[RESENHA/REVIEW] Behind the Bars - Music Street #1 - @BrittainyCherry

terça-feira, 12 de dezembro de 2017


Quando eu encontrei Jasmine Greene pela primeira vez, ela apareceu como pingos de chuva.

Eu era o músico esquisito, e ela era a rainha do ensino médio. As únicas coisas que tínhamos em comum eram a nossa música e a nossa solidão.

Algo em seus olhos me disse que seu sorriso nem sempre era verdadeiro. Algo em sua voz me deu a esperança que eu sempre desejei encontrar. E em um piscar de olhos, ela se foi. Anos depois, ela estava parada na minha frente em uma rua de New Orleans. Estava diferente, assim como eu. A vida nos fez frios. Rígidos. Isolados.

Enjaulados.

Mesmo diferentes, as partes partidas de mim reconheceram a tristeza nela. Agora, ela está de volta, e eu não cometerei o mesmo erro de deixá-la escapar de novo.

Quando eu encontrei Jasmine Greene pela primeira vez, ela apareceu como pingos de chuva. Quando a encontrei novamente, ela era a tempestade sombria.


Excelente!!
"A música foi um lembrete de que eu nunca estive sozinho."

Dois opostos se atraem? O menino magro e franzino que sofre bulling na escola, mas tem todo o apoio da família. 
“I’m not strong enough”
"Eu não sou forte o suficiente"
A menina nova já recebida com rainha no colégio mas que sofre na vida pessoal onde sua mãe quer ditar sua carreira.
“It’s a pass this time” 
"É uma passagem desta vez"

O que será que eles teriam em comum para um fazer parte da vida do outro? Música é a resposta inicial.
“Find the music when life makes no sense.” 
"Encontre a música quando a vida não fizer sentido".

Uma linda história de amor e superação onde Brittainy mais uma vez nos faz apaixonar por seus personagens e torcer por eles como se fossem de nossa família. Parece clichê essa descrição? Pode até parecer, mas para mim esse livro trouxe um ar fresco para os romances de segunda chance.

“The only thing you are in control of is your own soul and discovering what makes your heart beat.”
"A única coisa que você controla é a sua própria alma, descobrindo o que faz o seu coração bater".

Elliot e Jasmine são dois adolescentes em Nova Orleans em uma típica High School com seus problemas, bullies e estrelas. Através da música e de uma admiração mútua, eles desenvolvem uma linda amizade e se tornam refúgios de seus problemas. 

Separados pela vida e por uma tragédia, o reencontro acontece após anos, onde eles se tornaram pessoas completamente diferentes. Ler esse livro é acompanhar o crescimento deles, o redescobrimento, as novas emoções. É acompanhar como uma pessoa supera a tragédia para sair mais forte do outro lado.
“People don’t care about me, Elliot. People just take the pieces of me and then throw the rest away.” 
"As pessoas não se importam comigo, Elliot. As pessoas simplesmente pegam os pedaços de mim e depois jogam o resto fora".

Brittainy escreve com uma delicadeza que nos faz perder o fôlego. Seus personagens são complexos, bem escritos e bem desenvolvidos. Seus coadjuvantes nos fazem sentir como se os protagonistas não fossem os únicos personagens dos livros. Seus vilões nos fazem sentir raiva. Lendo esse livro você vai passar por uma miríade de emoções e sentir cada uma dela profundamente. Você vai rir, chorar, torcer e ter raiva. Não é para os fracos de coração.

“Music was my therapy, and after a few songs, I always felt stronger. It was crazy how jazz fixed the broken pieces of me every time, how the sounds always took me back to a safe place in my soul.”  
"A música foi minha terapia, e depois de algumas músicas, eu sempre me senti mais forte. Foi louco como o jazz todas as vezes curou os pedaços de mim, como os sons sempre me levaram de volta a um lugar seguro na minha alma ".




Behind the Bars será lançado em português em 04/06/2018 e a pré-venda já começa logo na virada do ano!!!

Mas se você não resiste e quer se encantar com a história de Eliott e Jasmine, compre em Inglês na AMAZON!!


** foto do flyer by Simone Félix Abl











Resenha por Janine Assis - Mãe de 2, casada, nerd de carteirinha. Apaixonada por filmes e séries. Devoradora de livros.





0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!