[RESENHA] Cartas do Passado - Lucy Vargas

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Cartas do Passado
Lucy Vargas
Sinopse: Recém–formada, desempregada e com a conta zerada, Luiza recebe uma proposta de emprego em um castelo medieval nos confins da Inglaterra. Sem opção, ela parte de Londres com tudo que tem. O castelo vai virar um hotel e ela vai trabalhar justamente no museu arruinado dos Warrington. Tudo a sua volta grita abandono, até os antigos escritos do último dono do castelo chegarem às suas mãos e lhe contarem outra história.
O conde de Havenford foi um homem sofrido e solitário. Assassinado ainda jovem, seu povo foi abandonado e seu castelo destruído. Perdida entre o presente, o passado, a vida do conde e a sua, Luiza vai aprender que a história vai muito além dos livros. Mas antes que o fim seja escrito, ela vai precisar de muita coragem para salvar não apenas a vida do conde e de todos no castelo, mas a sua também.
Tenha coragem, desafie os fatos e vista as roupas da lady mais atípica que já pisou em um castelo. Prove que o amor nasce onde menos se espera e entre de cabeça nessa história. As próximas cartas podem ser para você.


E antes que me venham com mimimi, tenho a dizer que não importa com quantos clichês uma história é feita, mas sim como ela é contada! E embora tenha encontrado muita coisa parecida com A Casa do Lago, Em Algum Lugar do Passado e tantos outros filmes/livros existentes por aí, a forma como Lucy Vargas amarrou diversos elementos de forma tão lindamente é o resultado deste romance histórico maravilhoso.
Quem me conhece sabe que um romance histórico para me prender tem que ser muito bom, visto que embora admire este tipo de romance, ainda assim, o contemporâneo é mais a minha praia. Exatamente por isso até hoje li pouquíssimos históricos, alguns gostei mais, outros achei meio insossos para o meu gosto, mas certamente houve aqueles em que eu simplesmente me apaixonei e fui capturada em suas páginas e transportada para a sua época. E foi uma grata surpresa classificar Cartas do Passado nesta última categoria.

Me encantei com o Conde de 
Havenford.

Luiza é uma jovem recém formada em Museologia que vai trabalhar na restauração de documentos em um outrora esplendoroso, mas ainda muito famoso castelo medieval no interior da Inglaterra.

Entre suas atribuições, está catalogar e digitalizar toda a documentação antiga das gerações que habitaram o castelo e sua região, a história do lugar é um quebra-cabeças a ser desvendado por ela e sua equipe.

As peças são antigas e o preenchimento das lacunas requer investigação e cuidado, mas mais do que descobrir a história por trás dessas paredes de pedra, Luiza tem que recriar os últimos anos de seu mais famoso suserano, o Conde de 
Havenford.

Uma pessoa discreta. Amado por seu povo, através dos escritos pessoais do Conde, Luiza vai conhecendo o homem por trás do título.

A cada nova carta, a cada nova palavra. O mundo de ambos converge em algo inacreditável e completamente inexplicável.

E mesmo separados por séculos de distância, o coração de Luiza sabe que encontrou alguém por quem vale apena de apaixonar, pena que o tempo não pode ser alterado. Mas será que tudo realmente é impossível?

Sei que posso ter dado um puta spoiler ao citar os filmes no inicio desta resenha, mas como falei, não são os fatos e sim como eles são organizados e bordados em uma linda colcha que fazem a trama valer a pena e cativar o leitor.

Narrando em terceira pessoa, Lucy vai alternando fatos do agora (2012) com a investigação do passado. No decorrer da narrativa, vai mudando o foco entre Luiza e o Conde, alimentando assim uma linda história de amor no tempo dos cavaleiros da Inglaterra.

Adorei como a autora foi amarrando os fatos, mas principalmente toda a ambientação, os costumes, mas principalmente os personagens.

Esta com certeza é a característica mais marcante de Lucy Vargas, pois assim como Caroline e seu Marquês, Luiza e seu Conde são personagens fortes, com uma personalidade arrebatadora. Divertidos e complemente apaixonantes!

As criadas e cavaleiros foram muito bem desenvolvidos também e assim como os outros Lordes que pelas terras do Conde passam, ajudam a dar profundidade à trama, tornando-a intensa e viva.

Cartas do Passado é aquele tipo de livro que demora um pouquinho para engrenar, mas depois da página 70 mais ou menos, eu já estava tão imersa na narrativa que simplesmente não consegui mais parar de ler. Sabe quando vamos nos pegando relembrando as últimas cenas lidas ou as suas favoritas nos momentos em que não conseguimos ainda retornar às páginas do livro? E é assim que conseguimos classificar uma narrativa como um bom livro.

Convidamos você para adentrar as muralhas deste castelo, mas sobre tudo, deixar o Conde Jordan e sua Lady adentrarem as muralhas do seu coração.

Cartas do Passado é um livro lindo, muito bem ambientado, envolvente e completamente apaixonante.

E embora a capa não faça jus à obra, Lucy Vargas mais uma vez conquistou o meu apreço por seus livros de época.

Para todas as Damas que não perdem um bom romance, vale a pena conferir!

2 comentários

  1. ''Recém–formada, desempregada e com a conta zerada.''[ MEU DEUS escreveram uma historia sobre a minha pessoaaaaaaaaaaa] ! Ai li o resto da sinopse , queriaaa um vestido igual ao dá capa , alguém em Londres me contrata por favooor !

    Tenho lido tantas resenhas d livros com temas medievais , que só pode ser sinal pra eu ler mais coisas de época !

    ResponderExcluir
  2. Desempregada e com a conta zerada? Estão me vigiando? Quero um emprego em um castelo pra ficar igual também haha.
    O livro parece ser ótimo, ensina que temos que descobrir os dois lados, imagina quantas pessoas não passavam pelo castelo por medo de alguma "assombração" e não via a real história.
    Realmente muitas vezes um livro demora pra chamar nossa atenção, mas o bom é que mesmo demorando um pouco a história parece nos cativar com a relação da Lucy com o conde. A capa achei linda mas realmente achei que tem nada parecido com o livro, mas mesmo assim acho que vou tirar um tempo para lê-lo.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!