[RESENHA] Úrsula - Serena Valentino - @univdoslivros

sexta-feira, 3 de março de 2017


"Já não restava amor por seu irmão. Não havia dúvida. E ele não tinha lhe deixado escolha. Nenhuma escolha. Essa criatura asquerosa, feia e assassina iria fazer o que fazia de melhor. Ela iria se vingar."

Úrsula: a história da bruxa da pequena sereia é o terceiro livro de uma série de histórias da Disney lançado aqui no Brasil pela editora Universo dos Livros e escritos por Serene Valentino, uma norte-americana que produz contos dos vilões mais amados ~ e odiados ~ das animações clássicas do estúdio.

Úrsula e seu irmão Tritão nunca se deram bem. Tritão não gosta dos humanos, assim como não gosta da irmã bruxa polvo. Por consequência de uma infância sofrida e com perdas, Úrsula acumulou um rancor e uma vingança enorme dentro de si. Toda essa negatividade acumulada é intensamente jogada em cima de Tritão, que a baniu do reino dos mares ~ que por direito também era de Úrsula.

Quando Úrsula descobre que Ariel, a filha de Tritão, se apaixonou por um humano, ela encontra ali a oportunidade perfeita de se vingar do irmão e retomar seu reino, usando sua sobrinha como isca de um plano maléfico. E para tudo dar certo, Úrsula conta com a ajuda das Três Irmãs Bruxas. E é quando ocorre o principal conflito da história.

Será que Úrsula consegue retomar seu reinado das mãos de Tritão?

 
Vou fazer aqui uma confissão: eu nunca vi o filme da pequena sereia inteiro! Ou se eu assisti, era muito pequena e não me lembro muito bem. Eu conheço a história, mas não posso comparar os acontecimentos do livro com a animação. Portanto, não entrarei nesses detalhes (não me batam! hehe).

Agora falemos sobre o livro! A história é super curtinha (menos de 200 páginas!) e pode ser lida em questão de horas. Não é um livro super profundo sobre a vida da Úrsula, não revela porque ela vira um polvo ou porque o irmão a odeia, e também não é um livro cheio de ação e super empolgante, que te prende do início ao fim. Mas é um livro interessante, com seus altos e baixos, que conta o plano e execução da bruxa do mar para acabar com Tritão, seu irmão, o pai de Ariel (nossa querida pequena sereia). Além disso, a história revela alguns dos pensamentos mais profundos da Úrsula, principalmente em relação ao seu pai e ao seu irmão, bem como os argumentos e estratégias que ela usava para manipular outras bruxas à fazerem o que ela queria. E além da Úrsula, ainda acompanhamos outras duas sub-histórias: das três irmãs bruxas e de uma bruxa lendária e a busca do amor da princesa que ela cuida.

No final da leitura, eu percebi o quão egoísta e manipuladora é essa bruxa. Como eu não conhecia muito bem, confesso que me surpreendi com a sua personalidade! Estou quase considerando ela uma das piores e mais cruéis vilãs das histórias da Disney.
Ainda não tive a oportunidade de ler os outros dois livros da série, mas isso não prejudicou a leitura dessa obra. Pelo que eu percebi, as histórias de ambos os livros acontecem mais ou menos no mesmo tempo/espaço, ou seja, elas meio que se cruzam em todos os livros (por exemplo, no livro da Úrsula, o final feliz da Fera ~ do livro A Fera em mim ~ é citado várias e várias vezes e a Malévola ~ do livro A mais bela de todas ~ aparece constantemente). Mas como eu disse, não ter lido os livros "anteriores" não traz nenhum problema grande, pois a história ainda assim é individual, e conta com início, meio e fim. Mas acredito que, se eu tivesse lido os outros dois, eu teria entendido mais facilmente alguns trechos desse livro.

Para quem é fã das histórias da Disney, super recomendo a leitura. É bem bacana poder ver uma história de um ponto de vista diferente, principalmente se esse ponto de vista for do vilão maléfico.

 
Boa Leitura



 Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!