[RESENHA] O primeiro último beijo - Ali Harris - @Verus_Editora

quinta-feira, 5 de maio de 2016


"Dizem quem há 'um momento' com que toda garota sonha durante a vida inteira. Você sabe: um garoto de joelhos oferecendo-lhe o coração. Bem, eu nunca fui esse tipo de garota. Mas, mesmo se fosse, o momento acabou sendo melhor do que eu jamais poderia ter imaginado."

Molly e Ryan se conheceram na adolescência. Ela era a garota estranha, diferente. Ele, o atleta que todas queriam namorar. Depois de um primeiro beijo horrível e desastroso (e humilhante!), Molly decide esquecer o Ryan. Na verdade, ela passa a odiar ele. Bem, "odiar" ele, entre aspas mesmo. É isso que ela quer, mas parece que o destino quer outra coisa para os dois ingleses...

Depois de alguns anos eles se reencontram em Ibiza e a chama do amor finalmente captura Molly. O amor mais doce e sincero começa a ganhar vida.

Mas aquele destino, que fazia de tudo para colocar os dois juntos, parece que resolveu fazer o contrário. E, anos depois do início, Molly está sozinha em seu apartamento, se despedindo de tudo. Ryan, o marido perfeito, foi embora. Enfim eles se separaram. E Molly precisa aprender a viver por conta própria e aceitar seu destino.




"É estranho ter seu futuro todo embrulhado para presente a amarrados com um laço quando você tem só vinte e dois anos. 'Aqui está seu homem perfeito, sua vida perfeita, sua casa perfeita!' Mas eu agarrei tudo aquilo porque sei reconhecer uma coisa boa quando a vejo. Não havia nenhuma dúvida na minha cabeça, pelo menos não na época."

Gente, preparem os lencinhos quando forem ler esse romance! Lá pela metade do livro, eu comecei a lacrimejar, e fui assim, com os olhos cheios d'água até o fim da leitura. Poisé! Mas tem momentos lindos, felizes e engraçados também, viu? E eu juro que, pela sinopse eu não imaginava que seria assim. Aliás, eu me decepcionei com a sinopse, acho que ela não faz juz à obra, mas enfim.

O enredo não é linear, a história vai e volta ao passado. Mostra ora os anos 90, ora meados de 2004 e ora o presente. E já no início, nos tempos atuais, começa o mistério: Molly está sozinha, em seu apartamento, encaixotando tudo e se despedindo do lugar, indo embora. Ou seja, sem Ryan! E aí começam as perguntas de "onde está e o que aconteceu com Ryan, o marido perfeito?". Isso me consumiu. Tentar encaixar e descobrir onde ele estava foi o que me prendeu na leitura.

É um livro grande, e demora um pouco para engrenar na leitura. Mas depois que a gente conhece melhor todos os personagens, tudo começa a ficar mais leve e mais fluído.

E não se engane: o livro não gira somente em torno da história do casal. Tem sub-histórias sobre a vida de Molly, como o relacionamento dela com a família e com sua melhor amiga Casey (e um parênteses aqui para dizer que eu nunca gostei muito da Casey!).

O amor dos dois é lindo, e ambos se ajudaram a crescer e conquistar na vida. A Molly adolescente sempre disse que não se casaria, e muito menos se fosse com Ryan Cooper. A Molly adolescente era fria e distante dos outros. A Molly adolescente era diferente, e seu único objetivo era ser fotógrafa. E graças ao Ryan, a Molly mudou PARA MELHOR! Ela tinha um marido lindo e carinhoso, vivia em Londres e era fotografa (e blogueira <3). Ryan foi seu salvador! Ela cresceu e aprendeu a superar tudo na vida, e as pessoas deveriam seguir seu exemplo.

Vale a pena conferir a história de Molly e Ryan?
Vale! E vale conferir com uma caixa de lencinhos do lado :')

"Passamos a vida almejando felicidade e realização no trabalho, no amor e com nossos amigos e familiares, no entanto muitas vezes gastamos energia reclamando de namorados ruins, mudanças erradas na carreira, discussões com amigos e oportunidades perdidas. [...] Você pode escolher transformar arrependimentos em lições que mudam seu futuro. Acredite." 

 
Ótimo! 






Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter Küsse leute :)

17 comentários

  1. Só li resenhas positivas sobre este livro. A capa me lembra o livro Uma Curva no Tempo. Estou curiosa pra conhecer melhor esta estória.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. As fotos estão indas como sempre , e a resenha completinha ...parabéns , amei !

    Esse é o livro que a editora enviou com um lencinho de brinde não é ?

    vai direto pra minha lista de top desejados....adoro livros que rola uma lágrimas <3

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Nossa estou cada vez com mais vontade de ler esse livro! Adorei a premissa e esse gênero de história me agrada bastante.

    Parabéns pela resenha!

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece aqueles que ao mesmo tempo que é fofo, é bem triste e um pouco revoltante. Adoro histórias assim, não conhecia a história, mas agora depois de ler sua resenha estou bem curiosa para saber sobre esse casal que tem várias idas e vindas em suas vidas.

    ResponderExcluir
  5. Eu estou com bastante vontade de ler esse livro. A história dele parece ser bem bonita e eu estou super curiosa pra saber o que aconteceu com Ryan depois que eles casaram. Confesso que não sou muito fã de livros que intercalam presente e passado, mas acho que vou gostar desse livro mesmo assim. Ele já está na minha listinha, espero ler ele logo :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Estou vendo muitos comentários positivos sobre esse livro que me deixou bem curiosa para poder ler, gostei muito da historia principalmente por mostrar essas varias fases de um relacionamento e fiquei muito curiosa para descobrir o que aconteceu com esse casal, especialmente o Ryan !!

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro o título desse livro... Pra mim, a curiosidade quanto a história, começou bem aí. Eu gosto de histórias assim, com envolvimento, uma boa história, convivência, aquela rotina do dia a dia que te faz conhecer os personagens a cada página. Não suporto essas paixões avassaladoras que 5 minutos depois de se conhecerem já estão jurando amor eterno.
    Parabéns pela ótima resenha e, realmente, essa sinopse é horrorosa!

    ResponderExcluir
  8. Que resenha linda! Se eu já tinha vontade de lê-lo, fiquei ainda mais!!
    Confesso que quando eu vi esse livro pela primeira vez, eu primeiro me interessei pela capa super fofa e só depois fui ler a sua sinopse e acabei me encantando.
    Eu já li algumas resenhas falando como esse livro é emocionante, e agora a cada resenha que eu leio dele, me dá uma vontade de começar a leitura imediatamente.
    Ah, eu achei bem legal essa narrativa não linear, acho que deve despertar ainda mais a curiosidade do leitor (e já estou me perguntando o que aconteceu com Ryan).
    Amei a resenha e vou tentar ler o quanto antes! Beijo :)

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ellen!
    Devo confessar que tenho o costume de fugir de livros onde há a necessidade de ter uma caixa de lencinhos para enxugar as lágrimas durante a leitura, é que sou muito emotiva e em vez de lencinhos provavelmente eu precisaria de um lençol inteiro para enxugar minhas lágrimas rsrs. A história da Molly e do Ryan parece ser linda mas por ser também uma história triste não vou me aventurar em ler O primeiro último beijo.
    Mas eu amei a resenha e tenho certeza que essa é uma ótima dica pra quem gosta do estilo de O primeiro último beijo.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Adorei a sinopse dele quando vi e as resenhas estão de dar mais e mais curiosidade. Como assim é de fazer chorar? Preciso! Parece um romance lindo mesmo e um livro que vale a pena ler. Adorei, ansiosa para conferir =)

    ResponderExcluir
  11. Já havia visto a capa desse livro na fanpage da editora e tenho que concordar que fiquei com vontade de tê-lo na minha estante, só pelo seu visual. Com essa resenha maravilhosa, a forma como você o descreve, é nítido o quanto o livro te tocou, e isso só me deixou mais curioso para lê-lo urgentemente!

    ResponderExcluir
  12. Amei a resenha! O livro é lindoo, antes fiquei interessada sem nem saber a sinopse, uma história de amor antiga com altos e baixos <3 mas infelizmente o destino não colaborou com eles, pelas fotos percebo que a diagramação é linda, estou preparada para chorar assim que ler, sou muito sentimental quando o assunto é casais fictícios, gostei da autora não colocar como foco apenas o casal, amo livros que alternam os tempos, amei a indicação

    ResponderExcluir
  13. Eu estava curiosa sobre esse livros desde quando vi falarem que chorou na primeiras páginas. A história do livro é um prato cheio de emoção, e isso é nítido! Vou tentar comprar amanhã mesmo, pretendo ir ao shopping e como tenho que ler um livro recomendado pro IDareYou, quero ler esse!

    ResponderExcluir
  14. Já estava louca de desejos por esse livro quando vi o lançamento, pois tanta a capa como o título chamaram minha atenção e quando vi que o livro segue a tradição dos livros P.S. Eu te amo e Um Dia, eu pirei de vez. O primeiro último beijo promete ser uma história muito linda e tocante, garanto que vou suspirar e derramar muitas lágrimas durante a leitura; preciso urgentemente desse livro na minha estante.

    ResponderExcluir
  15. Oi Ellen :)
    Que resenha linda <3
    Quando li a sinopse já tinha me encantado, agora tenho certeza de que vou amar esse livro. Molly parece ser uma personagem marcante, acho interessante a autora ter trabalhado essas "fases" da vida dela. Ah, tenho que elogiar essa capa, está encantadora!
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  16. Amei a resenha é a primeira que vejo do livro, estou super curiosa para ler ele, amo romances, e pelo visto esse tem tudo para me agradar, e já irei me preparando para as lagrimas, quero muito saber o que aconteceu com o marido perfeito e ver essa mudança para melhor da Molly.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  17. Ellen, mais uma vez, que fotos lindas!!! Babei aqui!

    Este livro está na minha lista infinita. A princípio porque achei a capa bonita e gostei da sinopse, mas a primeira resenha sobre ele que li foi a sua. Deu ainda mais vontade de começar, mesmo que seja na companhia dos meus lencinhos.

    Obrigada pela dica.

    beijo

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!