[CINEMA] DAS PÁGINAS DE JO NESBO PARA AS TELAS - CONFIRA A CRÍTICA DE BONECO DE NEVE

quarta-feira, 22 de novembro de 2017


Elenco: Michael Fassbender; Rebecca Fergunson, J.K. Simmons
Diretor: Tomas Alfredson
Estreia: 07/12/2017

Inspirada no bestseller de Jo Nesbø, que vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo sendo comparado ao sucesso “Silêncio dos Inocentes”, pelo jornal inglês The Guardian, a produção conta com direção de Tomas Alfredson e apresenta a história do detetive Harry Hole (Michael Fassbender).

Ao investigar o desaparecimento de uma mulher na primeira neve do inverno, o detetive passa a relacionar o assassinato a um serial killer. Com a ajuda de uma recruta (Rebecca Fergunson), o Harry Hole ligará casos arquivados de décadas atrás com o novo crime na esperança de desvendar o mistério antes da próxima nevasca.




Mais uma vez fomos convidados pela Espaço Z para conferir em primeira mão mais uma adaptação literária muito aguardada pelos fãs de um bom suspense moderno.

Das páginas de Jo Nesbo para as telas, com ninguém menos do quê Michael Fassbender dando vida ao personagem principal, o detetive Harry Hole que agora corre contra o tempo para evitar mais um assassinato após a primeira nevasca.

Um filme confuso, arrastado e com um final que infelizmente fere todas as expectativas dos expectadores. Boneco de neve é um filme que abre muitos parênteses, mas fecha poucos. 

O filme conta a história de um detetive, Harry Hole (
Fassbender), falido, que já teve seus dias de gloria e esta quase sendo demitido da policia, investigando um desaparecimento, que acontece com o cair da primeira neve. 

Conforme a trama vai se desenrolando, ele e sua parceira Katrine Bratt, descobrem diversos casos antigos com as mesmas características, levando-os a acreditar o sumiço dessas mulheres pode ser obra de um serial killer.

Boneco de Neve é um filme arrastado, onde vão se conjecturando diversas hipóteses, mas infelizmente durante o transcorrer da trama, nem todas elas são solucionadas. 

A trama tinha potencial para ser melhor aproveitada, com atores de nome e um bom livro de embasamento. Infelizmente saí do cinema com a sensação de quê o filme deixou muito a desejar. 

A Edição demonstrou problemas de corte e segmentação de cenas, em pelo menos duas situações diferentes onde ficou muito evidente, não condizendo com os padrões esperados.

Filmado inteiramente na Noruega, nas cidades de Oslo, Bergen e na região de Rjukan, “Boneco de Neve” é produzido por Tim Bevan e Eric Fellner, da Working Title (“A Teoria de Tudo” e “Os Miseráveis”), em parceria com Robyn Slovo (“O Espião Que Sabia Demais”) e Piodor Gustafsson (“Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”), mas infelizmente nem o pedigree da produção e do elenco, foram suficientes para superar os problemas da trama na tela e tornar atrativa na telona a trama que é tão envolvente nas páginas do livro do autor Jo Nesbo.





0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!