[RESENHA] LADY WHISTLEDOWN CONTRA-ATACA - JULIA QUINN; MIA RYAN; SUZANNE ENOCH; KAREN HAWKINS

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018





Título Original: Lady Whistledown Strikes Back
Tradução: Marcelo Schild, Rachel Agavino, Maria Carmelita Dias E Janaína Senna
Formato: 16 X 23 cm
Número De Páginas: 352
Peso: 0.47 Kg
Acabamento: Brochura
ISBN: 9788580417678
EAN: 9788580417678
Preço: R$ 39.90
Leia Um Trecho: https://goo.gl/E58fqn


Sinopse: Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.

Quem roubou o bracelete de lady Neeley?
Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816


Julia Quinn encanta...
Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.

Mia Ryan delicia...
Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina...
Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz...
Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.



A antologia Lady Whistledown Contra-Ataca tem quatro contos de diferentes autoras. Sendo que cada conto tem um casal diferente, e uma trama paralela que une os contos, o misterioso sumiço da pulseira de lady Neeley. Onde todos ou alguns protagonistas dos contos estavam presentes no fatídico jantar, e quem sabe dentre eles está o culpado.
Uma curiosidade, segundo Julia Quinn, o título da antologia foi homenagem ao marido que ama Star Wars. E outro detalhe, as crônicas da nossa querida colunista de fofoca, Lady Whistledown, que aprendemos a amar na série Bridgertons que aparecem em todos os contos desta antologia são escritos pela autora Julia Quinn.
Então vamos conhecer um pouquinho de cada conto?!?!?

No conto escrito por Julia Quinn, temos o casal Mathilda Howard (Tillie) e Sr. Peter Thompson. Há um ano ela perdeu o irmão durante a batalha de Waterloo, enquanto ele um grande amigo. E apesar do pedido para cuidar da irmã, Peter não sente confortável com a situação. Ele está  falido, fuilho mais novo de um aristrocrata empobrecido,  ele precisa urgentemente casar com uma moça que tenha um considerável dote, e depois de seu problema financeiro exposto pela colunista Lady Whistledown, e Tillie preencher todos os atributos. Além de linda, inteligente e muito rica. Mas devido uma combinação de respeito à memória do irmão dela e também porque começar a ressurgir um grande sentimento em relação a ela. Então prefere se afastar para preservar a reputação dela, e irá encontrar outra pessoa para resolver sua situação, mesmo que essa relação não tenha sentimentos envolvidos.

Mas a decidida e obstinada Tillie talvez não facilite muito a vida dele, cansada de ser cortejada por causa do seu dote, ela prefere a companhia do honrado Peter, e talvez não o deixe se afastar.
Uma curiosidade neste conto, aparece Benedict Bridgerton, Penelope Featherington e Kate Bridgerton.
Sempre Julia.... texto leve, romântico e divertido. Impossível não se apaixonar pelo casal e seu lindo romance.

Julia Quinn e Suzanne Enoch, minhas duas divas literárias que me perdoem, mas o conto escrito por Mia Ryan conquistou meu coração literário. É o menor conto da antologia, porém parece um livro normal, pois a autora consegue desenvolver habilmente a história, com personagens bem-definidos  e uma narrativa com desdobramentos em torno dos personagens. Muitas vezes podem levar um livro normal inteiro para desenrolar, a autora conseguiu em poucas páginas uma história sólida.
Isabella Martin, mais conhecido como Srta. Martin ou Bella trabalha há 10 anos como dama de companhia de lady Neeley, a proprietária da tal pulseira roubada. Srta. Martin é uma exímia organizadora de festas, e devido a isso, é solicitada por lady Neeley que organize a festa do filho do seu affair, conde Waverly.
Anthony Doring, lorde Roxbury, o filho do conde, vivia pressionado pelo pai para casar, mas Anthony não tinha nenhum interesse, adora sua vida de libertino... Até encontrar inusitadamente a Srta. Martin que talvez organize mais do que uma simples festa.
Ao mesmo tempo Bella possa conseguir seu objetivo de ser beijada antes do seu aniversário de 30 anos.
Mas o casal tem um grande obstáculo social, ela não faz parte da nobreza, enquanto ele um futuro conde, o que torna a relação deles proibidas diante da sociedade.
Uma narrativa dinâmica, personagens encantadores, com diálogos espirituosos, romance adorável, sensualidade e diversão.

O terceiro conto foi escrito pela autora que as leitoras de banca da falecida editora Nova Cultural conhecem muito bem... A minha diva e responsável por amar romances de época, a autora Suzanne Enoch. E o conto O Melhor dos dois Mundos é uma degustação da escrita da desta autora. Ou seja... Ler, amar e virar fã.
Ainda não solucionado o caso da pulseira desaparecida, mas talvez esta história não esteja tão diretamente ligada a trama central, os personagens não estão conectados aos acontecimentos quanto os nos outros  contos.
No caso da protagonista Charlotte Birling a ligação esteja no fato dela ser prima da esposa do principal suspeito, e devido uma defesa contundente do suspeito chamou atenção de um charmoso lorde.
Charlotte era protegida pelos pais, que zelavam excessivamente por sua reputação, já que o nome da família alguns anos atrás foi alvo de um grande escândalo. E para garantir um bom casamento, os pais querem uni-la com o enfadonho, Herbert Beetley, para não correr riscos de qualquer infortúnio no futuro.
Mas Charlotte desde que viu Conde Matson ficou encantada, porém sem nenhuma esperança de conquista-lo, pois se julgava sem grandes atributos para atraí-lo. Será?
Xavier, o Conde Matson, herdou obrigatoriamente o título devido a prematura morte do irmão. Chegou em Londres recentemente, e já conquistando o má reputação de libertino. Mas ele está atrás na verdade de alguém para casar. Dentre todas as beldades, a menos provável o atraiu, Charlotte e sua personalidade marcante o deixaram fascinado. Mas a reputação de Xavier não favorece aproximação, já que é a antítese do que pais desejam para filha.
Charlotte terá que vencer a barreira da proteção dos pais, e Xavier precisará mostrar que é um homem digno para Charlotte. Mas talvez uma atitude ousada, resolverá o problema.
Beijos roubados, encontros clandestinos, diálogos inteligentes e muito romances são os ingredientes usados pela maravilhosa autora Suzanne Enoch para conquistar os leitores neste inebriante conto.


E o último conto escrito pela autora Karen Hawkins, teve três livros em formato de banca publicados nos Brasil. No conto da autora é solucionado o mistério da pulseira, e diferente dos outros protagonistas, o casal deste livro, já se conhecem, ou melhor, são casados, mas estão alguns anos separados.
Maxwell Hampton, Visconde de Easterly está longe da Inglaterra alguns anos devido um grande escândalo foi obrigado a abandonar o país e a esposa que amava, mas agora está de volta para reconquistá-la. Mas devido à péssima reputação, torna o principal suspeito do caso da pulseira. E a sua esposa ainda está bastante magoada por ter sido abandonada, e isso ficou bastante evidente na última carta enviada, no qual exige o divórcio mediante ameaças de revelar segredos da família dele, caso ele não lhe dê o que pede. Ao mesmo tempo em que poderia ser um blefe da esposa, porém uma boa desculpa para sua volta.
Sophia Throckmorton Hampton, Viscondessa de Easterly foi afetada com o escândalo do marido, porém o pior não foi sua reputação, e sim o desgaste emocional sofrido pela ausência do marido. O casamento foi construído por amor, porém somente durou alguns meses até o fatídico infortúnio do marido. E nem o afeto e atenção amigável do Sr. Thomas Riddleton fizeram Sophia esquecer o amor por Max. Mas não é por isso que ela facilitará sua aproximação. Magoada e ainda com raiva, não aceitará um simples pedido de perdão, exigirá muitos provas de Maxa para conquistar sua confiança.
Já Max terá que combater as acusações de Lady Neeley, e a sua pulseira desaparecida, e ainda demostrar para Sophia que o casamento  deles ainda não acabou...
Amo este tipo de contexto, principalmente pelos embates do casal. Neste conto foram espirituosos, sensuais e apaixonantes. Casal maravilhoso e vibrante, ambos com personalidade forte, orgulhosos e completamente apaixonados. E a escrita da Karen Hawkins é deliciosa, ousada e sensual. Seria pedir muito para Editora Arqueiro publicar os livros da autora no Brasil?

Os contos possuem contextos diferentes abrangendo as preferências de diversos estilos de leitores de romance de época. Romances suaves e românticos, ou sensuais e picantes, ou seja todos os quatro elementos de grande romances de época e seus felizes para sempre...
Então ficou claro que super indico a antologia Lady Whistledown Contra-Ataca. E já esperando o próximo...


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu Comentário!