[RESENHA] Desejo Proibido - Sophie Jackson - @editoraarqueiro

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

desejo
proibido
SOPHIE JACKSON
EDITORA ARQUEIRO
Sinopse: Primeiro livro de uma trilogia, “Desejo proibido” é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora.Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.
Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária.Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois.
Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.


Wes Carter é o estereótipo do badboy. Tatuado, marrento e com um temperamento sempre beirando a explosão, ele é um cara a ser respeitado nas ruas, mas principalmente dentro da prisão onde reside atualmente.

Katherine Lane é uma boa moça de família rica. Ela vê no cargo de professora dentro da penitenciaria a oportunidade de cumprir uma promessa feita ao pai muito tempo antes de a tragédia ter tocado suas vidas.

E tanto quanto a atitude explosivamente violenta de Carter, quanto a vontade de Kat em se manter firme, a atração instantânea entre eles não pode ser ignorada. Mesmo que eles tentem. Mesmo que isso não seja certo. Mesmo que isso possa destruí-los.

Gostei muito da premissa do livro. Carter é um personagem muito cativante, embora eu ache que a autora se excedeu um pouco em alguns momentos em tombar um muito para o lado da rebeldia de dele. Afinal, no livro ele tem 27 anos e meio que já passou da fase da rebeldia gratuita como em alguns momentos ele aparenta.

Kat por usa vez me pareceu um pouco ambígua em algum momentos. Com situações em que ela é extremamente forte e decidida, com outros em que ela parece regredir e assumir uma personalidade submissa e ingênua de mais para o meu gosto.

A paixão arrebatadora entre eles nos rende cenas lindas, românticas e extremamente sensuais. E, como falei anteriormente a premissa do livro entre estes dois mundos que colidem a principio me chamaram muita a atenção e realmente havia um grande potencial com ele ainda atrás das grades e este amor impossibilitado de acontecer.

Porém, achei que Sophie Jackson acabou se precipitando, visto que embora tenhamos testemunhado o conflito entre eles, tudo foi se resolvendo muito rapidamente e realmente seria bem bacana ver um realmente marginal tomar jeito na vida por causa de um grande amor.

Mas Carter é só uma fachada disso.
Ele é nobre, leal com os amigos, e por mais que em seu exterior pareça ser do Gueto, ele na verdade não tem nada de sapo. E mesmo que ainda tenha alguns problemas para controle da raiva, principalmente em virtude de acontecimentos de sua infância, ele é um Príncipe completo!

E isso acabou meio que me esfriando durante a leitura, pois realmente achei que teríamos algo diferente do mocinho perfeito á vista e por isso achei que a autora acabou desperdiçando a oportunidade de fazer um romance realmente diferente.

Boa parte da trama gira em torno do segredo que Carter infelizmente esconde de Kat, assim como as disputas familiares entre ela e sua mãe ou a ganância e mal caratismo do restante da família de Carter.

É um livro extremamente romântico e a leitura realmente flui divinamente, nos trazendo ótimos momentos de romantismo e entretenimento. Embora a trama seja bem escrita e as reviravoltas satisfatórias, ainda fiquei com aquele quê de quem esperava mais.
Mesmo assim, gostei da leitura e já estou ansiosa para ler o conto que sairá em ebook pela Arqueiro agora em Janeiro.



Esta publicação é válida para o TOP Comentarista de Dezembro!!

21 comentários

  1. Achei o plot bem diferente de tudo que já li, então quis o livro, mas as resenhas não estão sendo muito positivas - dizem ter sentindo que faltou algo. Isso me desanimou um pouco, mas ainda quero ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Scheila!
    Também concordo que a autora exagerou na rebeldia gratuita do Carter, afinal ele tem 27 anos, essa fase já deveria ter passado, né?! E essa contradição na Kate - ora decidida ora submissa - também não me agrada nos personagens...
    Desejo proibido está na minha lista de leitura - sua premissa foi algo que também me chamou a atenção - mas depois de ler sua resenha e descobrir que ele não preencheu suas expectativas agora irei iniciar a leitura não esperando tanto da história para não me decepcionar no final.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Falou em livros da Arqueiro eu ja quero ler, hehe.
    Desejo Proibido estou de olho desde o lançamento, e sabendo que tem Badboy clarooo que eu ja quero conhecer ne?!
    Também esperava que um mocinho um pouco diferente do que foi apresentado, esses perfeitos a gente ve tanto por ai nos livros q cansa...
    Mas ainda sim quero mto ler e a editora soltou um ebook gratuito do conto, que me deixou mais animada ainda.
    Beijos

    Blog Livros e Sushi
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Apesar de você citar que a mocinha é ambígua ás vezes e o mocinho , rebelde demais pra sua idade, Desejo Proibido ainda é um livro que quero futuramente. Porém , você o estar classificando apenas como três estrelas, me deixa um pouco receosa do que esperar do livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi Scheila, quando eu fiquei sabendo do lançamento desse livro já fiquei super animada a le-lo eu amei a sinopse achei interessante a estoria ele já está na minha lista de leitura bjs.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Scheila. Confesso que não me encantei com nada presente nesta história. Não consegui aceitar o fato de uma "mocinha" que já sofreu o bastante no passado por conta de assaltantes se apaixone por um próprio, mesmo ele sendo inocente desta única vez, o fato não ameniza a sua situação. Confesso que pode ser um preconceito contra as decisões da protagonista, quem sabe em breve dou uma chance e mudo o meu pensamento?!

    ResponderExcluir
  7. Eu comprei esse livro semana passada, mas ainda não comecei a ler ele. Também gostei da premissa do livro, e o Carter parecia bem diferente da maioria dos protagonistas, mas pelo jeito ele não é tão diferente...
    Ainda estou com bastante vontade de ler o livro, e acho que vou gostar bastante dele :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. A descrição do Carter chamou minha atenção,já a da Kate,meio ambígua,não me conquistou.
    Entendi o porquê ficou faltando algo a mais,uma pena que não foi um romance realmente diferente como você esperava,pois a premissa dele,com todo ar de ex-presidiário,cria essa expectativa.

    ResponderExcluir
  9. Eu concordo contigo com relação ao potencial que a trama tinha, e mais ainda com o fato de que o mocinho não deveria ser aquele estereótipo de perfeição que tanto estamos acostumadas. Pelo contexto e pela situação dele dentro da narrativa, acredito que uma inversão seria mais adequada a trama. Mesmo assim, as cenas românticas e sensuais dão o tom, e fiquei curiosa com relação ao segredo de Carter e às tramas paralelas que existem no livro.

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Faz um tempo que vi esse livro e fiquei bastante interessada, também pensei que o Carter ia sair desse príncipe encantado, mas mesmo assim ainda quero ler o livro pois achei a historia muito envolvente e com um bom enredo !!

    ResponderExcluir
  11. Bom, desde que vi esse livro entre os lançamentos fiquei interessada. Sua resenha está muito boa e com gosto de romance e essa história parece ser muito boa, pretendo ler Desejo Proibido, espero gostar.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Scheila. O título Desejo Proibido pôde ser esclarecido durante a resenha. Confesso que fiquei com um pé atrás em relação à esta história, mas com suas palavras definindo os personagens a leitura se tornou muito melhor. Carter é um personagem apresentado bruscamente e se desenvolve de boa forma para Kat.

    ResponderExcluir
  13. Scheila!
    Gosto de livros românticos, carecemos do romantismo.
    Pena que ficou devendo alguma coisa, né?
    Ainda assim, gostaria de ler.
    FELIZ NATAL!
    “Não esqueça que Natal não é do Papai Noel tão pouco para ganhar presentes materiais, mas é a data que recebemos o melhor presente para nossa existência, Jesus!” (Rogério Stankewski)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Scheila.
    Ainda não conhecia este livro e gostei da premissa, tal como vc.
    Não li a sinopse, então não sei (se é que tem na sinopse, haha) porque Carter está preso e fiquei mega curiosa.
    Achei a rebeldia meio sem causa dele descabida para um adulto de 27 anos, mas vai saber... homens sempre são meninos, né? jajaja. Ou quase sempre...
    Bem eu esperava um marginal sendo redimido pelo amor, mas pelo visto as coisas acontecem muito rápido e o moço nem é do mal...
    Isso me decepcionou um pouco, mas mesmo assim fiquei a fim de ler.
    Eu adorei esse choque entre dois mundos tão diferente.
    Adorei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Eu não tinha muita vontade de ler esse livro, mas vi tanta gente falando dele que fiquei curiosa... A premissa realmente me deixou interessada, mas é ruim saber que a autora acabou se precipitando em algumas partes. Ainda não decidi se leio ou não o livro =P
    Bjss.

    ResponderExcluir
  16. Estou doida pra ler esse livro, curto muito um romance e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história, mesmo essa que você deu só três estrelas.

    ResponderExcluir
  17. Agora fiquei confusa, se Carter é nobre, principe e tudo o mais, queria saber porque ele foi parar na cadeia, algo de ruim ele deve ter feito ou ele está preso injustamente.
    Gosto desse lance de amor/romance proibido e uma coisa que eu não gostei foi o fato de como tu mesmo citou, de ser tudo facil e rápido demais, realmente esse clima de impossibilidade instiga mais o leitor, e que torna tudo mais interessante.

    ResponderExcluir
  18. Eu ganhei esse livro *-*
    Mas não li e nem pretendo ler por agora, não sou muito fã de livros desse gênero com um bad boy rebelde e uma mocinha boba... hahhahahaha
    e apesar desse gênero vir crescendo muito não consigo ter aquela vontade de ler :/

    ResponderExcluir
  19. Eu não sei porque, mas esse tipo de livro a leitura flui muito rápido comigo, mesmo quando eu não gosto da história, sempre continuo a leitura até acabar.
    adorei a resenha e fiquei realmente com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  20. Não gostei do livro não, apesar de sua resenha estar ótima e esclarecedora, a sinopse não me atraiu, badboys, mocinhas, e ainda dizem que falta algo no livro, me dasanimou completamente!

    ResponderExcluir
  21. De fato eu nunca me interessei muito por livros com essa temática, mas esse está sendo um dos únicos que eu sinto realmente vontade de ler, que realmente me interessa. Acho que a minha lista de livros vai aumentar esse ano drasticamente. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!