[RESENHA] Silêncio - Richelle Mead - @galerarecord

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

SILÊNCIO
RICHELLE MEAD
Editora Galera Record
I.S.B.N.: 9788501107381
Compre AQUI!!!

Sinopse: Um romance de fantasia e aventura da mesma autora de Vampire Academy.Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo — todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pessoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis.
O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas.
Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará
suas vidas para sempre. Fei não demora a entender quem é o verdadeiro inimigo, e descobre que não se pode controlar o coração.





Depois dos inesquecíveis vampiros de Vampire Academy, Richele Mead está de volta. 
Silêncio é um delicioso YA de fantasia, onde a autora nos brinda com diversos elementos do folclore chinês, em uma aventura épica em busca de respostas.

Conheça Fei e sua jornada para salvar aqueles que ama.

Isolados em um povoado ao topo de uma das montanhas mais altas da província de Beiguo, Fei é uma das artistas do Passo do Pavão. 

Incumbida de retratar diariamente através de sua arte tudo o que acontece em seu povoado, ela é uma alma sensível que gostaria de retratar a beleza e as coisas impossivelmente belas com as quais sonha. Mas, é obrigada a retratar a miséria, a fome e a cegueira que agora castiga sua gente a muito privada do sentido da audição.

O povo de Fei vive dividido em castas, onde os artistas registram o cotidiano para preservar a história para as gerações futuras e o restante da população trabalha nas minas de ouro e prata até a exaustão para garantir a permita com a cidade ao pé da montanha.
Mas as pessoas estão ficando fracas e cada vez mais doentes. Quanto mais o minério reduz, menor são as porções de alimento enviados para cima.

Fracos, famintos e desesperados, visto que a cegueira agora diminui ainda mais a força de trabalho capaz de trabalhar nas minas, Fei sente na pele o desespero agora que sua irmã também está sendo privada do sentido da visão e logo não poderá mais ser uma das artistas da escola e a dor daqueles que perderam seus entes nas minas ou viraram pedintes por causa da doença.

E a eloquência e revolta de Li Wei se torna o estopim para inflamar sua vontade de ajudar o povo e o seu coração que muito achava que o havia esquecido.
Nós trabalhamos como escravos, arriscando nossas vidas e deixando sonhos de lado para que todos os outros tenham alimento. As esperanças e os medos do povoado inteiro são jogados sobre os nossos ombros. Se não trabalharmos, o povo todo passa fome. Isso não se chama garantir sustento. E certamente de nobre não tem nada. Chama-se não ter escolha.
Silêncio - pág. 35
Narrado em 1ª pessoa através dos olhos de Fei, Richelle vai tecendo uma trama de leitura leve e fluída, que vai cativando o leitor já no início de sua jornada épica juntamente com Li Wei em busca de respostas e ajuda para seu povo.

Assim como todos os livros de Richelle Mead, a lealdade e devoção aos entes queridos é um elemento muito forte e que impulsiona a trajetória de seus personagens. Fei embarca inicialmente motivada por salvar a irmã da fome e da cegueira iminente, mas também sua curiosidade e agora suas novas experiências através do som além de aliados nesta jornada, irão lhe proporcionar toda uma nova gama de experiências extraordinárias.

Gostei muito da leitura, mas como um YA de fantasia, achei que Richelle acabou deixando um pouco a desejar. Como Silêncio é um livro único, achei que acabou ficando muito raso em diversos aspectos.

A impressão que deu foi que Richelle simplesmente pincelou um pouco de tudo para compor a trama, não se aprofundando em nada.
Gostaria de ter visto mais da mitologia chinesa sobre os Pixius, assim como senti um pouco de falta de mais descrições sobre o reino, o povoado, as montanhas, ao meu ver, a autora tinha um grande potencial nas mãos para ter realmente me encantado com mais detalhes deste mundo fantástico, mas que acabou perdendo a oportunidade.

Por outro lado, uma das coisas que me chamou mais a atenção e também acabou dando um pouco mais de peso conseguindo me encantar, foi a forma como Richelle Mead vai narrando a experiência de Fei ao descobrir os sons. Achei incrível a sensibilidade com a qual a autora retrata esta nova experiência pelos olhos da protagonista e me vi realmente conectada e usufruindo dessa experiência que para nós é tão corriqueira, mas que para Fei é completamente inédita.
Me peguei em diversos momentos comparando os sons e também exercitando como eu descreveria os mesmos se tivesse que deixar registrado para as gerações futuras poderem conhecer sem nunca ter experimentado. Foi muito legal!

Adorei Li Wei! Não sei vocês, mas sempre me apaixono perdidamente por todos os mocinhos da tia Richelle. Claro que é um pouco impossível não ver muito do Dimitri em Li Wei, sendo o mais forte, mais hábil, mais corajoso, mais leal, mais heroico e completamente devoto à mocinha, é, acho que esta é uma das marcas registradas de Richelle Mead e seus "badass" que tanto amamos!!!
Sim, Fei. Amor. Amo você desde aquele primeiro olhar de desafio que me lançou do meio dos escombros do galpão. Amei você ao longo de todos os anos em que crescemos juntos. E amei você quando me contou que iria embora para ficar com os artistas. Durante tudo isso, no meu coração só existiu espaço para o nome de uma pessoa: o seu. E pode dizer o que quiser sobre nossas posições sociais e tudo o que existe para impedir que fiquemos juntos, mas sei que me ama também.
Silêncio - pág. 187
Fei por outro lado começa tímida e um pouco medrosa. Tira de Li Wei a coragem para transpor os obstáculos, mas aos poucos vamos vendo ela crescendo e ganhando força para lutar e sobre tudo acreditar em si mesma para ajudar a mudar o mundo.

Mesmo sabendo que o romance em si não é o carro chefe do livro, eu queria ter visto mais de Fei e Li Wei. Achei eles muito fofos juntos e gostaria de ter visto mais deles no final.

Como disse antes, eu gostei muito da leitura, que foi rápida, leve e sem grandes reviravoltas. Claro que sendo um livro da Richelle Mead, Silêncio é muito bem escrito, mas acho que depois de ficar algum tempo sem ler nada dela que é uma das minhas autoras favoritas, acabei elevando muito minhas expectativas.
Com apenas 278 páginas acabei sentindo falta de um aprofundamento maior em diversos aspectos para encorpar mais a trama.

O clímax do livro chega e passa com tamanha rapidez que fica um pouco impossível não ficar com aquela sensação de:  e agora? foi só isso?

A capa e todo o trabalho gráfico da Record estão impecáveis como sempre e o livro ficou maravilhoso! Um dos mais bonitos da minha estante atualmente.
Para quem é fã da autora e adora YA bem escritos, Silêncio com certeza não vai decepcionar. Agora para os amantes de fantasia, podem sentir assim como eu aquela pontinha de "quero mais" em diversos aspectos, mesmo assim vale a leitura.


15 comentários

  1. Eu estava querendo muito ler esse livro, nunca li nada da autora e queria começar por um livro único. Percebo que o enredo é bom, e a narrativa é fluida, mas a autora não conseguiu aprofundar e explicar os elementos criados. Achei arriscado um livro sem muitos diálogos, não sei se lerei, mas a capa é linda

    ResponderExcluir
  2. Estou na dúvida se leio. Porque já li livros dela que foram do tipo "corre pra pegar uma continuação!!!" e esse não parece despertar muito desespero, ser muito qualquer coisa. É interessante porque mudou o que conheço dela, tem uma história legal e de sinopse chamou atenção. Mas acho que se deixa a desejar na execução de tudo...sei não. Encima do muro com esse bendito, não sei se leio...

    ResponderExcluir
  3. Saber que o romance entre Fei e Li Wei não é o foco na história me desaponta um pouco, prefiro quando o romance fica em destaque, mas vou dá uma chance a Silêncio caso a oportunidade surgir... Li Wei parece ser um fofo, que declaração linda  a dele para a Fei, acredito que se eu for ler esse livro com certeza vou gostar mais dele - um mocinho forte, apaixonado, leal - do que dela - uma mocinha timida e um pouco medrosa no inicio...
    Mas enfim, valeu pela dica!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Eu tava achando que esse era o inicio de um série e descubro que é um livro único, mas superficial, e não sei o que pensar sobre isso. Eu li os livros da série Academia de Vampiros da autora e amei e sei que a outra série derivada desta, recebe muitos elogios, então eu meio que esperava que esse livro fosse pelo mesmo caminho. Saber que Fei tem as mesmas características de Dimitri é um ponto positivo, pois eu amei esse personagem, e a capa é linda, mas não é suficiente pra me fazer embarcar na leitura, pelo menos agora, mas quem sabe lá na frente eu não mude de ideia ;)

    ResponderExcluir
  5. nunca tinha visto nada sobre essa autora, sua resenha foi ótima, atiçou nossa vontade de ler sobre o livro. A capa é linda ( se a capa for feia eu nem leio). Ele me deixou curiosa para saber como é esse vilarejo. Pena que ainda ta caro, mas vou acompanhando os preços, qdo tiver uma promoção eu compro

    ResponderExcluir
  6. Oi, Scheila!!
    Gostei muito da resenha!! Quero muito ler esse livro pois faz muito tempo que não leio nada da Richelle Mead!!
    Beijosss
    :)

    ResponderExcluir
  7. Eu já estou com esse livro aqui pra ler, e já é o próximo da minha listinha. Sou apaixonada por todos os livros da autora, e espero gostar desse livro também.
    É uma pena que o livro tenha deixado a desejar, mas gostei de saber que a narrativa da autora continua ótima :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Faz um tempo já que não leio nada de aventura, mas esse parece ser muito bom. Já tive contato com a autora com a Academia de Vampiros e não gostei muito, deve ser porque eu não curto muito esse lance de Vampiro.
    Talvez eu venha a vir dá uma outra chance a autora com esse livro.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Scheila.
    Eu nunca li nada da autora mas sempre vejo elogios a série de vampiros. Esse livro me interessou muito, principalmente quando você falou que era livro único, coisa rara hoje em dia hehe. A ideia é muito boa é uma pena que ela não se aprofundou tanto na parte do folclore chinês que ai fica mais interessante. E fiquei aqui imaginando isso que você falou sobre ela ir descobrindo os sons. A gente é tão acostumado a ter todos os sentidos que nem pensa em como eles fazem falta para quem não tem. Vou adicionar na fila para ler.

    ResponderExcluir
  10. Estou doida pra ler esse livro, curto muito romance com fantasia, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  11. Gosto de livros que apresentam culturas bem diferentes e este é um livro assim, embora você tenha comentado que a autora não se aprofundou tanto. Gostei da personagem principal, da sua coragem. Confesso que não gosto muito dos carinhas bads na história, mas parece que aqui o resultado foi bom. Gostei muito da resenha e da dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  12. Eu amo os livros da autora, mas confesso que também esperava um pouco mais desse livro. E eu acho que o problema é que é um livro único, se tivesse continuação, eu acredita que melhoraria. Porque todos os outros livros que li da autora, foram melhorando com a sequencia.
    Mas concordo que a escrita da autora continua sendo ótima!

    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  13. Eu amo os livros da autora, e nem sabia que esse livro era da mesma escritora de Academia de Vampiros(que eu simplesmente amei)! Mas esse livro não me chamou a atenção nem mesmo a capa! Fiquei triste que o livro tem uma estória superficial. Embora eu adore a escritora e seus outros trabalho, esse fica para a próxima já que o livro não me interessou, beijos

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li nada da autora, então não sei como é sua escrita. O que eu queria entender era o título e isso eu peguei, mas no restante achei tudo um tanto confuso. Só lendo mesmo.

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Eu não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas gostei bastante da premissa, mas infelizmente acho que essa leitura não me agradaria, gosto de livros que se aprofundam na história, agora essa livro não funcionaria para mim.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!