[RESENHA] Os bons segredos - Sarah Dessen - @editoraseguinte

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016


"Estava acostumada a ser invisível. As pessoas raramente me viam e, se viam, nunca me olhavam de perto. Eu não era radiante e encantadora como meu irmão, linda e graciosa como a minha mãe ou inteligente e dinâmica como minhas amigas. Mas essa é a questão. Você sempre acha que quer ser notada. Até ser notada."

Os bons segredos, da autora Sarah Dessen, conta a história de Sydney durante cerca de 4 meses. Meses em que ela viu sua vida mudar completamente.

Sydney mora em um bom bairro, com seus pais e seu irmão mais velho, Peyton, o garoto problema da família. Depois de muitas encrencas e problemas, Peyton acaba sendo preso por atropelar um menino, que fica paraplégico, enquanto dirigia alcoolizado, durante uma madrugada qualquer.

Após a sentença do irmão, a vida de Sydney começa a mudar. Seus pais não culpam Peyton, pelo contrário, acreditam na sua inocência perante esse crime. Então quem acaba se sentindo culpada e sobrecarregada com tudo é Sydney.

Ela decide sair de um colégio particular para um público, a fim de economizar o dinheiro dos pais, que gastam horrores com os honorários dos advogados do Peyton, e querendo começar de novo, em um lugar onde ninguém conhece os problemas da sua família. Lá ela conhece Layla e Mac, irmãos que trabalham em uma pizzaria perto da escola.

Quase que instantaneamente, Sydney e Layla se tornam grandes amigas. Sydney acaba se tornando amiga dos amigos de Layla, e o grupo acolhe ela de uma forma muito leal. Mac, Eric e Irv passam a conviver diariamente com Sydney. E essa convivência não podia dar em outra: Sydney acaba se apaixonando por uma certa pessoa (que ela acredita que não deveria!).

Se de um lado as coisas parecem estar indo bem, de outro nem tanto. Com a prisão de Peyton a mãe de Sydney praticamente enlouquece! Ela acredita que Peyton está em uma escola, e não aceita que ele está de fato preso. E após Peyton dar um basta na mãe, toda sua raiva enlouquecedora se acumula em cima de Sydney. A filha que nunca deu problema parece que virou a pior de todas. E a mãe carrasca começa a atacar.

Para completar a situação em casa, ainda temos o pai. Que praticamente não tem opinião nenhuma, apenas concorda com sua esposa. E como se não bastasse, o melhor amigo de Peyton, Ames, fica na volta de Sydney, de uma forma perturbadora e nojenta, querendo sempre a garota por perto. Com todos esses problemas em casa, claro que Sydney prefere passar a maior parte do tempo na rua, e foi assim que ela conheceu Layla e sua família, a qual ela se apega emocionalmente.

Os laços com seu irmão estão abalados. Sua família não acredita nela. A amizade com suas antigas amigas está se desfazendo. E ela não pode, de jeito nenhum, se apaixonar pelo garoto dos seus sonhos. Parece que sua vida realmente mudou, e que alguém vai ter que corrigir isso.


"Me sentia como a Dorothy do Mágico de Oz: passara do preto e branco para o colorido e depois voltara ao preto e branco." 

Eu não sabia muito bem o que esperar deste livro. Mas me surpreendi de forma positiva e acabei me apegando a leitura a ponto de passar 4h seguidas lendo sem conseguir largar! A história da Sydney me conquistou aos pouquinhos e me deixou bastante feliz no final.

Ela é uma personagem forte e madura, e na família é a única que está com a cabeça no lugar. Sempre vivendo à sombra do irmão encrenqueiro, Sydney superou seus obstáculos e foi atrás do que queria.

Todos os personagens do livro são bem definidos. E nos apegamos facilmente a cada um deles. Com seus dramas pessoas e história, nós coletamos fragmentos de cada um deles. Layla é aquela amiga que sempre está presente e te entendo com um olhar. Ela, Mac e Rosie são irmãos, e são muito unidos perante sua família. Eric é filho único, é considerando um menino milagre, e por isso seu eco as vezes é bem alto, mas muito engraçado. Irv é aquele amigo que todos temos que sempre está com fome, sempre! Ames foi o personagem que mais me deu nojo na história. Ele passava dos limites com Sydney e praticamente se jogava nela, mesmo tendo namorada. E o fato de Sydney demorar a fazer algo me irritou! Ela tinha medo de contar para sua mãe.

Temas como relacionamento entre mãe e filha, irmão e irmã são os mais explorados na trama. Mas amizade, amor e consequências também estão presentes.  A fase de adolescência é repleta de novas experiências, medos e enfrentamentos. Sarah soube explorar muito bem esses aspectos. Fofa e cativante, realista e com pitadas de humor. É assim que descrevo Os bons segredos!

O final não é uma reviravolta louca dos livros. É um final esperado, mas muito bem embalado! Todos tiveram os finais que mereceram, e fiquei contento com a forma que terminou.


Para entender a capa do livro, que é lindíssima, vocês precisam ler o livro. Com certeza isso irá tirar um sorriso do rosto de vocês!








"O celular dela apitou e a tela acendeu. Ela conferiu a mensagem e, com um sorriso, digitou uma resposta. Era engraçado como poucas palavras eram capazes de alegrar uma pessoa. Eu entendia isso muito bem, principalmente nos últimos dias."


 
Ótimo!

16 comentários

  1. Oi Ellen, eu não conhecia essa autora e nem o livro, fiquei interessada com essa resenha é o tipo de gênero literário que eu gosto de ler já esta na minha lista de leitura obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ellen. Eu conheci a Sarah Dessen por meio dos muitos bons comentários feitos pela Pâm Gonçalves à ela, a partir daí a Sarah entrou para os meus desejados, mas não li nada da autora ainda. Os Bons Segredos é um livro que vem sendo muito elogiado nos últimos meses e agora entendo o porque dos elogios, pois a escrita da autora é cativante. Gostei bastante da construção dos personagens e de todos os problemas que eles enfrentam, relatados de forma muito tocante.

    ResponderExcluir
  3. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece mesmo ser ótima.

    ResponderExcluir
  4. Eu não consegui entender muito da obra pelos detalhes, mas percebi que são muitos personagens e cada um deles possui o seu próprio drama pessoal, familiar, conjugal ou profissional. Sempre mostrando a maior dificuldade e algumas formas de enfrenta-las, não conhecia a autora, mas gostei muito.

    ResponderExcluir
  5. Ellen!
    Gosto dos livros que abordam dramas familiares e os relacionamentos entre parentes.
    Triste ver uma mãe dar mais atenção para apenas de um dos filhos.
    E bom saber que a protagonista consegue encontrar seu rumo e superar tudo.
    “Se não queres que ninguém saiba, não o faças.” (Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro os livros da Sarah Dessen, e estou doida pra ler esse livro dela. A história parece ser bem fofa e cativante mesmo. Gostei de saber que todos os personagens são cativantes. Só espero ler esse livro logo :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ellen! Muito bom ser surpreendida em uma leitura né?! Gosto de personagens fortes como a Sydney, que corre atrás do que quer. Gostei muito da premissa do livro. Adicionei a lista.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Gosto dessa capa,dá pra sentir o clima do livro com ela.
    Ainda não li nada da Sarah Dessen,queria começar pelo Bons Segredos,parece trabalhar bem o amadurecimento e os laços familiares/de amizade.

    ResponderExcluir
  9. Sempre fui louca para ler esse livro, a começar por essa capa que logo me cativou bastante, fora isso, achei a história muito fofinha, não muito original,mas muito interessante. Espero poder lê-lo logo.

    ResponderExcluir
  10. Sempre fui louca para ler esse livro, a começar por essa capa que logo me cativou bastante, fora isso, achei a história muito fofinha, não muito original,mas muito interessante. Espero poder lê-lo logo.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ellen. Quero muito ler Os Bons Segredos, sempre escuto bons comentários sobre ele ;)

    Crush For Books

    ResponderExcluir
  12. Esse livro me deixou curiosa, pareceu legal. Ficar 4 horas sem largar? Deve ser bom mesmo. Mas não me dou bem com essa autora. Li 3 livros dela e foram viciantes, mas aquele vício de "vamos logo acabar com isso porque até agora não vi a graça toda que disseram e talvez o final compense". Não compensaram tanto assim....Agora não tenho muita coragem de pegar mais livros dela pra ler e esse é um que me deixa na indecisão. A trama parece legal, mas...é aquela coisa né. E se for outra decepção? Mas a curiosidade ainda está aqui e não sei se leio xD
    Complicado....

    ResponderExcluir
  13. Prestando bem atenção na capa do livro ela é bem bonita, fiquei curiosa para saber o significado, tenho muito interesse em ler o livro e sei que ele é altamente recomendando por blogueiros.

    ResponderExcluir
  14. Sempre tive curiosidade quanto a escrita de Sarah Dessen, mas, sei lá, acho que essa avalanche de YA desgastou bastante o tema e eu meio que fujo do gênero agora. Confesso que ainda bate uma curiosidade enorme quando leio resenhas, mas um dia ainda leio pelo menos um.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Vi muito comentários positivos sobre esse livro da Sarah Dessen o que me deixou curiosa para ler e conhecer sua escrita gostei de saber que explora diversos pontos no livro principalmente essa fase da adolescência e a capa está realmente muito linda, adorei !!

    ResponderExcluir
  16. Aii que ódio dos pais da Sydney.
    O irmão é um baita safado e eles passam a mão por cima...
    Pobre Sydney.
    Que cara é esse que ela se apaixona?
    Aposto que é parente do que o irmão dela atropelou.
    Que azar...
    Ainda bem que ela continua tentando não se abalar e viver a vida... Conhece gente nova.
    E ufaa, cada um ganha o que merece.
    Adorei a resenha e o livro é lindo mesmo.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!