[RESENHA] A Primeira Chance - Abbi Glines - @editoraarqueiro

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

a primeira
CHANCE

ABBI GLINES
Editora Arqueiro
I.S.B.N.: 9788580414592
Sinopse: Abbi Glines já vendeu 200 mil livros no Brasil.Depois do sucesso das histórias de amor de Blaire e Rush, Woods e Della, a autora volta a Rosemary Beach para narrar o romance entre o playboy irresistível Grant Carter e Harlow Manning, a moça ingênua que roubou seu coração.Harlow é uma jovem incomum. Filha de um astro do rock, a garota bonita e inocente nunca se aproveita da fama do pai e prefere levar uma vida sossegada. Mas seus dias de tranquilidade terminam quando ele sai numa longa turnê de nove meses e ela vai passar esse tempo na Flórida com sua meia-irmã Nan.O problema é que Nan a odeia. Acostumada a ser o centro das atenções, ela morre de inveja de Harlow, que, além de ser a queridinha do pai, atrai os olhares masculinos por onde passa. Harlow não entende por que Nan a maltrata tanto, mas acha melhor se esconder atrás de seus livros e passar o maior tempo possível no quarto para não correr o risco de provocar sua ira. Porém seus planos vão por água abaixo quando ela esbarra com Grant Carter de cueca na cozinha. Grant cometeu um erro terrível ao passar uma noite com Nan, sua ex. Ela conhece seus pontos fracos e sabe seduzi-lo, mas ele se arrepende por ter caído em tentação. E logo no dia em que conhece Harlow, a garota que faz seu coração acelerar.Grant está desesperado para conquistá-la, mas será que destruiu suas chances antes mesmo de conhecê-la? Só o que Harlow quer dele é distância. Afinal, que tipo de pessoa se envolveria com uma criatura amarga feito Nan?


ATENÇÃO!!! ESTA RESENHA CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!


Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por este balneário literário e o quanto sofri com o final de Estranha Perfeição. Mas não adianta, Abbi Glines sempre consegue me reconquistar a cada novo livro desta série.

Muitos andam reclamando que Rosemary Beach já deu o que tinha que dar. Que a série é muito longa...enfim, só reclamam. Mas quando os livros são bons e a autora sabe como prender sua atenção durante a leitura, não importa quantos livros forem, os leitores irão ler e se reapaixonar a cada novo volume.
Mantendo a narrativa limpa, suave e fluída em primeira pessoa, Abbi nos conquista mais uma vez com mais uma linda história de amor desta vez narrada entre os pontos de vista do nosso Grant Magya e da doce e sensível Harlow.
A autora vai elucidando aos leitores sobre fatos da trama, alternando entre situações que ocorreram a alguns meses atrás e o presente. Até que avancemos a partir do ponto de reencontro deles, quando Harlow é obrigada a ir morar em Rosemary na mesma casa com sua irmã odiosa e seu outro meio irmão, o texano e fofo Mase.

Gente, estou tentando muito não dar spoiler, mas fica impossível, visto que boa parte da atitude babaca de Grant com a aquela vadia odiosa da Nan é justificada por ele depois do trauma com a perda do nosso lindo e fofo XXXXXXXX (SIM!! TAMBÉM AINDA NÃO ME RECUPEREI DISSO!! E, achei completamente desnecessário a Abbi ter feito isso com ele e em conseqüência com o meu coração).

Rever Rush, Blaire e todos os outros habitantes de Rosemary é sempre muito bom e Abbi sabe divinamente manter seus laços de amizade e vidas muito bem entrelaçadas entre um livro e outro, proporcionando assim ao leitor uma experiência completa com uma leitura sempre vívida e apaixonante.

Costumo comparar esta série NA com os melhores seriados americanos tipo One Three Hill, Dawson’s Creek e etc...sei que a fórmula pode ser batida, mas a satisfação em se conectar com a trama e os personagens e viver suas vidas junto com eles em cada página, não tem preço.

Grant como sempre está maravilhoso, apesar de eu ter muita vontade de dar uns bons tabefes nele na primeira parte do livro, aos poucos ele vai tentando se redimir e volta a ser meu queridinho...isso até cagar tudo no final e merecer uns belos tapas novamente!

Acompanhar as angustias e a vida nada fácil de Harlow sendo filha de Kiro é o que dá mais brilho e veracidade ao texto de A Primeira Chance. E, embora o romance entre ela e Grant comece meio insosso para o meu gosto, aos poucos vai tomando forma e corpo, incendiando as páginas à medida em que ele vai se soltando e se permitindo amar completamente, assim, como Harlow vai adquirindo um pouco mais de confiança em seus sentimentos e sobre tudo nos de Grant.

Novos personagens vão aparecendo a partir deste ponto e alguns grandes segredos acabam vindo à tona causando verdadeiras reviravoltas no balneário.

Nan continua a mesma cadela dos infernos, não tem como se solidarizar com ela ou imaginar que este ser humano horrível mereça algum crédito ou redenção. Claro que sabemos que o ultimo livro da série será o dela com um novo personagem que entra para o elenco de Rosemary Beach agora a partir do 2º livro de Harlow e Grant, mas de boa, não sei ainda como Abbi conseguirá fazer isso funcionar.

Neste ponto simplesmente não tem como não aplaudir de pé esta autora por conseguir dar vida e forma a uma personagem tão intensa e capaz de tirar do sério qualquer leitor com sua personalidade mesquinha e tóxica...eu simplesmente AMO odiar a Nan!! Kkkkkk

O livro é lindo, como sempre não tem como não ficar amarrado na leitura. Devorei A Primeira Chance em menos de 24 horas.

A capa é linda e com certeza cai muito bem com o restante da coleção em nossas estantes.

AMO o acabamento e qualidade gráficas da Arqueiro, assim como o trabalho de tradução que completam uma obra excelente como esta.
Grant tinha razão. Eu estava feliz. Como podia me sentir assim depois de tudo o que havia descoberto? Nunca pensei que seria feliz outra vez quando saí daquele lugar. Mas Grant estava lá, e me deixou chorar em seu peito. Ele me fizera feliz.
O final de A Primeira Chance consegue nos deixar roendo até os cotovelos de ansiedade, agora infelizmente é aguardar até Janeiro quando o desfecho deste belo romance chegará às livrarias de todo o país e finalmente saberemos se teremos um felizes para sempre para Harlow e Grant, ou choraremos mais alguns rios com o que Abbi ainda tem guardado para eles.

14 comentários

  1. Estou doida pra ler esse livro, amo essa série, acho a escrita da Abbi Glines ótima, só ainda não li esse e Rush sem limites, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi a história de Grant e Harlow.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Scheila!
    Ainda não li nenhum livro da Abbi, mas confesso que a cada resenha que leio dos livros desta série fico cada vez mais curiosa e interessada em conhecer o universo de Rosemary Beach. E concordo com você, quando os livros são bons e a autora te prende a leitura não importa quantos livros a série tenha, os fãs vão querer ler todos os volumes.
    Sério que a megera da série vai ter um livro?! Fiquei curiosa pra saber como vai ser a história dela, mas não tanto quanto fiquei curiosa para conhecer a história da Harlow e do Grant, mesmo com as mancadas cometidas por ele, mas afinal ninguém é 100% perfeito, né?!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Tenho o primeiro livro dessa série mas ainda não cheguei a ler ele. Já li um livro da Abbi até agora e estou doida para ler essa série, mesmo que ela tenha vários livros como ela tem.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Scheila. O livro A Primeira Chance não me conquistou, principalmente por ser da Abbi Glines, autora que não sou muito fã da escrita. Enfim, se outros livros da autora já eram desinteressantes para mim, este tornou-se ainda pior, pois, como disse, os personagens tomam rumos da vida e decisões imbecis. Não gostei!

    ResponderExcluir
  5. Tentei ler o primeiro livro desta série, mas acabei desistindo. A autora tem uma narrativa gostosa só que não consegui ficar presa no enredo. O casal não me convenceu e acho que isso dificultou a leitura.
    Fiquei sabendo há pouco tempo que a série já possui sete livros lançados por aqui (e janeiro haverá o lançamento do oitavo volume) e fiquei um pouco assustada rsrsrsrsrs. Gosto de séries onde ao longo dos livros há a perspectiva de novos personagens, com novos casais, mas sem perder o "eixo" da trama e com a presença de personagens que já tiveram suas tramas contadas, ou ainda terão em livros futuros. Mesmo gostando deste tipo de enredo não costumo acompanhar séries extensas, com raríssimas exceções, e como o primeiro livro não fisgou minha atenção, tenho receio de tentar novamente.

    ResponderExcluir
  6. Já li tanto esse quanto o próximo livro do Grant e minha nossa, ele é tão apaixonante!! A história dele com a Harlow é muito fofa e ver o desenvolvimento me cativa. Confesso que o que mais gostei na história foi o fato de poder rever o Rush com a familia dele, principalmente as interações dele com o filho. Amei, amei, amei!

    ResponderExcluir
  7. Scheila,essa Nan sempre criando problemas ,direta ou indiretamente.Realmente é verdade ,quando o autor sabe,no caso autora ,prender sua atenção durante a leitura não importa,quantos livros forem.Amo,narrativas limpa,suave e fluidas.Quero muito acompanhar a história de Grant e Harlow,realmente essa série nos lembra esses seriados americanos...também gosto de acompanhar o dia dia desses personagens.Pena o romance começar insosso,legal isso mudar no decorrer da história.Essa Nan,concordo com você é mesquinha e tóxica.Esó nos resta esperar até Janeiro.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto dessa série, mas confesso que não é uma das minhas favoritas. Mas eu acho a série ótima quando estou procurando alguma coisa bem leve pra ler, e a escrita da autora é ótima, depois que eu começo o livro nem consigo parar. Estou com bastante vontade de ler esse livro, desde o primeiro livro eu já gostei do Grant. Só não gostei muito de saber que a Nan vai estar nesse livro, eu achava que ela quase não apareceria nos próximos livros da série.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Scheila, adorei sua resenha por você ter colocado tudo o que sentiu lendo o livro. As melhores resenhas são aquelas que são sinceras. (:
    Quanto ao livro, deu para ver que é cheio de confusão [entre os personagens] e até dá um sentimento de suspense, porém eu não me interessei em ler a obra.

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi Ellen quando li atenção esta resenha contem spoilers não li a resenha kkkkkkk mas li a sinopse e já amei com certeza vou ler bjs.

    ResponderExcluir
  11. Parei de ler quando revelado os spoilers.
    Eu não sei se lerei os livros, mas prefiro não arriscar saber demais.
    O que me deixou a fim de ler foi seu favoritismo a ele.
    Não é a qualquer um que damos nosso coração, por isso fiquei a fim de conhecer a trama.
    Não curti muito a capa, mas isso é irrelevante, haha.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Li a série, até Simples Perfeição, mas não caí de amores pelos personagens e suas histórias. São infantis demais, mimados, e ainda estou putíssima com aquele desfecho de Simples Perfeição... Jura que precisava daquilo? E Beth que se tornou a louca desequilibrada? Pra mim, a autora dá 1 passo a frente e 5 atrás com esse dramalhão desnecessário.

    ResponderExcluir
  13. Oi,Scheila,sua resenha está tão apaixonada,já li outras com alguns pontos onde a história não chamou minha atenção.
    Só vi alguns episódios de Dawson’s Creek,era tão bonitinho,essa comparação me deixou inclinada a conhecer a série,mas são tantos livros,não li nada da autora ainda,por isso deixo de fora da minha lista de leitura por enquanto.

    ResponderExcluir
  14. Oie
    Eu ainda não comecei a ler essa série da Abbi mas já tenho planos de inicia-lá no futuro.E pelo jeito o Grant é aqueles personagens que fazem muita babaquice mas que no final de uma maneira ou de outra você vai estar torcendo por ele.E pra você que adora a série deve ser uma agonia ter que esperar até janeiro pra saber o desenrolar da história do casal.E pelo que tenho visto todo mundo odeia a Nan,estou muito curiosa com o livro dela.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!