[CINEMA] Resident Evil 6 - O capítulo final

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Sobrevivente do massacre zumbi, Alice retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, em que a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. Para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos.

Data de lançamento: 26 de janeiro de 2017 (Brasil)








Sabem quando a gente quer muito ver um filme, mas mesmo assim tenta não se animar de mais para não se decepcionar, visto que o filme anterior da franquia acabou sendo uma grande decepção?
Pois digo a vocês, Resident Evil 6 – O Capítulo Final conseguiu recuperar o brilho da franquia e encerrar com chave de ouro a saga de Alice e os mortos vivos da Umbrella Corporation.


O filme já me ganhou no comecinho onde temos flashback geral com um over view da saga, mas inserindo novos fatos com novas perspectivas e amarrando várias pontas soltas que foram deixadas ao logo dos últimos 5 filmes.
Foi ótimo finalmente obtermos respostas detalhadas sobre como o T – Vírus surgiu. Seu propósito, todas as implicações e reviravoltas de interesses dentro da Umbrella até a catástrofe que dizimou a humanidade e todos os interesses ou propósitos por trás dela.


Alice está acordada novamente e cara a cara com seu pior inimigo, agora é correr contra o tempo para tentar salvar o pouco que restou da humanidade.

As cenas de ação já começam imediatamente e em 3D são de tirar o fôlego ou soltarmos o grito de tantos sustos no cinema! A adrenalina corre solta pelas veias dos expectadores do início ao fim do filme.
Tudo é tão bem feito e realista que faz a experiência em 3D valorizar o longa e fazer valer o preço do ingresso.

A trilha sonora valorizou muito as seqüências rápidas de ação e sem dúvida os efeitos visuais cumpriram o seu propósito nos brindando com uma atmosfera apocalíptica no pior e mais literal sentido da palavra.

Mila Jovovich está espetacular, dando vida a uma Alice muito mais humanizada. Embora ela continue sendo a mocinha “BADASS”, conseguimos ver que ela não é tão super quanto nos outros filmes, demonstrando várias limitações como dor, inconsciência depois de tomar uns baques e alguma lentidão na recuperação, o que nos outros filmes quase não era perceptível ao expectador.

Quero agradecer o convite da Espaço Z para mais uma cabine de imprensa fantástica. Mesmo sendo muito medrosa para filmes de zumbi, a franquia Resident Evil foi uma que eu acompanhei de perto do início ao fim, e este final foi realmente o lacre que faltava para revitalizar e encerrar dando a volta por cima esta Saga.


O filme ficou muito bom no contexto geral.
Atores convincentes. Efeitos realistas e muito bem feitos.
Trilha sonora impactante, valorizando todas as cenas conforme o necessário.
Muita adrenalina, sustos e sobre tudo torcida para o desenrolar dos acontecimentos. Vamos sentir saudades de Alice, mas este capítulo final foi muito melhor do que poderíamos esperar, fazendo valer a pena para os fãs que a acompanharam fielmente durante toda a sua tragetória.

RECOMENDO!!!

1 comentários

  1. Quero muito assistir a esse sexto filme de Resident Evil, mas como ainda não assisti ao filme anterior isso vai demorar um pouquinho, mas as minhas experiências estão bastante altas em relação a essa última aventura da Alice...
    Amei o trailer.
    Bjos!

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!