[RESENHA] 1+1 a matemática do amor - Vinícius Grossos e Augusto Alvarenga - @FaroEditorial

sexta-feira, 7 de outubro de 2016


 “O Paraíso existia - escondido nas pequenas coisas, disfarçado nos breves momentos.”

Lucas e Bernardo são melhores amigos desde que nasceram. Os adolescentes vivem em uma cidade pequena, interiorana, onde tudo vira motivo de fofoca. E enquanto Bernardo é o menino popular e descolado, Lucas é o menino quieto e excluído. Mesmo diferentes em muitos sentidos, os dois sempre foram muito unidos e companheiros. Eles são aquele tipo de amigos que contam tudo, os melhores que temos, sabe?

Durante as férias do ensino médio, Bernardo recebe uma notícia: ele vai se mudar com a família para Portugal. Sua vida vai mudar completamente. Ele não aceita que irá se mudar. E, para ajudar o amigo, Lucas decide transformar as últimas férias deles nas melhores de suas vidas.

Não só prometem serem  as melhores, mas as mais intensas. Mas, diante da perspectiva de distanciamento dos dois, eles começam a perceber que os sentimentos que sentem não são bem aquilo que imaginavam ser.  Dúvidas, questionamentos, conflitos e muito sentimento envolvido: as últimas férias de Bernardo e Lucas vão ser reveladoras.


 
1+1 a matemática do amor narra as últimas férias de Bernardo e Lucas, assim como o despertar e a aceitação dos seus sentimentos. O livro é narrado em primeira pessoa, e cada capítulo traz um dos protagonistas, o que nos permite ter a perspectiva dos dois pensamentos e reflexões. Os capítulos são curtos e certeiros, o que tornou a leitura bem mais leve e rápida.

É um livro que fala de amor. É um livro que fala de toda a forma de amor. Tem drama, sentimento, dúvidas e surpresas. Tem momentos lindos e tem momentos tensos. E eu não imaginei que eu fosse gostar tanto da história do Lucas e do Bernardo. Aliás, eu não gostei, eu amei! Amei cada detalhe da história, e me senti uma adolescente novamente (os protagonistas tem 16 anos, e estão bem naquela fase de ahhh, o amor...). Cada página era um sorriso novo no meu rosto, de verdade! (eu li o livro nos ônibus da vida, e numa dessas viagens um amigo meu me viu lendo, e quando descemos ele me falou “esse livro parece bom, dava para ver no teu rosto enquanto tu lia!” acreditem!).

O grande ponto dessa história é fazer todos se questionarem e pensarem. Principalmente sobre as intolerâncias e discriminações da sociedade. Por mais que hoje seja muito mais tranquilo e aceitável o homossexualismo, muitos ainda sofrem preconceito. Infelizmente, a sociedade não consegue aceitar o diferente – e não falo só sobre sexualismo, mas sobre muita coisa. Livros como 1+1 estão aqui para tentar abrir os olhos das pessoas e mostrar que todos merecem uma chance de serem felizes! Todos devem ser aquilo que querem ser! E ninguém precisa meter o bedelho na vida alheia.

E outra coisa que eu gostei muito livro é que ele aborda o amor de uma forma muito delicada e pura. As história da amizade dos dois é cativante ~ mas algumas vezes eu quis bater no Bernardo. Hihi. Por mais que eu quisesse bater nele em alguns trechos (nada demais gente!), ele foi o personagem que eu mais gostei dentre os dois.

Os dois autores (brasileiros!) acertaram a mão escrevendo 1+1. E a Faro Editorial caprichou na edição (folha amareladas e mais grossas, além de umas ilustrações super fofas!). Agora, deixo a dica para vocês: leiam, e desfrutem mais das férias de Lucas e Bernardo <3 (e façam suas torcidas!).



Excelente! Leia Agora!  


"Somos como o yin e o yang.Eu sou como o sol, o Lucas é a noite.Eu sou o achocolatado, o Lucas é o café.Eu sou do verão, o Lucas, do inverno.Eu sou da matemática, o Lucas, do português.Eu o ajudo a entender que 1 + 1 é igual a 2, mesmo que ele teime em afirmar que em alguns casos 1 + 1 pode vir a se tornar 1."

 
Conheci o querido Vinícius Grossos (um dos autores!) na Bienal do Livro de SP esse ano, na fila da sessão de autógrafos da Jennifer Niven. Depois reencontrei ele e óbvio que eu peguei autógrafo no meu livro né? E olha que fofa essa dedicatória <3








13 comentários

  1. Oi, Ellen!
    Livros onde os protagonistas tem 16 anos, e estão bem naquela fase de "ahhh, o amor..." não me atraem, por isso 1+1 a matemática do amor é um livro que eu não leria...
    Mas eu amei as fotos, ficaram muito legais!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ellen, livros que levam os leitores a se questionar são muito importantes e fiquei feliz em saber que você amou a história, assim como fiquei feliz em saber que os autores são nacionais, ainda não tinha ouvido falar do livro ou dos autores e a trabalho que a editora fez no livro parece estar ótimo, a capa é bonita e os desenhos que vem dentro do livro também :)

    P.S: São dois autores, sabe o que tenho curiosidade de saber quando vejo que a escrita é compartilhada, como é o processo de escrita? cada um escreve um capítulo? eles vão pensando e escrevendo juntos, um digita o outro fala? kkkkk eu sei que você não vai saber isso, mas é uma curiosidade que passou pela minha cabeça e resolvi compartilhar contigo haha

    ResponderExcluir
  3. Achei muito bonita essa história e é legal passar para as pessoas a lição de que amor é amor em toda forma mesmo. Acho esse tipo de livro muito bom por fazer a gente entender essas pessoas, o que elas sentem e que o importante é o amor. A história parece ser bem escrita, de uma forma delicada e que vai mostrando aos poucos como os sentimentos deles mudam. E os personagem são fáceis de gostar pelo jeito. Adorei esse livro.
    Muito legal poder levar autografo no livro também! Que fofo *-*

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ellen!!
    Gostei bastante da resenha, mesmo sendo um livro para jovens e adolescente eu gosto as vezes de ler esse estilo de livro. Gostei muito da capa e fiquei muito interessada em ler essa história.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Eu já conhecia a escrita do Vinicius com o OGQA e gostei muito da do Augusto tbm ! Como não shippar Lucas e Bernardo neh ? Lunardo 4Ever <3 Realmente o trabalho editorial da Farol é de chamar atenção , amei o capricho da edição !

    ResponderExcluir
  6. Tem um tempo que quero ler esse livro, mas como sabe leitor acaba passando outros livro na frente. E agora estou ainda mais curiosa pela leitura desse livro, e quero lê-lo para ontem. Nunca li nenhum livro que retrate a homossexualidade, e tenho muita vontade. E vejo que essa trama vem falando disso, mas também das diferenças em geral, e como o amor nessa fase da vida, meche conosco, espero ter a oportunidade de ler esse livro logo. Tenho certeza que vou me apaixonar junto dos personagens.

    ResponderExcluir
  7. Eu não curto histórias com adolescentes, mas eu gosto de que o assunto homossexualidade ganhe força, seja divulgado mais. Dúvidas, questionamentos e conflitos são sentimentos que deve estar estar presentes a todo mundo e o livro vem tbm como um aprofundamento sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  8. Estou doida pra ler esse livro, gostei muito do outro livro do Vinícius Grosso, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não tinha visto uma resenha desse livro ainda e não tinha ideia que era um livro tão bom assim e que muito menos foi escrito por dois autores brasileiros. Eu não li muitos livros com esse tem, não por preconceito nem nada, mas é porque gosto muito de fantasia e sobrenatural kkkk Mas acho que darei uma chance a essa história.

    ResponderExcluir
  10. Eu conheci esse livro aqui no blog mesmo, e tenho vontade de ler esse livro desde o post de lançamento. A história do livro parece ser ótimo. E acho que vou gostar muito da amizade dos dois, e também acho que vou gostar do autor ter tratado a história de amor de uma forma delicada e pura. Já pretendo ler esse livro logo :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Eu amei de paixão essa capa, gosto bastante dessa temática, achei clichê a separação dos amigos e tudo mais, mas irei ler com certeza, gosto de livros que nos a faz refletir sobre tudo.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ellen!
    Achei a capa e a história do livro como um todo uma fofura só, me lembrou os livros do David Levithan que é um dos meus autores preferidos da vida! Apenas quero muito ler <3

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bom?
    Gostei muito da temática do livro, acho que vou amar, parece ser muito fofo e gente, eu amo livros que falam de amor hahaha, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!