[CINEMA] CRÍTICA: BLADE RUNNER 2049

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Data de lançamento: 5 de outubro de 2017 (2h 32min)

Direção: Denis Villeneuve

Elenco: Ryan Gosling, Harrison Ford, Jared Leto

Sinopse: Trinta anos após os acontecimentos do primeiro filme, a humanidade está novamente ameaçada, e dessa vez o perigo pode ser ainda maior. Isso porque o novato oficial K (Ryan Gosling), desenterrou um terrível segredo que tem o potencial de mergulhar a sociedade no completo caos. A descoberta acaba levando-o a uma busca frenética por Rick Deckard (Harrison Ford), desaparecido há 30 anos.



Hoje mais uma vez à convite da Espaço Z participamos de uma das cabines de imprensa mais esperadas do ano!!! Nós já assistimos Blade Runner 2049!!
Está curioso? Confere o que achei deste que sem dúvida é um dos filmes mais esperados da vida!!
Blade Runner 2049 inicia exatamente 30 anos após Blade Runner - O caçador de andróides, onde novos replicantes completamente obedientes estão em cena e a caça dos modelos obsoletos. Um deles, K (Ryan Gosling), após concluir uma missão, encontra uma ossada enterrada e a investigação aponta para uma morte no mínimo intrigante, assim como um mistério que poderá revolucionar a vida e a sociedade existentes nesta época.

Gostei que mesmo trinta anos depois do primeiro filme, os recursos visuais embora muito mais avançados não destoam do anterior, dando ao expectador a sensação de continuação sem quebra.
A atmosfera sombria e chuvosa, assim como as ruas caóticas e com excessos de estimulação sensorial foram mantidas.


Porém, assim como no primeiro filme a trama é arrastada e super lenta. Foi bom preencher diversas lacunas deixadas desde os anos 80, porém, muita coisa foi "justificada" com o blackout, o que acaba deixando quem não assistiu ao filme original meio perdido durante Blade Runner 2049.

Todos os atores que atuaram como replicantes estavam formidáveis. Gostei da atuação de Ryan Gosling e realmente achei que ele captou a essência destes seres quase humanos, mas que na verdade podem vir a se tornar uma ameaça ou uma versão infinitamente melhor de nós. O que nas duas hipóteses nos leva à reflexão.

Harrison Ford está bem abatido neste filme. Claro que sua atuação ainda está muito boa, mas eu queria ter podido ver mais dele no filme.
Jerad Leto não se encaixou bem no papel. Esperava mais fúria, mais loucura deste ser cibernético talvez? Não sei, só sei que esperava mais dele, assim como uma maior participação.

Mais uma vez Blade Runner deu um show de efeitos e nos trouxe muitas críticas atuais sobre o presente e o futuro da nossa raça.


Mesmo assim é um filme muito lento e arrastado. Por ser muito longo, acabou me cansando e em diversos momentos como praticamente não acontecia nada na tela, acabei ficando dispersa.

Para os fãs da obra de Ridley Scott que assim como eu esperaram décadas por esta continuação e por resposta, foi um bom filme.

Agora é aguardar quantos anos levará para uma nova sequência, visto que mais uma vez o final ficou em aberto, dando infinitas possibilidades pera Hollywood.

Confira o trailer e se programe para o final de semana!!

1 comentários

  1. Oi Scheila
    Eu n assisti ao primeiro mas estou bem animada p assistir!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário!