AMOR VERDADEIRO (NANTUCKET BRIDES) - JUDE DEVERAUX

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017



Título Original: True Love 
Tradução: Ebréia de Castro Alves 
Páginas: 464 
ISBN: 978-85-422-0846-7 
Formato: 16 x 23 cm. 
Editora: Planeta Livros/Selo Essência


Sinopse: Ambientado numa ilha paradisíaca e um dos romances mais cultuados de Jude Deveraux, best-seller americana que já vendeu mais de 60 milhões de exemplares pelo mundo, o livro conta a história de Alix Madsen. Quando ela está terminando a faculdade de arquitetura, Addy Kingsley, amiga de seus pais, morre. No testamento, a mulher estipula que a jovem tem direito a viver por um ano em sua encantadora casa do século XIX na ilha de Nantucket (Massachusetts), EUA. O relacionamento de tia Addy com a família Madsen é um mistério para Alix, mas ela aceita a oferta e, ao chegar na propriedade dos Kingsley, percebe que não é má ideia passar uma temporada ali. Além de o lugar ser um sonho para qualquer arquiteto, ela conviverá com o charmoso Jared Montgomery Kingsley, dono de um dos mais importantes escritórios de arquitetura do país e sobrinho-neto de Addy, portanto, herdeiro natural da casa. O que Alix não imaginava era que tia Addy tinha um propósito muito específico para ela quando a colocou naquele lugar: solucionar o desaparecimento de Valentina, uma das mulheres da família Kingsley, ocorrido cerca de dois séculos antes. Em meio ao verão na ilha, Alix e Jared serão obrigados a conviver, o que pode ser a chave para desvendar o tal mistério dos Kingsley.

O primeiro livro que li da autora Jude Deveraux, foi alguns anos atrás, do gênero romance de época, A Herdeira, publicado por outra editora, mas só depois de algum tempo descobri que ele fazia parte de uma famosa série de época da autora, ele era o décimo primeiro da série Montgomery/Taggert, de 15 livros, e obviamente bastante normal naquela época (hoje ainda acontece), as editoras lançavam livros aleatórios não respeitando sequências, ou mesmo faltando à publicação dos outros livros. E foi o que aconteceu Herdeiro foi o único livro publicado que fazia parte dessa série.  E atualmente os livros que foram publicados da autora no Brasil são difíceis de encontrar, praticamente uma raridade.


Quando a Editora Planeta, através do Selo Essência, anunciou que iria publicar a um livro da autora, mesmo sendo contemporânea, nem pensei duas vezes, com toda certeza iria ler. E para minha surpresa, Amor Verdadeiro, publicado no ano passado, os personagens desse livro são descendentes dos Montgomery/Taggerts da série de época da autora, mas fui pesquisando e descobri que tinha ligação também com personagens de outros livros publicados pela autora, dois deles foram publicados no Brasil, mas a família é enorme, e não me sinto capaz de fazer alguma ligação... um dia quando conseguir interligá-los, prometo que faço uma publicação esclarecendo...


Mas vamos começar a resenha propriamente dita do livro... Amor Verdadeiro é o primeiro livro da Trilogia Nantucket Brides, que mistura romance, mistério e um leve toque sobrenatural.

Alixandra Madsen, uma arquiteta recém-formada é convidada para passar um período de um ano numa residência em Nantucket,  pois estava na cláusula do testamento de Adelaide Kingsley (Addy), amiga de sua mãe que veio a falecer. Mesmo que o motivo seria pesquisar um antigo mistério da família Kingsley Montgmorey. Mesmo não sabendo o motivo de ter sido escolhida, mas estava precisando arejar a cabeça, principalmente agora que estava sofrendo om o término do namoro. Então ela e sua amiga Izzy decidem embarcar nessa aventura.


Porém uma pessoa não estava muito feliz com sua vinda...
Jared Montgomery Kingsley VII, não está nada contente. Ele sempre ia para ilha para fugir da turbulenta vida de arquiteto famoso e badalado em Nova York, principalmente agora que ele tinha herdado a casa da sua tia-avó, e poderia curtir seu refúgio solitário, mas agora seria invadida por uma desconhecida, e pior recém-formada estudante de arquitetura, que talvez fosse incomodá-lo querendo sugar algum conhecimento.


Realmente não estava longe disso, Alix o admirava, e o sonho era trabalhar no escritório de Jared Montgomery, como era conhecido, e ela não esperava que fosse dividir a casa com ele. Mas a maior preocupação dela e encontrar os motivos que levaram ela a ilha, que não visitava desde seus 4 anos de idade, como poderia decifrar um mistério tão antigo de uma família desconhecida para ela. O que ela não sabia que os pais eram visitantes assíduos da ilha, porém a mantinham afastada e em total desconhecimento desses fatos.


Jared pensa em sair da ilha antes de encontrar Alix, mas devido à insistência de Caleb, e alguns desencontros, ele acaba a conhecendo, no primeiro momento foi desastroso, apesar da atração dele por ela, e da idolatria que ela controla dignamente, a relação dos dois acaba se desenvolvendo e ambos descobrem suas afinidades.



Jared nunca teve relacionamentos longos, já que suas namoradas nunca compreendiam seu estilo workaholic, já Alix por estar no deslumbramento de sua profissão, torna uma companheira perfeita, nem o impedimento inicial por parte de Jared para tornar a relação mais íntima, não foi suficiente para proibir eles de viverem plenamente a relação.


Acho que o grande propósito da autora na narrativa foi mostrar que o amor ultrapassa o tempo, e pode ser imaginável em sua plenitude, Alix e Jared, irão descobrir os mistérios dos antepassados, e talvez reviver uma história.


Sei que estou cheia de mistérios, será difícil ser convincente em algo que talvez as pessoas não entendam, várias pessoas não gostam quando a autora usa esse elemento, mas acho que esse elemento foi essencial para narrativa, e atrás das conversas do Jared e seu quinto bisavó, o fantasma Caleb, me instigou a querer saber e não largar o livro até descobrir a verdadeira história por trás dos mistérios dos antepassados, e o motivo que Caleb habita a casa da família durante gerações. 


E durante as pesquisas e a cada descoberta, novos personagens surgem na história, trazendo pistas, encontrando as repostas, e cada um tem uma importância no mistério, e na solução do mesmo.  A autora consegue encontrar o equilíbrio entre o real e o irreal, sem pecar no excesso, todos os elementos tem sua função para aprimorar a narrativa, e instigar o leitor.



A sintonia do casal é encantadora, com diálogo engraçados e inteligentes, com momentos românticos e sensuais. Os personagens secundários tem uma importância enorme na trama, e a autora já deixa encaminhada no final deste livro, a história para o próximo livro.


Não sei se gosto mais da Jude Deveraux, a romancista de época ou a contemporânea, em Amor Verdadeiro ficou mais difícil uma definição. Se estiver à procura de um romance leve, recheado de mistérios, personagens inesquecíveis, trama envolvente, e porque não um fantasma bonitão (acho que esqueci esse detalhe, Caleb um fantasma que você gostaria que assombrasse tua casa, rsrsrs).


Aguardando ansiosamente o segundo, que realmente promete...



Book Trailer Oficial de Amor Verdadeiro (em inglês)


 

1 comentários

  1. Oi, Patrícia!
    Adorei o livro! Esse foi meu primeiro contato com a autora.
    AH!! Não é à toa que a autora dá um pequeno foco na família Montgomery/Taggerts. Achei que isso fosse apenas um acréscimo sem necessidade. Fico feliz que tinha um objetivo de interligar as histórias. rsrs...
    Também estou bem ansiosa pelos próximos, as Planeta não sabe quando irá lançar. Sem previsão. :/ Gostaria que eles tivessem mantidos as capas originais. São bem mais bonitas.
    Beijão!
    www.lagarota.com
    www.asmeninasqueleemlivros.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!