[RESENHA] O VILAREJO - Raphael Montes - @Suma_BR

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

O VILAREJO
Raphael Montes
Editora Suma de Letras
I.S.B.N.:9788581053042

Sinopse: Ilustrações coloridas dão vida a romance com elementos de horror gótico e suspense Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas.É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

EXCELENTE!!

Gente, que livro é esse???

Conheci o Raphael Montes na Bienal do RJ de 2015 e nunca poderia imaginar que este cara super carismático, bem humorado e engraçado pudesse ter uma escrita assim tão sombria.

Todos os capítulos que li de O Vilarejo me fizeram meio que imaginar o Rapha escrevendo alternando entre Dr. Jekil e Mr. Hayde ...tamanho impacto que senti em não conseguir casar estes rápidos contos sombrios e horripilantes com a personalidade ensolarada do autor.

Este foi o primeiro trabalho dele que tive a oportunidade de ler e com certeza virei fã.

Em pequenos contos onde as vidas dos habitantes deste pequeno Vilarejo no meio do nada e próximo a lugar nenhum vão se entrelaçando, Raphael Montes vai tecendo histórias macabras sobre loucura, inveja, avareza e outros monstros que habitam o ser humano e que em virtude deles somos capazes dos atos mais hediondos, desumanos e horripilantes.

Enquanto boa parte da nossa cultura e folclores nos ensina a temer o sobrenatural, O Vilarejo nos ensina a temer o real. Aquela parcela sombria que reside dentre de cada pessoa e que pode muito bem transtorná-la de tal forma que não há mais volta, a não ser a perdição sombria.

Adorei o estilo de Raphael. Com uma escrita super limpa e rápida, ele é super objetivo narrando cada situação, e mesmo alternando entre alguns fatos que poderiam ter acontecido no passado, a narrativa sempre no presente além de prender durante a leitura, faz com que fiquemos deslocados sem saber se o conto do momento já aconteceu ou está acontecendo no presente em uma linha temporal sobre este lugar que vai aos poucos sucumbindo.

Como o livro é super curto, estou tentando me policiar para não dar spoilers, mas já adianto que para os grandes fãs de mistérios e suspenses psicológicos, este livro é uma grata surpresa e com certeza leitura obrigatória.

Impossível parar de ler até virar a última página. Mas sobre tudo, a escrita e a trama surpreendente, aterrorizante e arrebatadora de O Vilarejo, não vai estar presente apenas durante o arrepio que lhe vem durante sua leitura, vai acompanhar seu caminho.

A arte do livro está fantástica, com ótimas ilustrações que complementam o apelo sombrio e aterrador da obra.

Mesmo não sendo uma aficionada pelo gênero, adorei a leitura pois este livro definitivamente me tirou da zona de conforto. Estou muito feliz de ter tido a oportunidade de ler O Vilarejo e com certeza irei buscar outros títulos de Raphael Montes.

Esta publicação é válida para o TOP Comentarista de Dezembro!!


20 comentários

  1. Oi Scheila, tenho lido muitas resenhas positivas de “O Vilarejo” esse livro já está na minha lista de leitura, não é o tipo de gênero literário que eu costumo ler mas eu gostei tanto da sinopse e das resenhas que eu vou le-lo e como sempre você faz ótimas resenhas bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Scheila. Foi com este livro que pude conhecer um pouco mais sobre o autor Raphael Montes e apreciar as suas outras obras. O Vilarejo me conquistou, não por ser um livro extremamente elogiado, mas por ser do gênero de terror, estou devendo esta leitura, e por ser construído em contos e ilustrações. PS. Gosto bastante do baseamento nos 7 pecados capitais.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de só ter lido coisa boa sobre O Vilarejo desde seu lançamento, não me animei nem um pouco em fazer essa leitura. O motivo ? Tenho medo até da minha sombra, rsrs,então jamais vou me aventurar no gênero terror .
    Esse gênero , realmente, não é o meu forte, mas , por essa e muitas outras resenhas que já li, o livro de Raphael Montes é uma ótima pedida para os amantes do mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Scheila!
    Amo contos, mas confesso que leituras sombrias e horripilantes não são a minha praia, contudo, como sou fã de mistérios e suspenses psicológicos e achei interessante essa ligação nos contos vou anotar essa dica com certeza e assim também sair da minha zona de conforto.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Eu também não sou muito fã do gênero, e nem gosto muito de contos, mas estou doida pra ler esse livro. Ele parece ser muito bom! Ainda não li nada do autor, mas ele parece ser realmente ótimo. Já vou colocar o livro na minha lista =D
    Bjss.

    ResponderExcluir
  6. Raphael Montes é mto fofo!! Eu achei ele simpatia pura qdo veio aqui m BH.
    Como vc disse, ninguem imaginaria que ele escreveria algo assim sombrio.
    A diagramação da Suma está perfeita demais, os desenho sao de arrepiar.
    Tb nao sou fã do gênero, mas esse livro realmente me encantou.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    Blog Livros e Sushi
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Scheila!
    Gosto demais de contos de terror.
    E a forma como o Raphael descobriu para tornar esse livro viável, é uma história de arrepiar.
    Acho bom quando lemos um livro que nos tira da zona de conforto.
    “Desejo a voce e a sua familia um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!” (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. A cada resenha que leio sobre os livros desse autor me deixa muito ansioso pra ler algo dele logo, eu Felizmente ganhei esse livro O vilarejo em um sorteio e fiquei feliz demais... rsrs Ainda não li, mas com certeza vai entrar na minha meta do ano que vem.

    ResponderExcluir
  9. Eu li Dias Perfeitos do autor e ameeeei. Estou louca pra ler esse livro. Estou vendo tanta gente elogiar ele. E mesmo sendo em contos parece ser ótimo! Já amei a escrita do autor no outro livro, tenho certeza que vou amar esse também :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Scheila. Dizem que a melhor obra deste autor é: Suicidas. Bom, nunca li nada do Raphael Montes, mas pretendo, é bom quando um autor nos surpreende e quando o mesmo é bem simpático. Depois dessa resenha, O Vilarejo entrou em minha lista de desejados. Sou fã de histórias de terror e esses contos sombrios não poderiam vir em melhor hora. Estou super curioso como o temor da realidade e o entrelaçamento das histórias.

    ResponderExcluir
  11. Sua resenha está muito boa, li tantos comentários positivos em relação a O Vilarejo que não tenho outra alternativa a não ser lê-lo, e além disso, gosto muito de livros de terror, e contos de terror, o que me deixa mais ansiosa ainda para ler esse livro, realmente parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  12. Encontrou pessoalmente o Raphael Montes,que legal.
    Já li O Vilarejo,é uma leitura tão rápida,queria um desenvolvimento maior,as ilustrações ficaram interessantes,senti um clima de lenda urbana com esse livro.
    Foi bom conhecer a escrita do autor,fiquei com vontade de ler Dias Perfeitos.

    ResponderExcluir
  13. já vi esse livro por ai na blogsfera e gostei dele, desde que li a sinopse, adoro ler contos ainda mais quando é de terror e ainda por cima é nacional, não tem como ser melhor! adorei essa capa.

    ResponderExcluir
  14. Não costumo ler terror, mas este livro me interessou muito desde que uma amiga comentou sobre ele no face.
    Quero muito ler estes contos de terror, cheios de suspense, mistérios...
    Enquanto lia sua resenha pensei no quanto parece muito macabro a ponto de dar medo... Hihi.
    A capa me agradou muito TB.
    Valeu a dica...
    Mais um ótimo livro nacional.
    Pena que é curtinho
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Ouvi muitos elogios sobre esse livro e a escrita do autor e confesso que fiquei bem curiosa para ler mesmo o terror não sendo um estilo que gosto, mas por ser um livro de conto quero pegar pelo menos um para ler !!

    ResponderExcluir
  16. Raphael Montes é um escritor talentoso ao extremo, e eu sou fã também, não só pelo gênero que ele escreve mas também pela forma como ele coloca o psicológico das personagens mexendo com o nosso próprio. O Vilarejo é um livro extremamente original e inusitado, e o que eu mais curto nele é exatamente o fato de todo o terror apresentado vir da realidade, como tu mesma disse. Sem falar nas ilustrações, que estão maravilhosas!

    ResponderExcluir
  17. Assim como você quero muito sair da zona de conforto. Como não consegui fazer isso muito bem 2015, então pretendo fazer isso melhor no ano que irá começar em breve.
    Fiquei interessada em ler "O Vilarejo" pela enxurrada de elogios nas resenhas. A narrativa parece ser bem gostosa de acompanhar, objetiva, direta e instigante. Apesar de fugir dos meus gêneros lidos com mais frequência. Sou bem medrosa, mas os comentários positivos e a vantagem do livro não ser tão extensa - o que não a deixa cansativa e permite com que tenha um impulso para acompanhar - me deixam com muita vontade de conhecer a escrita do autor e sua obra.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Um livro que preciso ler ano que vem! Ouço muitas críticas boas em relação a ele, sobre o enredo e escrita! Não espero me decepcionar! Porém acredito que esse não será o caso! Estou muito curioso quanto a ele haha tento me controlar pra não pegar spoilers!

    ResponderExcluir
  20. Com certeza preciso ler esse livro, amei sua resenha, já tinha ouvido falar dele antes e sua resenha me deu mais vontade ainda de ler. Não costumo ler muitos livros com essa pegada, mas é sempre bom sair da zona de conforto e experimentar leituras novas!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!