[RESENHA] Anna e o beijo francês - Stephanie Perkins

sábado, 13 de janeiro de 2018


Imagem relacionada
“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina... Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.”


Anna Oliphant está em Paris. Mas não porque quer, e sim por obrigação. Seu pai, famoso escritor americano (a lá Nicholas Sparks <3), decide matricular Anna na escola Americana de Paris, em seu último ano de colégio. Assim, Anna precisa deixar na América sua família, sua melhor amiga e seu paquera. Contra sua vontade e sem falar um oui em francês, ela se encontra perdida num país novo e cheio de desafios.

Felizmente, Anna logo faz amizade com um grupo de amigos já formados: Meredith (do dormitório ao lado), Josh e Rashimi (namorados) e Éttiene St. Clair. Por mais que ela não queira, ao poucos vai se aproximando e gostando cada vez mais de St. Clair – o garoto lindo que arranca suspiros de todas com seu charme meio americano, meio parisiense e meio londrino.  Só tem um problema. Éttiene namora Ellie – ex-melhor amiga de Rashimi e que está na faculdade. Para fugir dos sentimentos por St. Clair, e às vezes da solidão, Anna se refugia quase que diariamente nas salas de cinemas parisienses, onde elabora suas críticas cinematográficas.

Um ano de mudanças, novas paixões e novas amizades, na cidade mais romântica do mundo.


Anna e o beijo francês faz parte de uma trilogia (Anna, Lola e Isla) muito romântica e fofa escrita pela autora Stephanie Perkins. Essa é uma daquelas em que não se precisa seguir uma ordem certa de leitura, embora seja legal começar pelo livro da Anna (eu fiz tudo ao contrário e li primeiro Isla e o final feliz e por último Anna e o beijo francês, e deu certo!). Os personagens se mesclam entre os livros, principalmente o livro da Anna e da Isla, pois ambos se passam na escola Americana de Paris.


Voltando ao livro da Anna. Posso dizer que amei? Sim! A personagem da Anna me conquistou desde o início, logo na primeira página. Já o par romântico, Éttiene, custei um pouco mais. Ele é um garoto perfeito, com sotaque perfeito e cabelo perfeito, então normalmente eu me apaixonaria instantaneamente. Mas a indecisão dele ao decorrer do livro sobre terminar ou não seu namoro com Ellie para ficar com Anna me torturou e me incomodou. Não gosto dessa indecisão. Se tu não ama mais uma pessoa, para que enganá-la? Fora que isso magoava Anna, logo, me magoava também. Apesar disso, a história dos dois é fofa e apaixonante (e vamos ressaltar o cenário parisiense que meeeeeu deus! Parecia que eu estava lá, de tão bem montados e explicados os cenários).

Um ponto muito positivo do livro é que não temos um foco somente no casal principal, mas temos conhecimento sobre um pouquinho do que mais acontece na escola e com os novos amigos de Anna. Aqui, gostaria de destacar Rashimi. A menino no início parecia bem bléh, mas evoluiu durante o um ano da passagem da história, e no final se tornou uma grande personagem.


O romance se constrói bem. Passa por altos e baixos. Crises, encontros e desencontros que nos prendem do início ao fim. É aquela história ótima para uma tarde de domingo!

 
Ótimo!

Anna e o beijo francês | Stephanie Perkins
ISBN: 9788581637181 | Ano: 2017 | Páginas: 288 | Editora: Novo Conceito | Adaptação cinematográfica: Não  






 Me acompanhe nas redes sociais: facebook | instagram | skoob | twitter

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!