinema e tem data de estreia prevista para 2016.
• A autora já alcançou a marca de 70 mil exemplares vendidos apenas no Brasil.
• Todos os seus livros chegaram à lista do New York Times.
• O lado feio do amor chegou ao Top 5 do Goodreads Choice Awards de 2014, na categoria romance, e no Top 100 dos melhores da Amazon no mesmo ano.


Reler um livro pela 3ª e curtir cada página, se emocionar, brigar, chorar novamente, só mesmo com uma estória tão marcante e tão bem desenvolvida quanto a de Miles e Tate. Só tenho a agradecer à Colleen Hoover por seus livros maravilhosos e tenho certeza que não importa quantas vezes eu leia.
Sempre vou acabar enchendo os olhos de lágrimas em diversos momentos com Ugly Love.

Ugly Love foi um dos melhores livros que li em 2014, perdendo apenas para Maybe Someday também da Colleen Hoover (Ridge sempre será o meu amor!!), então agora é lógico que eu teria que reler a minha versão nacional do livro, ainda mais depois de autografá-lo e passarmos um dia de sonho na Bienal com ela.

O Lado Feio do Amor, publicado aqui pela Galera Record já me conquistou pela linda capa com as bolhas em relevo e mesmo que o título em português tenha me incomodado um pouco no início, realmente acho que não tem como fugir da tradução, até para facilitar ao pessoal poder pedir corretamente nas livrarias.

Tate Collins chega para morar com seu irmão Corbin em São Francisco, enquanto termina seu mestrado em Enfermagem (anestesista) e se organiza para encontrar um novo apartamento.
Um encontro inusitado com um bêbado parado na porta de seu futuro apartamento vai fazer Tate alçar vôo na atração explosiva que sente pelo misterioso Miles Archer.

Apenas duas regras: “Não pergunte sobre o meu passado” e “nunca espere de mim um futuro”.

Miles Archer, é o tipo de cara quieto e taciturno. Um piloto lindo, mas preso dentro de sua armadura de hostilidade e distanciamento.
Seu passado é sombrio e misterioso. E, seus fantasmas são um lembrete de que ele não é mais capaz de amar. Ele não deseja mais este tipo de sentimento em sua vida, pois o lado feio, simplesmente não vale a pena.

Em uma narrativa cadenciada e fluída, Colleen em 1ª pessoa vai nos apresentando a trama pelo ponto de vista de Tate vivenciando o agora, alternando com o ponto de vista de Miles em flashback (onde vamos aos poucos montando o quebra-cabeças de seu passado trágico) quase até o final do livro, onde ao concluir a apresentação dos fatos que transformaram a personalidade dele, ela direciona o foco dele para o presente também.

Não preciso nem dizer o quanto eu AMO este livro não é? Adoro tudo nele! Desde o estilo da narrativa de Colleen, aos personagens fortes e marcantes como Corbin e principalmente Cap!
Cap é um show a parte! Aquele tipo de personagem que merece um Oscar como ator coadjuvante! Espero que escalem alguém à altura dele para interpretá-lo no filme.

Ao meu ver, O Lado Feio do Amor (Ugly Love) foi um verdadeiro divisor de águas entre os livros da Colleen que eu havia lido, visto que foi primeiro New Adult que eu classificaria como HOT dela por ter mais cenas de sexo, até porque o acordo inicial entre Miles e Tate realmente é somente focado na luxuria existente entre eles. As cenas são muito bem escritas, quentes e excitantes na medida certa, sem nenhuma vulgaridade ou necessidade de palavra muito explicitas. O quê mesmo assim não deixa nada a desejar e com certeza incendeia a expectativa dos leitores devido a esta química maravilhosa desenvolvida entre o casal central.

Outro diferencial da narrativa de Colleen Hoover, é que mesmo quando passamos muito tempo dentro da cabeça de Tate entre suas reflexões sobre sua atração e seu relacionamento que caminha para o lado tóxico com o Miles, em nenhum momento achamos que isso diminui o ritmo da leitura ou torna a passagem menos interessante ou chata, como acabou acontecendo em outros livros em que eu li e que o diálogo interno constante da protagonista acabou me entediando profundamente.

AMO Tate na mesma proporção em que AMO Miles!
Tate é forte, guerreira e mesmo eu tendo vontade de sacudir ela em alguns momentos, entendo completamente suas decisões e principalmente sua esperança em tentar ficar com Miles, mesmo que em muitos momentos ela abra mão do orgulho próprio e se contente com o que quer que ele esteja disposto a lhe dar.
Também estou furiosa porque aqui estou eu, no meio do apartamento dele, procurando minha calça, tentando parar de chorar essas lágrimas ridículas, ainda sentindo o que sobrou dele escorrer pela minha perna, e não sei por que ele diabos ele precisou arruinar tudo.Me arruinar.
Miles por sua vez, é grosso, idiota e muitas vezes egocêntrico. Claro que entendemos depois de tudo o que ele passou, mesmo assim não faz dele o cara ideal no momento. Mesmo lindo por dentro e por fora, sua dor ofusca sua verdadeira personalidade e ele caba se tornando literalmente uma faca de dois gumes, tanto para Tate, quanto para ele mesmo.
- Sou eu especificamente que não quer amar ou é o amor em geral que não quer sentir?Ele me afasta do seu peito para me olhar enquanto responde: - É o amor em geral que não quero, Tate. Nunca. E é você especificamente que apenas... desejo.Eu me apaixono e desapaixono e reapaixono por essa resposta.

E embora o livro seja maravilhoso, aqui vai algumas coisas que não chegam a ofuscar a obra, mas como sou um pé no saco de tão chata, acabaram me incomodando um pouco:
1 – Infelizmente a edição brasileira é em folhas brancas e para gente cegueta assim como eu, acaba dificultando um pouco a leitura em áreas muito iluminadas pois acaba refletindo a luz;
2 – Acabei encontrando alguns errinhos de revisão que acabaram passando na conclusão do projeto. Nada muito grave, mas eles existem.
3 – No geral a tradução está a contento, exceto a frase abaixo que é a que sempre terei gravada em meu coração no contexto original da obra: “I didn’t fall in Love with you Tate, I Flew.” Que ficaria mais ou menos assim: “Eu não me apaixonei por você, Tate. Eu voei.”
E em O Lado Feio do Amor ficou: “Não estou apaixonado por você, Tate. Estou nas nuvens.”

Mas entendo que na semântica geral em português e se eu não tivesse lido o original a frase faz todo o sentido e dá o peso romântico necessário para ajudar a alinhavar e fechar com chave de ouro este livro maravilhoso!!
O Lado Feio do Amor - Ugly Love é leitura mais do que obrigatória para todos os fãs de New Adult e de Colleen Hoover.

Eu quero Tate. Quero tanto amar você que dói pra cacete.
Mais uma vez quero agradecer ao pessoal da Galera Record por trazer os maravilhosos livros da Colleen para o Brasil e mais especialmente ao Guilherme Filippone que nos deu a oportunidade de conhecê-la durante a Bienal. E agora é contar os dias até o lançamento de Maybe Someday no primeiro semestre de 2016!! \o/

Para quem ainda não viu, o fofíssimo Griffin Peterson que é amigo íntimo da Colleen Hoover (e nosso padrinho na #UglyLoveBR) e desenvolveu com ela as músicas compostas por Ridge e Sydnei em Maibe Someday, também gravou uma inspirada em Ugly Love. Confira e se apaixone também!!



13 comentários

  1. Eu quero ler este livro...agora!!
    Vc me deixou mega curiosa e já gostei dos protagonistas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda nao li nenhum livro da autora.. :( apesar de ter os dois da série Hopeless aqui...
    Eu tenho que arrumar um jeito de encaixar esses livros dela nas minhas leituras, pq cada vez que vejo alguma resenha de algum livro dela me deixa mega curioso. Mais um filme pra 2016 hein... rsrs o ano vai ser top no quesito filmes *-*

    ResponderExcluir
  3. Scheila,quero ler muito a história de Tate e Miles e depois de você ter lido tantas vezes,me deu mais vontade ainda e descobrir qual é o motivo de Miles ser tão contra ao amor.envolvimento,pena que a versão nacional são páginas brancas ,não ligo para os errinhos de revisão,amei a frase:´´Não estou apaixonado por você,Tate.Estou nas nuvens.``Mil beijinhos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Não li nada da Colleen Hoover ainda,depois dos posts da Bienal fiquei curiosa sobre ela,gostei de ver essa resenha,vários pontos e curiosidades sobre o Lado Feio do Amor!
    Realmente em inglês essa frase é linda: “I didn’t fall in Love with you Tate, I Flew.",mas colocar "estou nas nuvens" não tem o mesmo impacto,é bom ver as diferenças por quem leu a obra original.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Scheila!
    Não li nenhuma vez O lado feio do amor mas é um livro que pretendo adquirir e pelo que conheço da história não tenho dúvidas que ficarei relendo de vez em quando afinal, uma história maravilhosa deve ser relida inúmeras vezes!
    Acho o primeiro encontro deles bastante inusitado mesmo, bem diferente do que costumo encontrar nas histórias que leio... A personalidade do Miles, seus fantasmas, todo o mistério envolvendo o passado dele foram o que me deixaram intrigada, mesmo ele sendo grosso, idiota e muitas vezes excêntrico parece ser um personagem bastante marcante.
    Fico feliz que não haja vulgaridade nem palavras explícitas - penso que um livro pra ser hot não precisa possuir esses dois detalhes que para mim são bastante negativos - sabendo disso ficarei mais tranquila ao iniciar a leitura de O lado feio do amor que espero ler em breve.
    Ps: ouvi a música e óbvio que me apaixonei, ela é linda!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonada pela Colleen Hoover. Não tem nenhum livro dela que eu não gostei. E com certeza quero muito ler esse livro. Ele parece ser tão perfeito quanto os outros dela. E eu já me apaixonei pelo teaser que foi lançado. Só não gostei de saber que o livro é com páginas branca =(
    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Eu consegui esse livro em uma troca, mas ele não chegou ainda... Estou louca pra ler ele! A história dele parece ser super interessante, e tenho certeza que vou me apaixonar por todos os personagens. E já estou doida pra ver o filme também *u*
    As páginas brancas não me incomodam tanto, mas a tradução ruim e os erros me incomodam bastante :/
    Mas eu vou ler mesmo assim :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Apesar dos ótimos comentários, ainda não li nada da autora... sei lá, as sinopses não me chamam a atenção então eu adio a leitura. Mas esse quero ler e espero que seja em breve.
    Vi a autora no face confirmando Nick Bateman como mocinho na adaptação.. como ele é lindo, não?!

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Ouvi falar muito sobre esse livro principalmente porque a Collen veio para Bienal. Sabe que tenho um pouco de medo pelo gênero drama ser dela, mas pelo que eu li esse livro e muito mais que isso. Pela sua resenha compraria o livro agora...rsrs...se já não tivesse gastado meu rim lá no RJ...hauha...Ah tenho um pedido para te fazer. Falei com as garotas da Charme e elas estavam pensando em fazer algo em POA vc esta sabendo de algo? Por favor me avise.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Raquel!! Estamos preparando um Mega Evento em POA para Novembro!!

      Excluir
  10. Oir Sheila, tudo bem?? Sou super fã da CoHo. Eu já li Ugly Love duas vezes, mas ainda não li o meu livro em português. Tô com medo da tradução.
    Seu encontro com a CoHo foi mais calmo que o meu. Eu fui naquela loucura da BienAL. Mas super valeu a pena.
    Tate é a minha personagem feminina favorita da Colleen Hoover. E amo Miles tb. (mas Holder domina meu coração).
    Beijos, Fernanda D.
    NovoRomance.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda...eu também gosto muito da Tate, mas minha heroína é a Sky...sem falar na Auburn!!! E quanto aos mocinhos...Holder é meu garoto, mas meu namorido literário sempre será o Ridge...hehehehehe...se bem que ainda temos o Owen....OMG!! E agora o Ben em November 9...é tão difícil não piriguetear todos os mocinhos da Colleen...hehehehehe
      O encontro com ela na Bienal foi muito lindo!! Agradeço todos os dias ao pessoal da Record pela parceria e carinho conosco na #UglyLoveBR!!

      Beijos!

      Excluir
  11. Oie
    Também sou super fã da Colleen e esse livro é maravilhoso.Quando comecei a leitura nem imaginava que o passado do Miles era tão complexo e nunca imaginei que aquilo podia ter acontecido ,derrubei várias lagrimas com seus flashbacks.A Tate também é uma personagem incrível e o Cap sempre muito sábio.Só esses dias atrás que fui me tocar do por que dessas bolhas na capa,mas faz todo sentido com a história então deixa tudo ainda mais lindo.E eu também não gostei muito dessa edição com folhas brancas,isso também me dá uma atrapalhada na hora da leitura.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!