[RESENHA] Notas Quentes - Jay Crownover - @VREditorasBR

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Notas quentes
EDITORA: V & R
I.S.B.N.: 9788576839002
ALTURA 23.00 cm
LARGURA 16.00 cm
PROFUNDIDADE 1.50 cm
NÚMERO DE PÁGINAS: 312

Sinopse: Quando Jet Keller sobe no palco com aquela voz meio rouca, dedilhando intensos acordes de guitarra, todas as garotas vão à loucura. O corpo tatuado, o cabelo rebelde e o olhar sedutor fazem desse roqueiro um grande conquistador, capaz de levar a mulher que quiser para a cama. Muitos garotos sonham com a estudante de química, Ayden Cross. Seus olhos cor de uísque, as pernas supercompridas, o ar de mistério e até o seu sotaque fazem qualquer um perder o juízo. Mas Jet é o único homem capaz de enlouquecê-la e tirá-la de sua vida certinha. Há muito tempo que Ayd e Jet se desejam, mas por acreditarem que são um o oposto do outro, têm evitado essa paixão. Porém, um desejo assim tão ardente não pode ser contido por muito tempo e o que está para acontecer entre esses dois será avassalador. Notas quentes é um romance tórrido, cheio de revelações e com intensas cenas de amor que irão ficar gravadas em você tal como um rock sedutor.



Sim! Eu ainda continuarei reclamando eternamente da mudança das capas da série Homens Marcados da Jay Crownover aqui no Brasil!!
Fala sério né gente? Olha que coisa mais linda a capa original!! AMO!!

O segundo livro da série Homens Marcados está maravilhoso! 
Engrenando praticamente onde terminou Na Sua Pele (Rule), Jay vem contudo com uma trama quente e deliciosa que com certeza vai sacudir o coração dos leitores com notas quentes em músicas maravilhosas neste romance que vai te consumir até você virar a última página.

Ayden Cross é uma bela garota. Aplicada na faculdade e determinada a garantir seu futuro através dos estudos, a bela amiga de Shaw com seus olhos de whisky e pernas quilométricas sabe exatamente o que quer para o seu futuro: segurança.
E o que não quer? complicações desnecessárias com um roqueiro lindo, com calças tão apertadas que acabam deixando pouco para a imaginação, mas com um jeito e uma voz tão sedutores que acabam por danificar de vez o seu bom senso e ameaçam desmontar seus planos cuidadosamente construídos para escapar do passado.

Jet como todo o bom roqueiro esteriotipado neste tipo de romance, é lindo, tem um corpo incrível feito para o pecado e sobre tudo entende do riscado. Mas o que diferencia ele dos demais roqueiros badboys literários por quem vamos nos apaixonando e suspirando é sua desenvoltura e inteligência. Nosso lindo nunca foi um perseguidor da fama, mas adora a música e sabe mais do que ninguém o que será sucesso e como agarrar suas chances de ouro, inclusive em relação a Ayd.

Dos 3 livros da série dos lindos gatos tatuadores de Jay, até o memento Jet foi o que eu mais gostei.
Enquanto o livro do Rule infelizmente foi um pouco estragado devido as falhas de tradução e a infinidade de gírias colocadas na narrativa em português (o quê diga-se de passagem me deixou muito fula da vida!), em Notas Quentes não temos este problema!
Os meninos continuam sendo fodásticos!! Ainda falam muita merda e sacanagem, assim como gírias, mas nada como o MC Guime em que infelizmente Rule acabou se transformando em Na Sua Pele, visto que a cada 3 palavras que o personagem falava, 4 eram mina ou cuzão.

Conforme vamos convivendo com o grupo, fica impossível não amá-los. Adoro a bocuda da Cora e as brincadeiras com a Ayd enquanto as duas dão notas aos afairs de Jet.
O fofo e bem humorado Rowdy que acaba sempre nos deixando a sensação que mesmo com toda aquelas tatuagens e o cabelo estiloso ele é apenas um ursinho carinhoso bem humorado. Nash ainda não aparece muito neste livro, visto que ele ainda é melhor amigo do Rule e o Jet acaba passando mais tempo com o Rowdy.
As personalidades de todos eles e principalmente a dinâmica da convivência desta grande família destoante, mas maravilhosa, vão nos cativando página a página. E mesmo com toda a relutância de Ayden em se entregar de cabeça nessa relação cada vez mais avassaladora, a autora consegue nos manter conectados com as inseguranças e problemas deles sem nenhum mimi exagerado ou cansativo.


E mesmo o casal central Jet e Ayd tendo seu quinhão de segredos e dramas familiares, o livro é lindo, com cenas quentíssimas e de muito bom gosto, além de nos brindar com uma playlist mais do que encantadora para coroar de vez a obra.

Notas Quentes é um livro muito sedutor. Impossível parar de ler até chegar à última página. É um livro sobre parceria, arrependimentos, perseverança e coragem para dar as guinadas necessárias na vida. Amei  tudo e todos! 
Jay Crownover está de parabéns e em breve eu já vou postar a resenha do Rome.


Tomara que a V&R não demore para trazer o Nash para nós!!





11 comentários

  1. Parece ser legal e se for do tipo que só dá vontade de ler e ler e ler é bem bom. Uma coisa que acho super chato é quando mudam e mudam muuuuuuuito as capas originais. Nossa, é bem chatinho isso. Mas até que tá legal, gostei dessa. E a trama vale a pena, então....
    Agora é esperar que venham mais!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Scheila!
    Também prefiro mil vezes as capas originais, são muito lindas!!
    Que bom que o problema das gírias repetitivas foi concertado nesse livro pois estou cada vez mais interessada em ler essa série, ainda mais depois de ler essa resenha e conhecer um pouco do Jet e da Ayd.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Schheila! Não entendo porque mudaram as capas, se as originais estavam tão lindas... Enfim, Já li o primeiro e foi um pouco cansativo as gírias e tals, principalmente porque li antes o ebook e não tinha nada disso. Mas estou bastante animada com a estória do Jet. ainda mais sabendo que esses problemas foram resolvidos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Scheila!
    Livro que tem roqueiro, já me atrai.
    Juntando a isso muita música e trechos bem quentes, ai me conquista de vez.
    Claro que tem de ter um draminha para melhorar, então, só posso querer ler.
    “ Educação é uma coisa admirável, mas é bom recordar que nada do que vale a pena saber pode ser ensinado.” (Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou doida pra começar a ler essa série, curto muito esse gênero, linda mesmo a capa original e cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais ansiosa em conferi isso tudo que estão dizendo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Scheila! Esse tipo de leitura não me interessa muito, não é um gênero que está entre as minhas leituras comumente. Mas, o livro Notas Quentes tem seus pontos positivos sim, adorei a relação que a autora faz dos personagens com a música e aborda as características dos personagens muito bem.

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que esse livro era a continuação de Na Sua Pele, não li o livro ainda mas tenho muito interesse, gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  8. Notas Quentes me chamou mais a atenção do que o primeiro livro da série Homens Marcados, o que me cativou foi a música e, principalmente, o rock, mesmo como o estereótipo de rockeiro “perfeito” do personagem, coisa que está mais que clichê, consegui me encantar com cada personagem e me envolver no embalo da música e narrativa.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia essa serie, mas fiquei interessada nos outros livros da serie quero dar uma olhada no primeiro para ver se gosto e também prefiro a capa original !!

    ResponderExcluir
  10. Sabe que a fórmula guria certinha que não quer nada demais da vida e cara badboy, roqueiro que vem com tudo e abala o mundinho e o coração perfeito da donzela não me agrada mais como antes?
    De repente é só uma fase...
    Apesar de toda sua positividade sobre a trama eu não me empolguei.
    Pena :(
    Eu concordo que nossa capa não ta muito legal... Parece que o livro é só agarração...

    ResponderExcluir
  11. Puxa, um livro com esse título, com essa capa e também tem música, gostei de cara, com certeza vou ler.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!