[RESENHA] A identidade secreta dos super-heróis - Brian J. Robb - @EdValentina

sexta-feira, 26 de maio de 2017


"O arquétipo do super-herói foi definido e refinado, com muitos dos heróis mais famosos e longevos, inclusive Batman, o justiceiro sem poders; Mulher Maravilha, o ícone feminista; e o Capitão Marvel, a figura de fantasia adolescente. As revistas em quadrinhos se tornaram uma grande indústria com um bando de editores e artistas talentosos que se dedicavam a explorar as possibilidadex artísticas e narrativas daquele novo meio colorido."

Em 1938 surgia o primeiro super-herói: o Super-Homem (DC). O último filho de Krypton marcou o início de uma era que seria dominada pelos heróis mascarados: a era de ouro das revistas em quadrinhos. Desse marco da história da cultura pop, até os dias de hoje, centenas - até milhares - de super heróis foram inventados e reinventados para as novas gerações de fãs de revistas em quadrinhos que surgiam a cada década, se adaptando a acontecimentos recorrentes da época, como na década de 40, durante a II Guerra Mundial, onde surgiu o Capitão America (Marvel) e outros super-heróis patriotas americanos.

Super-homem e Batman (lançado na sequência) deram origem a um gênero triunfante, dominado por heróis de origens secretas em mitos e lendas. Do auge inicial da era da Grande Depressão, os gibis descartáveis renasceram de forma triunfante. Hoje, as duas grandes empresas que alavancaram o sucesso dos super-heróis - DC Comics e Marvel -, são gigantescos empreendimentos comerciais cujas produções dominam os blockbusters mais populares do cinema, assim como outros nichos importantes do mercado (games, séries televisivas, livros, colecionáveis), além de ainda atraírem os fãs de HQs.



A Identidade Secreta dos Super-Heróis: A história e as origens dos maiores sucessos das HQs: do Super-Homem aos Vingadores, escrita por Brian J. Robb e traduzida por André Gordirro (com ótimas notas de rodapé sobre os super-heróis no Brasil!), é um apanhado mega completo de informações da origem, segredos, polêmicas e curiosidades dos mais variados heróis das HQs.

Vocês sabiam que A DC Comics nem sempre foi chamada de DC? Que a Marvel nem sempre foi comandada por Stan Lee (e que aliás, ele nem se chama Stan Lee, e sim Stanley Lieber!)? Que na primeira aparição, Capitão America socava a cara de Hitler? Que a história do Super-homem foi rejeitado por várias editoras antes de ser lançado e fazer sucesso? Que por muitos anos, as revistas em quadrinhos não podiam falar sobre drogas? Que muitas das histórias e dos poderes são inspirados em lendas antigas? Que diversos desenhistas fizeram parte tanto da DC quanto da Marvel? Isso não é nem 1% do que vocês vão descobrir lendo a incrível obra de pesquisa e catalogação de Brian J. Robb.



Escrito de uma maneira leve e descontraída, o livro nos bombardeia com informações, datas e nomes a cada nova linha. Mas mesmo com essa enxurrada de conteúdo, tudo fica muito claro. Foi definitivamente um trabalho incrível de pesquisa escrito de forma que todo mundo possa compreender (e não só quem já sabe um pouco sobre super-heróis).

A história não é narrada de forma exatamente linear. Embora o autor tenha dividido o livro entre as três eras dos super-heróis (ouro, prata e bronze), algumas das datas se sobrepõem, aparecendo novamente em outros capítulos. Obviamente, o livro não traz somente as partes bonitas da história dos super-heróis. O autor conta a ascensão e o declínio das grandes produtoras da época- principalmente a criação da DC Comics e Marvel -, assim como o desaparecimento de alguns dos heróis (aposto que, mesmo os grandíssimos fãs não conhecem todos os heróis citados na obra!) e como os acontecimentos de cada época influenciaram o aparecimento de novos heróis. E não só a história dos gibis, mas também dos super-heróis no rádio e na televisão - uma rica enciclopédia geek.



Eu sou uma fã de super-heróis, acho que isso não é novidade para ninguém. E descobri muita coisa nova nesse livro. As origens de cada um deles foi o que mais me encantou, principalmente dos heróis que eu conhecia menos. Para mim, o livro é tão incrível que eu usei ele de referência no trabalho de conclusão do meu curso (que sim, é sobre super-heróis!). Tão incrível que eu recomendo para todo mundo! "Pelos deuses asgardianos, tu precisa ler esse livro!!!!"
Fiquei simplesmente encantada com todo o trabalho de pesquisa realizado pelo autor, que resultou em uma incrível obra voltada não só para quem é fã de super-heróis ou para adoradores da cultura pop, mas para toda uma nova de geração de leitores e seguidores que pode surgir. Sim. Eu recomendo que todo mundo leia! De preferência, agora. Mesmo que vocês não entendam um pingo de super-heróis, leiam, conheçam mais desse universo - literalmente - fantástico da cultura pop. E sim, essa é uma obra indispensável na estante de todo bom amante da cultura pop mundial.

Outra coisa que eu preciso destacar é a parte gráfica desenvolvida pela editora Valentina. O acabamento da capa está lindíssimo, com verniz localizado em diversos pontos, que trazem uma sensação diferente ao toque. As cores estão apaixonantes. Eles abusaram das cores vivas, com o amarelo, azul, vermelho e preto dominantes em estilo pop-art. Lindo demais!



Favorito da Estante!!
 
A identidade secreta dos super-heróis | Brian J. Robb
ISBN: 9788558890410 | Ano: 2017 | Páginas: 304 | Editora: Valentina | Adaptação cinematográfica: Não  





 Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter

1 comentários

  1. Essa edição está mesmo espetacular!
    Eu não era muito fã de heróis até alguns anos atrás, mas isso mudou e então me encantei com o universo, mesmo assim várias coisas eu já percebi que não sei! hahaha como assim DC nem sempre foi DC? Essa é nova pra mim!
    Ótimo que tenha tanto as partes boas como ruins da vida dos heróis, e mesmo não sendo linear, se não for confuso tá tudo certo! Quero ler :D

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!